Autoconhecimento Almas Gêmeas AutoAjuda Astrologia Bem-Estar Corpo e Mente Espiritualidade Oráculos Psicologia Vidas Passadas


O Paraiso Pessoal e Você - Um Fluxo em Sintonia  

O Paraiso Pessoal e Você - Um Fluxo em Sintonia


por Marcelo Hindi

Temos a impressão de que vivemos uma história contínua e somos os mesmos, dia após dia, e para isso há provas até: conservamos os mesmos hábitos, percebemos os mesmos eventos da mesma maneira, encaramos os mesmos problemas, como se a nossa história se repetisse periodicamente, com um quê de "eu já vi esse filme". E é exatamente essa situação que dá a pista de que vivemos a repetição de certos aspectos, como os filtros que usamos para entender a realidade e o modo com que nos relacionamos com a realidade, mas os fatos não são necessariamente os mesmos e nós. Convoco sua máxima atenção para o fato a seguir, não somos os mesmos: a cada momento somos uma nova possibilidade efetivada no Todo.

Nós vivemos modificações constantemente, nossas vidas fluem e nós fluímos em nossas vidas, com muitos sobressaltos, concordo, mas fluímos dia após dia, num tempo em que a cada segundo é revelado um novo momento, uma nova oportunidade, assim como o segundo passado resta como uma lembrança, afinal, já não volta mais.
Nossos corpos mudam, nossas percepções estão predispostas à mudança - ainda que comumente nos agarremos a alguns hábitos e referências, como a folha que se prende a uma pedra, interrompendo seu fluxo nos rios por onde segue. Além disso, nossa capacidade de adaptação à dinâmica dos acontecimentos (enquanto fluímos com as águas da vida) é dotada de plasticidade e capaz de se remodelar. Conscientes disso, podemos escolher: resistir, conservar, relaxar, transformar e etc.

A vida flui, e podemos considerar em um todo infinito, que experienciamos um segmento finito de percepção chamado vida. Este é marcado pelo nascimento e pela morte, por isso mesmo é um pequenino trecho do rio, que já fluía antes de nós e que continuará fluindo depois de nós. Continuaremos seguindo com o rio ao final do nosso trajeto atual (vida)? O que ocorre depois? Qual o propósito da existência, do fluxo? Acredito que somos eternos, porém, essas e tantas outras perguntas podem ser tratadas em outros momentos em nossas conversações e textos, e, no presente, vamos destacar a experiência de vida contida nesse segmento, afinal, antes de refletirmos sobre se há vida depois da morte, cuidemos e zelemos pela vida antes dela.

Esclarecendo o que muda e o que não muda: há um fluxo infinito que é contínuo enquanto movimento inteligente, e no qual estamos inseridos de algum modo, e em parte, destacadamente como um segmento finito chamado vida. Esta, enquanto movimento e dinamismo entre causas e efeitos, também é algo contínuo. Então, o que não é contínuo? Nós - enquanto experiência ou percepção - não somos contínuos; a cada instante, como já mencionei, somos a efetivação de uma nova possibilidade no Todo.

A utilidade que podemos atribuir a essas informações é gigantesca: adequadamente personificados como folhas que se movem nas águas da vida e seguem o fluir do rio, podemos utilizar essa metáfora para compreender toda sorte de sofrimento e êxtase que experienciamos. Para isso, basta que aprendamos a assimilar os movimentos de resistência e entrega, assim como os de conservação e transformação -dentre outros- como possibilidades escolhidas para resignificar cada tempo e fato com os quais nos deparamos. Além disso, a percepção de cada momento como a efetivação de uma possibilidade, nos informa que o ilimitado é realizável, contanto que associemos nossa vontade, ações conscientes, sobriedade nas escolhas, disposição para o aprendizado constante e perseverança.

Pode parecer difícil em um primeiro momento, mas, em síntese, é verdadeiramente simples e de grande-valia utilizar essas percepções em nossas vidas, e se preciso for, pode ser repetida a leitura desse texto - se percorridas essas linhas como a aventura de um desbravador audacioso (você, querido leitor) - ficará bastante simples e praticável o que proponho.

A magia e a beleza estão na utilidade que cada um encontra para realizar da sua própria viagem pelas águas da vida, uma experiência realizadora e adorável. Lembre-se de que você é uma possibilidade que se concretiza a cada agora (momento presente); considere que exatamente nesse instante estamos fluindo com o rio, e que podemos escolher como entender cada acontecimento com que nos depararmos: podemos resistir, podemos nos entregar ao fluxo em confiança à própria vida, podemos conservar ou transformar um modo de perceber os fatos e também podemos desconfiar da repetição -daquele tipo familiar "já vi esse filme"- por exemplo, quando parece que um problema se repetiu, em que é possível que não sejam os vilões e sim nossa ideia a respeito da vilania que retorna à pauta, e, finalmente, podemos ser co-construtores do nosso próprio destino.

Nossa percepção do fluxo pode parecer contínua, mas cada momento é único e nossa percepção pode se revelar inigualável e transformadora. O paraíso prometido não está em um futuro distante; a bem-aventurança não consiste somente de uma promessa para além do espaço-tempo presente: a bem-aventurança e o paraíso pessoal residem em sua própria realidade interior, no cerne do EU, e está apenas à espera de que sua vontade concretize aquilo que já é seu por direito.

Um abraço
Marcelo Hindi - Psicoterapeuta Holístico

Texto revisado

 

por Marcelo Hindi   
Marcelo Hindi é Psicoterapeuta Holístico, Website: www.terapiaviverbem.com.br , Contato: 11 8302-2001 , Facebook: http://www.facebook.com/HindiTerapeuta
Lido 5290 vezes, 98 votos positivos e 1 votos negativos.   
E-mail:contato@terapiaviverbem.com.br
Visite o Site do autor


 

Veja também mais artigos em Corpo e Mente

Fluir
Reino Dividido
Qual é o rumo da minha vida?
Por que eu sou assim?
 
 

Deixe sua opinião sobre este artigo

Gostou deste Artigo?
Sim Não    
Imprima este Artigo Envie para um Amigo Outros Artigos desse Autor Adicionar aos Favoritos
© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
 
 

Energias para Hoje
ernegia
I-Ching:
54 - KUEI MEI – A JOVEM QUE SE CASA
Evite qualquer decisão ditada pela paixão.


ernegia
Runas: Tiwaz
Remoção de obstáculos, vitória através de lutas.


24
Numerologia: Equilíbrio
Procure estabelecer um ritmo harmônico em sua vida, evite precipitações e correrias e arrume tempo para dedicar-se aos que ama dialogue, faça trocas pratique a compreensão.


Louise Hay fala sobre problemas com Sangue
Representa alegria fluindo livremente pelo corpo. Clique e veja mais!






 
NOSSO TRABALHO
Quem Somos
Nossa Missão
Cadastro Gratuito
Anuncie no Site
Arquivo
Depoimentos
Colunistas
CATEGORIAS
Almas Gêmeas
Astrologia
Autoajuda

Autoconhecimento

Bem-Estar
Corpo e Mente
Espiritualidade
Oráculos
Psicologia
Vidas Passadas
LOJA E SERVIÇOS
Clube Profissional
Clube Semestral
Holos
Atendimentos Online
Cursos Online
Eventos
Serviços
Escolas Parceiras
SOBRE O CONTEUDO
Artigos publicados
Horóscopo Semanal
Blog Diário
Interativos e Oráculos
 
MUNDO
STUM World
Somos Todos Uno
Siamo Tutti Uno
MAIS
RSS
Tablet
Widgets
Celular 3G
Mapa do Site
Edições anteriores
Músicas
Ajuda
Descadastrar-se
Copyright 2000-2014 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS