O seu Portal de Bem-estar e Autoconhecimento

O Ser Humano e a Busca de Si Mesmo através dos mitos Gregos


:: Maria Aparecida Diniz Bressani ::

O homem sempre buscou entender sua origem. Sempre procurou o sentido de sua existência. De onde vim? Para onde vou? Perguntas básicas que desde sempre ocuparam nossas mentes.

O ser humano √© um ser m√ļltiplo: j√° nos dizia Jung. E antes dele os fil√≥sofos antigos gregos tamb√©m j√° procuravam entender a complexidade do ser humano, sua exist√™ncia e o por qu√™. Antes, ainda, temos a Mitologia Grega, hist√≥rias populares, contadas e reunidas com a inten√ß√£o de explicar e entender a cria√ß√£o do universo, assim como a do homem e o seu desenvolvimento.
Por ser um ser m√ļltiplo e complexo ‚Äď e ainda possuir a capacidade √ļnica de dar significado √† sua pr√≥pria exist√™ncia ‚Äď √© que o homem desenvolveu muitas teorias sobre a cria√ß√£o do universo e de tudo que ele cont√©m e, conseq√ľentemente, sobre si pr√≥prio.

Na idade antiga o ser humano era muito ligado √†s for√ßas da natureza; e a elas estava subjugado. Naquela √©poca, a intera√ß√£o homem‚Äďnatureza era estreita e vivenciada por ele como se ela fosse ‚Äúalgu√©m‚ÄĚ que lhe era superior e a quem devia obedi√™ncia. Em sua complexidade, vivia uma dicotomia: sentia-se ‚Äúfilho‚ÄĚ da natureza, portanto, fazendo parte dela, mas sempre ‚Äúbrigava‚ÄĚ para domin√°-la e sair do sentimento de subjuga√ß√£o que sentia em rela√ß√£o a ela.
S√≥ um par√™ntese: hoje, com todo avan√ßo tecnol√≥gico, ainda percebemos essa dicotomia, pois parte dos seres humanos busca um retorno √† natureza, outra parte ainda ‚Äúbriga‚ÄĚ e n√£o se percebe como fazendo parte dela. Mesmo esse seu retorno √† natureza √© bastante for√ßado e racional, pois sabemos que o ‚Äúbem estar‚ÄĚ do planeta Terra √© fundamental para a nossa sobreviv√™ncia aqui. O homem da idade antiga j√° sabia disso intuitivamente, pois sentia-se mais integrado e fazendo parte da natureza do que n√≥s, homens da modernidade.

Hoje, conhecendo a Mitologia Grega, compreendemos toda a sapiência do nascente de nossa cultura ocidental que nos apresenta a multiplicidade das facetas do ser humano.
O ser humano √© agressivo, mas √© terno; √© destruidor, mas √© construtor; √© gerador de vida, mas tamb√©m o √© da morte; √© sonho, fantasia, por√©m tem capacidade de concretizar; possui necessidade de desenvolver-se espiritualmente, mas tamb√©m precisa cuidar da sa√ļde do seu corpo f√≠sico.
Na Mitologia Grega percebemos, através dos mitos, todas essas partes, atuantes e puras, do ser humano.

Jung entendeu que essas ‚Äúpartes‚ÄĚ seriam o que ele chamaria Arqu√©tipos, ou seja, ‚Äúmodelos de ser‚ÄĚ, pois cada um dos mitos representaria uma faceta do ser humano ‚Äď contendo todos os outros dentro de si, mas que num ‚Äúmix‚ÄĚ individual daria o ‚Äútom‚ÄĚ, pessoal e √ļnico, chamado Indiv√≠duo. Por isso, existe indiv√≠duo mais agressivo, enquanto h√° outro mais terno; ou aquele que √© mais destruidor, quando h√° aquele que √© mais construtor; ou como os artistas, ligados mais √† fantasia. Existem tamb√©m aqueles mais preocupados em concretizar.
Os Arquétipos seriam para Jung o que os Mitos eram para os gregos antigos: forças puras da natureza atuando no ser humano.

A diferença é que para os gregos antigos os Mitos personificavam as forças da natureza com qualidades puras do ser humano, que estavam fora do homem e a quem deviam reverenciar. Já Jung entende que essas qualidades puras estão dentro do ser humano, agindo dentro dele e proporcionando modelos de como atuar em cada papel que representa na vida.
Encontramos portanto nos mito gregos modelos de como ser, segundo Jung. Por exemplo: o deus Marte, deus da guerra, que para os gregos deveria ser reverenciado durante os períodos de conflito para ajuda-los a vencer, seria para Jung - dentro da visão conceitual de Arquétipo - a capacidade do indivíduo de se auto-afirmar para poder assim conquistar o que se deseja na vida.
Os Arqu√©tipos para Jung ‚Äď ou, em uma analogia, os Mitos Gregos ‚Äď s√£o todas facetas do ser humano: cada indiv√≠duo atuando mais com uma do que com outra. Em sua complexidade enquanto ser humano, o indiv√≠duo se identifica mais com uma - ou algumas - de suas facetas do que com outras, atuando e atualizando-as, tornando-se √ļnico na sua express√£o como ser humano.


 
 
Maria Aparecida Diniz Bressani é psicóloga e psicoterapeuta Junguiana,
especializada em atendimento individual de jovens e adultos,
em seu consultório em São Paulo.

Email: mariahbressani@yahoo.com.br
 
 

Veja também mais artigos em Psicologia

Ame sua vida
Sentimentos à flor da pele
O Tempo do fogo...
Saudade que fica de quem j√° se foi...
 
 

Deixe sua opini√£o sobre este artigo

Gostou?
Imprima este Artigo Envie para um Amigo Outros Artigos desse Autor Adicionar aos Favoritos.
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opini√Ķes expressas neste artigo s√£o da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


 
 
 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 53 ‚Äď CHIEN ‚Äď DESENVOLVIMENTO
Os esforços empreendidos de modo gradual produzem resultados mais duradouros. Aja com prudência e não se jogue de cabeça em nenhuma situação. Veja mais.


energia
Runas: Ingwaz
Abuse da versatilidade. Recomece. Concretiza√ß√Ķes. Veja mais.


31
Numerologia: Concentração
O dia pede dedicação ao trabalho, exige atenção e concentração. Muita coisa pode ser conseguida hoje, se direcionar sua energia para projetos tangíveis. Empenhe-se para que seus esforços sejam produtivos. Veja mais.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 
 

+ Lidos na Semana anterior
1. Reprogramar a mente
2. A Oração do Perdão
3. Dezoito apontamentos de esclarecimento consciencial
4. As medidas da sua gostosura!
5. Quando o que liberta prende...
6. O que fazer quando as nossas Verdades Secretas nos incomodam?
7. Carta para um Pai
8. Pais e filhos: como solucionar os conflitos no relacionamento?

 
NOSSO TRABALHO
Quem Somos
Nossa Miss√£o
Cadastro Gratuito
Anuncie no Site
Arquivo
Depoimentos
Colunistas
CATEGORIAS
Almas Gêmeas
Astrologia
Autoajuda
Autoconhecimento
Bem-Estar
Corpo e Mente
Espiritismo
Espiritualidade
Grafologia
Or√°culos
Previs√Ķes
Psicologia
Vidas Passadas
LOJA E Serviços
Clube Profissional
Clube Semestral
Holos
Atendimentos Online
Cursos Online
Eventos
Serviços
Escolas Parceiras
SOBRE O CONTEUDO
Artigos da Semana
Horóscopo Semanal
Blog Di√°rio
Interativos e Or√°culos
Vídeos
 
MUNDO
STUM World
Somos Todos Uno
Siamo Tutti Uno
MAIS
Widgets
Celular 3G
RSS
Tablet
Mapa do Site
M√ļsicas
Ajuda
Descadastrar-se
Voltar ao Topo
© Copyright 2000 - 2015 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade
 
© Copyright 2000 - Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade
 
© Copyright 2000 - 2015 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade