site stats
W W W . S O M O S T O D O S U M . C O M
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
Ao pé da letra
Por: Ana Cecília Amado Sette - anacecilia@amadosette.com.br


As pessoas já não escrevem tanto como antigamente, mas ao fazê-lo, revelam dados importantes de sua personalidade, o que vem a ser o objeto de estudo da grafologia
Em tempos de e-mails, MSN, “celulares que só faltam falar”, o homem vai perdendo o saudável hábito de escrever, isso mesmo, pegar um papel em branco e desenhar nele letras, palavras, frases com começo, meio e fim. Está deixando ir embora, na verdade, um excelente instrumento que poderia servir para analisar a sua própria personalidade. Com letra feia ou bonita, como diziam os antigos, a escrita é capaz de fornecer dicas importantes sobre o caráter da pessoa, de tal forma, que em breve o seu estudo, denominado grafologia, ganhará status de profissão. Quem diz isso é Ana Cecília Amado Sette, psicopedagoga especializada em orientação vocacional e grafóloga, integrante do comitê de cursos da Associação Brasileira de Grafologia (Sobrag).
Junto com os testes físicos e psicológicos, cada vez mais, as empresas têm utilizado perfis grafológicos para a contratação de profissionais para seus quadros. A grafóloga explica o porquê disso e a importância de seu trabalho: “Quando fazemos um perfil, desnudamos a pessoa.

Como é a sua inteligência, a sua criatividade, a sua libido. O grafólogo precisa dispor de um amplo conhecimento, por exemplo, de psicologia, pedagogia, medicina. Não é um trabalho que possa ser feito de forma amadora.”
Além do campo de trabalho, a grafologia tem sido usada atualmente como opção a outros testes diversos. “Não há como a pessoa disfarçar a letra. O bom grafólogo consegue constatar a tentativa de fraude e detectar aquelas pessoas que representam vários papéis na vida”, comenta Ana Cecília. Hoje, por causa da regularização da profissão, tem aumentado muito a oferta de cursos de formação, mas é preciso estar atento à qualidade dos mesmos.
A duração de um curso para grafólogo é de no mínimo dois anos, o que equivale a mais de 200 horas/aulas. Os interessados na área passam ainda por um período de supervisão e prestam exame para ingressar na Sobrag. “Só poderá fazer perfis grafológicos quem for associado e tiver freqüentado cursos com os professores oficiais da associação. A área exige atualização constante, por isso a pessoa não pode parar de estudar”, recomenda.

Insinceridade
Ana Cecília desenvolveu um método que leva o nome de Graphosette, mas, segundo ela, os alunos seguindo uma planilha aprendem a fazer um laudo de maneira muito rápida. Ela compara a grafologia a dirigir um automóvel, é preciso muito treino. “Eu dou o laudo no primeiro dia, grafias para estudo, todos os conceitos das escolas espanhola, francesa, italiana e alemã”, acrescenta.
A área de atuação do grafólogo está relacionada ao Recursos Humanos (RH) das empresas, ou seja, seleção, treinamento, recrutamento, além das áreas de orientação vocacional e autoconhecimento, para melhoria da personalidade. Psicólogos, psicopedagogos, pedagogos, advogados e educadores costumam ser os mais interessados no assunto. “Dou curso para professores porque a alfabetização está muito incipiente. É para que eles ensinem a criança a escrever de forma correta, evitando que utilizem os sinais de insinceridade e de mentira. Com isso, já vão moldando a personalidade delas, por exemplo, quando o pai é alcoólatra”, revela a grafóloga.
De acordo com a psicóloga Sandra Espírito Santo, sócia e diretora de uma empresa especializada em treinamento, recrutamento e seleção, cerca de 80% das empresas que atende solicitam laudos grafológicos dos candidatos a vagas de trabalho. O cliente quer saber se a pessoa tem condição de assumir o cargo oferecido. Em geral, são cargos de liderança, gerência, coordenação, direção.
“Está na ‘moda’, pois muitos testes são censurados. Embora a grafologia não seja reconhecida pelo Conselho Regional de Psicologia, as empresas a utilizam porque ela dá uma pista se a pessoa tem as competências que o cliente está buscando. É lógico que há outras companhias que solicitam testes já comprovados”, explica.

Transformações
“A grafologia consiste no estudo da grafia da pessoa, por meio dos sinais gráficos, que avaliam e interpretam seu caráter, comportamento, personalidade, idoneidade, estilo, energia e temperamento. Verifica também a pré-disposição para alguma doença; pessoas que fazem uso de álcool ou drogas e revelam tendências de características pessoais para determinadas competências e profissões. Exemplos que entrariam como competências: trabalho em equipe, flexibilidade, relacionamento interpessoal, liderança e outros”, detalha Sandra.
Segundo a psicóloga, durante o processo de entrevista e avaliações, o candidato é avisado que sua grafia será analisada. “Não é possível burlar a grafia. Por mais que uma pessoa tente disfarçar há alguns sinais gráficos que ela vai fazer sempre, como, por exemplo, uma margem, um risco. A sua letra denuncia as transformações, conflitos, momentos de transições que esteja passando”, enfatiza. A interpretação também se dá pelo estudo do temperamento, da linha, da margem, da palavra. “Inclusive, pela disposição como a pessoa coloca o texto na folha. O grafólogo consegue avaliar esse profissional por mais que ele tente disfarçar.”
Sandra comenta que, além do processo seletivo, é cada vez mais comum a análise da grafia dos profissionais nas empresas. “Nesse caso, apontamos o que é necessário, por exemplo, num treinamento de liderança, de empreendedorismo, de flexibilidade, de atendimento ao cliente.” Ela diz que sua empresa oferece curso básico de grafologia, com duração de 30 horas, programado de acordo com a regulamentação da Sobrag. “O curso de curta duração, de 30 horas, é introdutório ao tema, porém, não habilita o aluno a fazer laudo grafológico fidedigno”, finaliza. (M.A.)

Artigo publicado na revista do Kalunga


  • Ana Cecília Amado Sette é especialista em Grafologia, com mais de trinta anos de experiência em aplicação da Análise Grafológica, com ênfase em Seleção de Pessoal.
    Atende pessoas e empresas em São Paulo.
    Conheça os auto-testes de Grafologia
    Email: anacecilia@amadosette.com.br
  • W W W . S O M O S T O D O S U M . C O M
    © Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.