Autoconhecimento Almas Gêmeas AutoAjuda Astrologia Bem-Estar Corpo e Mente Espiritualidade Oráculos Psicologia Vidas Passadas

Você sabe o que é vício?  

Você sabe o que é vício?


:: Graziella Marraccini ::

Como você define o vício? Você já pensou nisso?
A Wikipedia define assim esta palavra: Vício (do latim "vitium", que significa "falha ou defeito") é um hábito repetitivo que degenera ou causa algum prejuízo ao viciado e aos que com ele convivem. O termo também é utilizado de forma amena, muitas vezes deixando um índice de sua acepção completa. Por exemplo, viciado em chocolate.

Seu oposto é a virtude. Então, agora sabemos o que é vício, não é mesmo? Numa conhecida sociedade secreta esotérica da qual faço parte, pergunta-se ao neófito que quer adentrar a Ordem como ele define o vicio. Como o neófito normalmente não sabe como responder, lhe se fornece uma resposta: "Vício é tudo aquilo que escraviza o homem e que o torna refém dos seus instintos". Pois, então, estamos afirmando que escravidão é oposto de liberdade. É aí que inicia a confusão. Vocês já perguntaram para um fumante porque ele não larga o vício de fumar? Normalmente, o fumante lhe responde: "Eu largo quando eu quiser. Não sou viciado. Não largo o cigarro porque ele me faz bem. Me dá prazer. Eu sou livre pra fazer o que eu quero"! Mentira, ele não é livre coisa nenhuma! Ele é escravo do cigarro que o induziu no início com a falsa promessa de um prazer rápido e fácil de obter. Do mesmo modo irá responder o viciado em droga, de qualquer droga, até mesmo aquele que não pode abrir mão de um simples remédio antidepressivo, tão usual e tão fácil de comprar. Então, eu respondo: "Você não é livre coisa nenhuma, você é escravo!"

Já é sabido e comprovado que o vício não prejudica somente o viciado, mas também aqueles que com ele convivem. Por essa razão, além de se tornar escravo, o viciado também se torna um malefício para a sociedade em que vive. E então, qual é a vantagem? A única vantagem está do lado das empresas que nos vendem esses fragmentos de felicidade! Que engodo!

Concordamos que vivemos numa sociedade que nos ensina que a felicidade está ao alcance de nossa mão. Podemos consegui-la facilmente nas gôndolas dos supermercados -especialmente onde ficam as guloseimas- nas farmácias e drogarias, ou nas vitrines dos shoppings ou, pior ainda, nos circuitos do tráfico! Vocês já se perguntaram por que aumentou no mundo o índice dos doentes de diabetes? Porque as pessoas procuram os doces e as farinhas para suprir a necessidade de usufruir o lado 'doce' da vida! O açúcar, como as outras farinhas brancas (inclusive a cocaína!) nos proporciona um prazer imediato, uma sensação de vigor e bem estar que erroneamente interpretamos como sendo a felicidade. Vocês já perceberam que até o sexo se tornou um vício? Nos tornamos escravos e dependentes, procurando algo que não alcançaremos nunca se continuarmos a procurá-la 'exteriormente', pois a 'felicidade' é um estado interior e não exterior.

A tentação vem camuflada pela mídia e pelas estratégias de marketing sob todas as formas e nem sempre conseguimos nos dar conta que caímos nas garras dos produtos destinados a nos causar dependência. Esta semana circulou pela Internet um email alertando sob o fato de comprarmos água engarrafada em garrafas de plástico (extremamente poluidoras para o meio-ambiente) no lugar de tomar água da torneira. No entanto, pagamos às prefeituras o recebimento de água tratada. Então, por que não confiamos e bebemos água de torneira? Porque 'sabemos' que a água da torneira não é boa para beber, cheira mal, tem gosto ruim, etc. etc. Mas, com um simples filtro podemos melhorar estes fatores negativos e, afinal de contas, não pagamos caro pela água que chega às nossas torneiras? Então, por que compramos água em garrafas? Porque fomos condicionados pelo marketing que alardeia com belas paisagens bucólicas que a água de tal ou tal marca é 'melhor para a saúde'. Pessoal, a nossa saúde depende do nosso equilíbrio mental: "Mens sana in corpore sano", diziam os romanos!

Esta semana vou propor uma reflexão sobre os nossos vícios. Todos nós temos alguns, mais ou menos nocivos. Eu incluída. Não escapamos facilmente deste condicionamento. Mas tenho certeza que podemos exercer a 'virtude' corrigindo os pequenos atos falhos que cometemos e que nos escravizam. Vamos identificar nossos vícios e nos livrar deles? O primeiro passo está no reconhecimento do vicio. O segundo passo será dado quando encontrarmos a força de vontade para nos livrar dele.

Uma técnica que oferece excelentes resultados e é bastante fácil de aprender é a EFT*, Técnica de Libertação Emocional. Leiam sobre essa técnica maravilhosa no meu site pessoal. Vejam os vídeos. Comentem comigo suas experiências e, se desejarem, agendem uma consulta presencial no consultório ou pelo SKYPE (com câmera). Numa só sessão vocês dominam a técnica e a aplicam. Se tiverem dúvidas, estou a disposição. Escrevam.

Se nos livramos da escravidão do vicio -qualquer que ele seja- tanto melhor viveremos satisfeitos e felizes, e plenamente em harmonia com nosso planeta!

Desejo a todos uma semana de harmonia e paz, repleta de felicidade!
São Paulo, 21 de outubro de 2010




 
 
Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology.
Clique aqui e faça seu mapa astral on-line.
Atende em seu consultório em São Paulo com hora marcada no horário comercial.
Para atendimentos e consultas, visite o site pessoal da autora.
Email: info@astrosirius.com.br
 
 

Veja também mais artigos em Astrologia

Fluir
Reino Dividido
Qual é o rumo da minha vida?
Por que eu sou assim?
 
 

Deixe sua opinião sobre este artigo

Gostou?
Imprima este Artigo Envie para um Amigo Outros Artigos desse Autor Adicionar aos Favoritos.
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
 
 

Energias para Hoje
ernegia
I-Ching:
53 – CHIEN – DESENVOLVIMENTO
Os esforços empreendidos de modo gradual produzem resultados mais duradouros. Aja com prudência e não se jogue de cabeça em nenhuma situação.


ernegia
Runas: Ingwaz
Abuse da versatilidade. Recomece. Concretizações.


31
Numerologia: Concentração
O dia pede dedicação ao trabalho, exige atenção e concentração. Muita coisa pode ser conseguida hoje, se direcionar sua energia para projetos tangíveis. Empenhe-se para que seus esforços sejam produtivos.


Louise Hay fala sobre problemas com Vícios
Fugindo de si mesmo. Medo. Não sabe como se amar. Clique e veja mais!






 
NOSSO TRABALHO
Quem Somos
Nossa Missão
Cadastro Gratuito
Anuncie no Site
Arquivo
Depoimentos
Colunistas
CATEGORIAS
Almas Gêmeas
Astrologia
Autoajuda

Autoconhecimento

Bem-Estar
Corpo e Mente
Espiritualidade
Oráculos
Psicologia
Vidas Passadas
LOJA E SERVIÇOS
Clube Profissional
Clube Semestral
Holos
Atendimentos Online
Cursos Online
Eventos
Serviços
Escolas Parceiras
SOBRE O CONTEUDO
Artigos publicados
Horóscopo Semanal
Blog Diário
Interativos e Oráculos
 
MUNDO
STUM World
Somos Todos Uno
Siamo Tutti Uno
MAIS
RSS
Tablet
Widgets
Celular 3G
Mapa do Site
Edições anteriores
Músicas
Ajuda
Descadastrar-se
Copyright 2000-2014 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS