Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade


Você já parou para pensar sobre seu relacionamento?  
Home > Psicologia

Você já parou para pensar sobre seu relacionamento?

por Rosemeire Zago


Uma das queixas mais comuns que recebo no consultório é a insatisfação no relacionamento amoroso. E uma das causas mais frequentes pela separação é a falta de diálogo! Você já parou para pensar como se sente nesse relacionamento? O que mais dificulta para mantermos o equilíbrio emocional é quando o coração não vai bem. Ou seja, quando a relação afetiva deixa a desejar.

Parece que quando amamos, nos deixamos de lado e só enxergamos o ser amado, como se o outro fosse extensão de nossa própria vida. Fazemos de tudo para agradá-lo e ainda assim, parece que nunca conseguimos. Mas se isso acontece com você, algo está muito errado! Todo mundo deseja ter uma pessoa inteira ao lado, com interesses e vida própria. Em que momento você se deixou de lado?
A insatisfação no relacionamento pode ter várias causas, mas para identificá-las é preciso muita coragem para olhar para aquilo que tem nos feito mal e que muitas vezes por medo do que pode ser identificado, fugimos como se nada estivesse acontecendo. Será que você está fugindo do que sente?

E como fugimos? Pode ser trabalhando mais, comendo mais, nos envolvendo com outra pessoa, e o mais comum, é nos abandonando! Nesse círculo vicioso fazemos de tudo para evitar pensar, e principalmente, sentir. Assim, vamos nos machucando cada vez mais, acumulando mágoas e ressentimentos, sentindo como se não fôssemos dignos de sermos amadas. Mas será que tem que ser sempre assim? Não, com certeza não!

A falta de diálogo com o companheiro é uma das causas mais comuns de conflitos e o caminho mais certo para uma separação. Mas se você não deseja que isso aconteça é possível identificar o que não vai bem, ter uma boa conversa e acertarem os pontos. Porém, se não consegue conversar nem consigo mesmo, como irá querer se comunicar com o outro? Algumas pessoas chegam ao máximo de não conversarem nem sobre suas dificuldades sexuais. Como podem fazer amor se não podem falar sobre o assunto?

A falta de cuidado com o outro, com a relação, não conseguindo perceber as necessidades dele, também é um fator de desgaste no relacionamento, que acaba sendo consumido pela rotina do dia a dia. 
Abaixo estão outras causas que podem interferir na sua relação. Procure identificá-las se existem no seu relacionamento.
Os 23 inimigos do casamento

- Medo;
- Insegurança, baixa autoestima;
- Carência afetiva devido a necessidades emocionais não identificadas;
- Conflitos internos que refletem na relação;
- Falta de romantismo, carinho, atenção, admiração e cuidado com o outro;
- Falta de confiança, diálogo, comunicação;
- Falta constante de demonstração de amor e reconhecimento;
- Dependência financeira;
- Falta de desejo, atração;
- Desinteresse pelo que o outro diz, faz ou sente; 
- Brigas crônicas (repetitiva e sem gerar mudança); 
- Ciúme sem motivo e desproporcional;
- Interferência familiar;
- Agressividade;
- Inveja, competição;
- Traição;
- Desprezo;
- Indiferença;
- Rotina;
- Mentira;
- Egoísmo;
- Crises financeiras;
- Falta de amor.

Diante dessa lista, você pode começar a analisar e identificar possíveis causas que estão corroendo seu relacionamento. Uma causa muito comum para que um relacionamento não seja saudável ou dê certo é a falta de autoconhecimento. Se você não se conhece como pode conhecer o outro? Quase todos os itens da lista acima podem ser evitados quando você tem autoconhecimento. Você pode começar tendo um diálogo consigo mesma, para isso sugiro algumas perguntas para sua reflexão:

- Se há brigas, quais são os motivos? São sempre os mesmos?
- Se não há brigas, mas há o silêncio, a indiferença, o que pode estar por trás disso?
- Como você tem alimentado sua relação? 
- O que você têm feito para a construção da relação?
- Você conversa com seu companheiro sobre seus sentimentos? 
- Seu companheiro se interessa pelo que você faz, e principalmente pelo que você sente?
- Você se interessa pelo que ele faz e pelo que ele sente?
- Seus sentimentos são respeitados e considerados importantes por ele? E você, respeita os sentimentos dele?
- O que você sente quando está ao lado dele? Quais são os sentimentos que o outro te desperta?
- Já percebeu se seu parceiro desperta em você sentimentos parecidos com aqueles que seu pai e/ou sua mãe a faziam sentir? Ou se ele repete alguns comportamentos parecidos com o de seus pais?
- Você se sente ouvida? E ouve o que o outro lhe diz?
- Pense em como você gostaria que fosse sua relação afetiva. Agora compare como está atualmente.

Responda essas perguntas com toda sinceridade e depois reflita sobre as respostas. Pode ser que elas o ajudem a identificar as causas dos desentendimentos e de sua tristeza. 
Com tudo isso claro em sua mente, procure seu companheiro para uma conversa franca e redefinam pontos importantes, onde os dois possam ouvir e perceber as necessidades do outro, tanto como as suas próprias. É preciso investir sempre, fazendo algo que surpreenda e deixe o outro feliz e isso só você mesmo poderá saber por onde começar!

Lembre-se: "Há três possibilidades de mudança na relação: o eu, o outro, a relação. A única que depende exclusivamente de você é o eu! O outro depende dele. E a relação dos dois".



Compartilhe


Rosemeire Zago é psicóloga clínica CRP 06/36.933-0, com abordagem junguiana e especialização em Psicossomática. Estudiosa de Alice Miller e Jung, aprofundou-se no ensaio: `A Psicologia do Arquétipo da Criança Interior´ - 1940.
A base de seu trabalho no atendimento individual de adultos é o resgate da autoestima e amor-próprio, com experiência no processo de reencontrar e cuidar da criança que foi vítima de abuso físico, psicológico e/ou sexual, e ainda hoje contamina a vida do adulto com suas dores.
Visite seu Site e minha Fan page no Facebook.
Email: r.zago@uol.com.br
Visite o Site do Autor

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.
 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 13 – TUNG JEN – COMUNIDADE COM OS HOMENS
A união e a confraternização trazem sucesso. Unindo-se a outros, você poderá realizar coisas importantes.


energia
Runas: Isa
Espere o momento oportuno, planos em suspenso.


18
Numerologia: Compaixão
Diga uma palavra terna, faça uma boa ação, enriqueça a vida dos que estão à sua volta com um gesto de carinho. Compartilhe generosamente seu conhecimento, seja compreensivo e ofereça ajuda.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 

+ Lidos da Semana anterior
1. Previsões das Runas pra 2018
2. Como fazer um homem ficar obcecado por você...
3. Como saber quando alguém não está tão a fim de você!
4. O que significa ter sonhos repetidos?
5. 3 sinais de que ele não está a fim de você de verdade!
6. Limão para tratar o Sistema Digestivo
7. Quais os efeitos de Saturno nas Casas Astrológicas?
8. O Limão na Gravidez e Amamentação


 
Voltar ao Topo
Siga-nos
Facebook Twitter Instagram Gogole Plus Youtube
Somos Todos Um é um parceiro do iG Delas
© Copyright 2000 - 2017 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade