.
  .
O seu Portal de Bem-estar e Autoconhecimento

Solstício de Inverno

:: WebMaster ::


No dia 21 de junho às 03h46m (madrugada) teremos o Solstício de Inverno no Hemisfério Sul e o Solstício de Verão para o Hemisfério Norte. Popularmente falamos que o Inverno começa oficialmente nesta data para nós aqui no Brasil e para todo hemisfério sul. Época de comer pipoca enrolado em um cobertor e assistir um bom filme, quem sabe um vinho e um bom papo. Ou simplesmente um bom chocolate quente. Mas, você sabe por que isto ocorre? Por que é diferente em cada hemisfério? Algumas pessoas pensam que o Inverno é quando nosso planeta fica mais distante do Sol, ou mesmo porque o nosso hemisfério fica mais afastado. Isto não é verdade. A causa das estações do ano, Primavera, Verão, Outono e Inverno e o fato de serem diferentes em cada hemisfério, está relacionada ao eixo inclinado da Terra em relação ao plano da eclíptica e sua órbita ao redor do Sol. As estações do ano do Verão e Inverno são os chamados pontos de Solstícios. As estações do ano da Primavera e Outono são os chamados pontos de Equinócios. Um dos 14 movimentos que nosso planeta executa é o de Translação. Este movimento é a trajetória ligeiramente elíptica que a Terra realiza em torno do Sol. Para dar uma volta completa ela demora aproximadamente 365 dias e 6 horas e o faz a uma velocidade de 30 km/s, ou seja, a cada segundo nosso planeta percorre uma distancia de 30 km no espaço. Rapidinha não é? E você pensou que estava parado sentado no sofá de sua casa... Repare que a diferença de 6 horas é acumulada e compensada a cada 4 anos com um ano bissexto, incluindo um dia no mês de Fevereiro. Observe na figura a característica, que com o movimento de translação, é responsável pelas estações do ano. O eixo de rotação da Terra possui uma inclinação constante e sempre na mesma direção de 23,5º em relação ao plano de sua órbita expondo hemisférios diferentes a diferentes incidências de raios solares.


Figura obtida no Physical Geography

A imagem da esquerda se refere à posição de um Equinócio, ou seja, os dois hemisférios recebem a luz solar da mesma maneira, com ângulos iguais para as mesmas latitudes ao norte e ao sul do equador. A imagem da direita mostra como é o Solstício de Verão no hemisfério norte e o Solstício de Inverno no hemisfério sul. Observe os ângulos de incidência. As linhas em vermelho, com as indicações de graus à esquerda da figura indicam as linhas do Equador (0º), o Tropico de Câncer no hemisfério norte (23,5ºN) e o Tropico de Capricórnio no hemisfério sul (23,5ºS). Para entender bem como se processam as estações do ano e porque as temperaturas são diferentes, observe a figura abaixo e veja que para uma mesma área de incidência de raios solares, conforme o ângulo de entrada, a mesma quantidade de energia precisa aquecer uma área maior que conseqüentemente receberá menos energia por unidade de área.



Os outros dois pontos são os Equinócios de Outono e Primavera. Nestes pontos a luz solar incide sobre o planeta da mesma maneira. São os pontos onde a noite e o dia têm a mesma duração. Neste dia 21 de junho teremos a noite mais longa do ano. A partir daí os dias começam novamente a ficar mais longos até se igualarem no Equinócio de Primavera, ou seja, noite e dia iguais.Temos inúmeras construções, de civilizações muito antigas, milhares de anos a.C., marcando com boa precisão os pontos de solstícios e equinócios. Vocês pensaram em como eles tinham esta informação? Simplesmente observando dia-a-dia onde o nascer ou ocaso do Sol ocorria em relação a determinados pontos no horizonte. Nas cidades, cercados de edifícios por todos os lados, geralmente não existem condições de observar o ponto onde nossa estrela nasce a cada dia. O Sol nasce em um local diferente a cada dia, mas dentro de certos limites.



A figura acima mostra o nascer do Sol para determinada latitude nos equinócios e solstícios.Na posição 1 temos o Solstício de Verão, a posição limite a nordeste, o dia mais longo. A partir daí o Sol vai nascendo cada dia mais a sudeste até atingir a posição 2, que neste caso é o Equinócio de Outono e neste ponto noite e dia tem a mesma duração. O Sol continua nascendo cada dia mais a sudeste até a posição 3 marcando o Solstício de Inverno, a noite mais longa. A partir deste ponto ele “retorna” e começa a nascer novamente cada vez mais a nordeste até atingir novamente a posição 2, aí então Equinócio de Primavera e começa a se dirigir à posição 1 Solstício de Verão e tudo se repete. Uma simples questão de observação. Os povos antigos estavam mais integrados à Natureza do que nós nos dias atuais. Sempre tinham uma celebração para marcar a passagem em cada equinócio ou solstício. Por exemplo, as celebrações no Solstício de Inverno marcavam o retorno da luz, no sentido real e simbólico, já que os dias ficariam mais longos.


No Peru, em Machu Picchu a pedra denominada Intihuatana marca um ponto de solstício.
Esta palavra significa “o ponto de amarrar o Sol” para que ele não se afaste mais.


Em Malta, neste templo em Mnajdra construído por volta de 3.000 a.C., a luz que entra exatamente alinhada por uma abertura, no Solstício de Verão, vai iluminar um ponto específico do altar, na parte interna da construção.

Por Tânia Orlando - taniaorlan@yahoo.com.br
Veja mais Neste link.


Compartilhe



.
 
WebMaster é o Apelido que identifica os artigos traduzidos dos Associados ao Clube STUM, bem como outros textos de conteúdo relevante.
Email: info@somostodosum.com.br
 
 

Veja também mais artigos em Autoconhecimento

Movimento
É tempo de ser você por inteiro!
Palavras de fogo vivo no átrio do coração - II
Você não é responsável! Elimine esse peso de si!
 
 

Deixe sua opinião sobre este artigo

Gostou?
Imprima este Artigo Envie para um Amigo Outros Artigos desse Autor Adicionar aos Favoritos.
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


 
 
 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 50 – TING - O CALDEIRÃO
Expresse livremente sua luz interior. Aqueles que contribuem para o maior benefício espiritual de outros alcançam o sucesso.


energia
Runas: Talismã da Saúde
Dê atenção à saúde. Cuide da alimentação.


14
Numerologia: Liberdade
Sinta-se livre para enfrentar as experiências que este dia tem a oferecer. Escape da rotina e procure hoje fazer suas coisas de modo diferente. Varie e experimente liberte-se de padrões.
 

 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 
 

+ Lidos na Semana anterior
1. Cremação no Espiritismo
2. 2016 - O ano do Macaco
3. Como superar os limites que nos aprisionam?
4. A Oração do Perdão
5. Amor de Fases: Bastidores dos relacionamentos
6. A Importância da Data de Nascimento
7. Quem disse que amar é fácil?
8. Como se sentir segura e atraente com 4 poderes!

 
NOSSO TRABALHO
Quem Somos
Nossa Missão
Cadastro Gratuito
Anuncie no Site
Arquivo
Depoimentos
Colunistas
CATEGORIAS
Almas Gêmeas
Astrologia
Autoajuda
Autoconhecimento
Bem-Estar
Corpo e Mente
Espiritismo
Espiritualidade
Grafologia
Oráculos
Previsões
Psicologia
Vidas Passadas
LOJA E Serviços
Clube Profissional
Clube Semestral
Holos
Atendimentos Online
Eventos
Serviços
Escolas Parceiras
SOBRE O CONTEUDO
Artigos da Semana
Horóscopo Semanal
Blog Diário
Interativos e Oráculos
Vídeos
 
MUNDO
STUM World
Somos Todos Uno
Siamo Tutti Uno
MAIS
Widgets
Celular
RSS
Tablet
Mapa do Site
Músicas
Ajuda
Descadastrar-se
Voltar ao Topo

© Copyright 2000 - 2016 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade
 
© Copyright 2000 - 2016 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade
 
© Copyright 2000 - 2016 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade