O seu Portal de Bem-estar e Autoconhecimento

Relacionamentos via Internet  

Relacionamentos via Internet


:: Silvia Malamud ::

Hoje, mais do que nunca, sem que possamos nos dar conta, todo tipo de comunicação que temos está inserida num padrão de velocidade inimaginável há poucos anos. A velocidade do mundo tem reflexo imediato em tudo o que se fala e, como não poderia deixar de ser, na rapidez de como ocorrem as afinidades nos relacionamentos.

Se a pessoa na hora decide que gosta, o relacionamento pode seguir adiante até onde se entender que está tudo bem; se não gosta, para-se logo no começo evitando futuros tropeços.

A Internet funciona como extens√£o deste desenvolvimento que j√° nos atinge de modo global. Dentro deste contexto, ainda existem aquelas pessoas que possuem um movimento interior mais reflexivo e que, por conta disso, acabam por n√£o acompanhar totalmente este fluxo ininterrupto dessas r√°pidas e mutantes situa√ß√Ķes. De qualquer modo, a Internet acabou se transformando numa esp√©cie de passarela como era antes em S√£o Paulo, na rua Augusta. Local por onde as pessoas passeavam protegidas pelos seus carros (computadores) e quando gostavam de quem ‚Äúviam‚ÄĚ, (hoje isso ocorre na arte do teclar), come√ßavam com algum papo descontra√≠do e, se n√£o se agradavam, partiam para outra empreitada. Notem que mesmo naquele tempo, n√£o muito distante, tamb√©m havia outras modalidades de prefer√™ncias em rela√ß√£o aos tipos de encontro homem/mulher.

Muita gente, naquela √©poca, tinha preconceito sobre sair nas ruas deliberadamente para ‚Äúpaquerar‚ÄĚ. Percebiam esse tipo de conduta como algo relacionado √† muita exposi√ß√£o de si mesmo e alguns viam este tipo de atitude de paquera de modo pejorativo, outros tantos tinham literalmente vergonha de embarcar nestes encontros, isso sem contar com aqueles que tinham medo de serem rejeitados.

Enfim, o que quero dizer é que para cada tipo de movimento em relação a uma busca afetiva, sempre existirá fatores de avanços e de recuos relativos estritamente à singularidade de cada um.

Importante aqui é pontuar que muitas vezes o preconceito de algum tipo de exposição pode nos privar de termos um encontro no mínimo diferenciado; por outro lado, também não devemos nos esquecer que se deve levar em conta os limites pessoais de cada um.

Tem muita gente que compactua com o acesso ao outro, via Internet, e est√° tudo bem, pois √© um gosto pessoal. O universo de encontros √© infinito e a net √© s√≥ mais uma das m√ļltiplas portas de entrada.
Para in√ļmeras pessoas que se sentem t√≠midas, a Internet tem funcionado como um b√°lsamo, al√©m de cumprir com o papel de uma verdadeira terapia, na qual aos poucos as pessoas come√ßam a se soltar e, com os devidos cuidados, podem perceber que todos os que est√£o interconectados, de algum modo, por menos e por mais protegidos que estejam, sempre est√£o se expondo nas m√≠nimas palavras que s√£o expressas ao outro.

As mulheres, geralmente s√£o observadas como mais ansiosas e isso pode ajudar em um aspecto e dificultar em outro. O caso √© que tanto as mulheres como os homens, sem diferencia√ß√£o, quando ansiosos podem permanecer cegos nas percep√ß√Ķes sutis que se pode ter sobre o outro, negligenciando a observa√ß√£o de aspectos importantes que revelam fatores a respeito sobre quem se est√° teclando.

Por outro lado, a ansiedade também pode deixar que a percepção fique muito mais acurada e, por este mesmo motivo, detalhes obscurecidos por uma possível cegueira, que é comum ocorrer quando começa a haver um envolvimento emocional, tornam-se relevantes, podendo se observar melhor o que de fato está acontecendo na trama do encontro. Portanto, dependendo de cada caso, a ansiedade pode ser tanto positiva, como negativa.

Para que a acuidade do conhecimento do outro pela Internet aconteça, a premissa é sempre buscar parar por alguns instantes e sair do fluxo frenético, que o universo on-line promove, e vez por outra se questionar para ver qual o lugar emocional que se está ocupando no momento. Se por acaso se perceber em algum tipo de desconforto, mude as suas posturas de contato. Saia de dentro da tela do computador e questione-se para depois voltar mais resgatado de si mesmo.

A percepção clara sobre a verdade do que outro está escrevendo sempre será duvidosa, mesmo porque o ser humano vive contando mentiras sobre si mesmo e o pior é que a grande maioria nem se dá conta deste feito.

Na Internet, o espa√ßo para que este fator se desenvolva √© imensamente maior porque n√£o h√° uma vis√£o f√≠sica real que facilite aspectos de den√ļncia sobre o outro, mas tem-se tamb√©m, o desenvolvimento de percep√ß√Ķes que o universo on-line inaugura no internauta. Todo aquele que navega em comunica√ß√Ķes dessa ordem sabe sobre o que est√° sendo falado aqui. S√£o percep√ß√Ķes que cada vez mais v√£o ficando menos sutis e mais evidentes sobre as verdades ou mentiras que s√£o explanadas nas conversas. Pode-se perceber isso por meio de palavras mal usadas, por leituras em que a pessoa esquece-se do que escreveu anteriormente, etc.

Existem in√ļmeras situa√ß√Ķes onde claramente se percebe uma mentira. Mesmo assim, deve se estar atento e vale lembrar que toda a aten√ß√£o √© pouca e que malandragem existe em qualquer parte do planeta e em qualquer tipo de comunica√ß√£o.

Em meio a tanto cuidado sobre mentiras e verdades nas conversas pela net, todos n√≥s sabemos que tamb√©m existem milhares de casos que d√£o certo e que existem in√ļmeras pessoas bem intencionadas que est√£o √† procura de um parceiro ideal. Quando essa sintonia ocorre parece algo m√°gico. O alerta aqui est√° no fato de que todos devem necessariamente saber que a vida a dois se passa mais fora da net do que dentro e, em todas as parcerias, existe tanto o amor como a frustra√ß√£o.

Saber sair da net com uma relação e investir no seu crescimento é, ao mesmo tempo, uma arte e uma conquista. Um mérito que hoje em dia cada vez mais pessoas se mostram plenamente capacitadas. Uma aventura de conhecimento do outro com a característica do século XXI.

Também não devemos nos esquecer das pessoas que entram em sites de busca com a bandeira do fracasso pessoal. Estas, com certeza, não encontrarão em lugar algum o que dizem buscar, talvez precisassem de mais pesquisa interior para entender o que de fato as move para sucessivos fracassos a fim de deixarem de colocar a culpa no azar. Muitos costumam fazer isso em todas as áreas da vida e não só nessa dos relacionamentos pela Internet.

Outra questão também é a de se ficar atento ao que se fala e ao que é teclado do outro lado, como já foi abordado anteriormente, lembrando que exposição pessoal demais também pode ser prejudicial, posto não se pode ter certeza absoluta do caráter de quem está do outro lado da tela. Portanto, preservar-se nunca é demais e se a busca é a de um relacionamento afetivo com o outro, também abrir espaço para que o jogo da sedução se instale nas conversas...

Para finalizar, penso que a grande maioria que entra em sites de relacionamento está em busca da própria felicidade no encontro com um parceiro que faça um real sentido. Estes estão literal e corajosamente apostando em si mesmos. Neste caso, a Internet funciona como mais uma importante ferramenta da atualidade para que os relacionamentos afetivos possam vir a se desenvolver.


 
 
Silvia Malamud é colaboradora do Site desde 2000. Psicóloga Clínica, Terapias Breves, Terapeuta Certificada em EMDR pelo EMDR Institute/EUA e Terapeuta em Brainspotting - David Grand PhD/EUA.
Terapia de Abordagem direta a memórias do inconsciente.
Tel. (11) 99938.3142 - deixar recado.
Autora do Livro: Projeto Secreto Universos
Visite seu Site
Email: malamud.silvia@gmail.com
 
 

Veja também mais artigos em Psicologia

Ame sua vida
Por que continuo doente se rezo com fé?
O Tempo do fogo...
Saudade que fica de quem j√° se foi...
 
 

Deixe sua opini√£o sobre este artigo

Gostou?
Imprima este Artigo Envie para um Amigo Outros Artigos desse Autor Adicionar aos Favoritos.
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opini√Ķes expressas neste artigo s√£o da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


 
 
 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 31 ‚Äď HSIEN ‚Äď A INFLU√äNCIA
Momento de harmonia em que todas as for√ßas do Universo participam do mesmo impulso de atra√ß√£o. √Č bom manter-se aberto e dispon√≠vel para dar e receber.


energia
Runas: Odim
Dia para meditar. Autotransformação e evolução.


29
Numerologia: Receptividade
O dia hoje é para acordos. Desculpe-se se for necessário, mantenha a mente voltada para a solução de pequenos desentendimentos. Pratique a conciliação.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 
 

+ Lidos na Semana anterior
1. Reprogramar a mente
2. A Oração do Perdão
3. Dezoito apontamentos de esclarecimento consciencial
4. As medidas da sua gostosura!
5. Quando o que liberta prende...
6. O que fazer quando as nossas Verdades Secretas nos incomodam?
7. Carta para um Pai
8. Pais e filhos: como solucionar os conflitos no relacionamento?

 
NOSSO TRABALHO
Quem Somos
Nossa Miss√£o
Cadastro Gratuito
Anuncie no Site
Arquivo
Depoimentos
Colunistas
CATEGORIAS
Almas Gêmeas
Astrologia
Autoajuda
Autoconhecimento
Bem-Estar
Corpo e Mente
Espiritismo
Espiritualidade
Grafologia
Or√°culos
Previs√Ķes
Psicologia
Vidas Passadas
LOJA E Serviços
Clube Profissional
Clube Semestral
Holos
Atendimentos Online
Cursos Online
Eventos
Serviços
Escolas Parceiras
SOBRE O CONTEUDO
Artigos da Semana
Horóscopo Semanal
Blog Di√°rio
Interativos e Or√°culos
Vídeos
 
MUNDO
STUM World
Somos Todos Uno
Siamo Tutti Uno
MAIS
Widgets
Celular 3G
RSS
Tablet
Mapa do Site
M√ļsicas
Ajuda
Descadastrar-se
Voltar ao Topo
© Copyright 2000 - 2015 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade
 
© Copyright 2000 - Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade
 
© Copyright 2000 - 2015 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade