Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade



Quem foi você em vidas passadas?  
Home > Autoconhecimento
Quem foi você em vidas passadas?

por Flávio Bastos


As regressões de memória, realizadas por terapeuta habilitado e preparado, servem para acrescentar importantes informações ao processo de autoconhecimento da pessoa e para obter respostas vinculadas à dor psíquica ou física que é o principal objetivo desta técnica associada à psicoterapia.

A informação advinda desta busca, relacionada à identidade da pessoa, torna-se importante à medida que reforça aspectos comportamentais, sejam positivos ou negativos e que são reproduzidos na vida atual.

Costumo dizer aos meus pacientes, que "somos a consequência do que fomos", ou seja, dados pessoais como nome, nacionalidade, profissão, estado civil etc., por pertencerem ao âmbito da curiosidade, tem pouca ou nenhuma importância para o processo terapêutico. O que mais conta são os aspectos comportamentais ligados aos sentimentos, emoções, experiências de vida e visão de mundo, associado à sensação de felicidade possível ou de infelicidade, pois estas sensações estabelecem sincronia com as queixas, dúvidas ou expectativas que as pessoas levam para o consultório de psicoterapia.

Por exemplo: muitos traumas psíquicos se encontram fixados no histórico pessoal de outras vidas, e estas experiências quando associadas a novas experiências de similar impacto emocional, potencializam-se, provocando mais dor e sofrimento à pessoa.

Em muitos casos, o estresse experimentado na vida presente, é a "gota" que faltava para transbordar o "copo" do desequilíbrio psíquico-emocional, sintonizado a fatos da infância e de vidas passadas.

Vários casos de depressão, pânico e fobia, estão sintonizados a eventos traumáticos do passado, e somente a técnica regressiva de memória poderá estabelecer ligações e trazer à luz da consciência, informações detalhadas a respeito dos fatos enquanto consequências danosas à saúde psíquica da pessoa.

Por outro lado, um fato que tem me chamado atenção ao longo destes anos de prática regressiva: o senso de justiça e a percepção da verdade inseridas na experiência vital representam um desafio presente nas regressões a vidas passadas, onde as escolhas de vida determinam se o caminho percorrido por aquele espírito encarnado foi mais ou menos iluminado por valores, que quando praticados, acrescentam no processo evolutivo do indivíduo.

Em artigo publicado no STUM, eu batizo a verdade de "elo perdido" que necessita ser resgatado para acrescentar qualidade no autoconhecimento: 
Embora incompreendida e maltratada, a verdade de cada um sobrevive com o passar dos séculos, à espera de contato íntimo para que a essência se realize em sua plenitude. Mentes confusas e comportamentos doentios, que bloqueiam o desenvolvimento integral do indivíduo, revelam nos bastidores dos desequilíbrios psíquico-espirituais o desvio de rumo em relação a si mesmo, o que afasta o ser dotado de excepcional capacidade de expansão da consciência da possibilidade do encontro com o seu verdadeiro eu. 
Nesta procura, a pesada bagagem de vidas passadas deve ser aliviada pela compreensão daquilo que carregamos através do modelo emocional-comportamental que torna-se crônico com o passar do tempo. Ou seja, o mal-estar existencial que sentimos hoje é consequência de algo não resolvido em vivências anteriores a atual, que acumula na bagagem e transforma a sensação de desconforto em desarmonia do corpo e da alma.

Neste ato contínuo decorrente de atos pretéritos, o ser que desperta para o potencial interior interliga as suas experiências de forma mais focada, orientado pelo instrumento da verdade e senso de justiça, o que o torna cada vez mais lúcido em sua caminhada evolutiva.

Somos agentes de nossos próprios destinos, isto é, hoje somos a consequência de ontem, e essa maravilhosa dinâmica existencial nos informa que a felicidade possível depende de nós mesmos, ou de como processamos as nossas escolhas de vida. Contudo, a simbiose: eu + mundo + universo, não estará completa se não acrescentarmos um quarto elemento nessa fórmula, o "ele" ou o "outro", nosso semelhante que compartilha medos, angústias, expectativas e verdades nessa longa jornada.

Para o psicoterapeuta que trabalha com a realidade interdimensional de seu paciente, existe uma certeza: o lado obscuro da mente é aquilo que negamos como verdade, mas que pode ser revelada à medida que o indivíduo elabora e se conscientiza do processo causa-efeito de seus desconfortos psíquicos. São "pequenas verdades", que ao longo do tratamento, acendem a luz interior no sentido da autocura.

O desafio na direção da verdade de cada um é uma incursão na área mais sombria do ser humano, que guarda segredos e protege o indivíduo de reexperimentar sensações de dor e sofrimento acumuladas ao longo de sua história. Portanto, sob o ponto de vista da individualidade, a verdade de cada um é única e intransferível, mas se aproxima do outro no que diz respeito às características humanas. Nesta direção, é impossível dissociar a verdade individual da verdade coletiva, pelo fato de nossas expectativas de presente e futuro se assemelharem e interdependerem no sentido de sua realização.

Portanto, o nosso real compromisso é a construção de uma base sólida, aliviando o pesado fardo que carregamos durante a trajetória existencial do espírito.
É substituir as más intenções e atos acumulados, por intenções e atos que elevem a alma e tragam leveza no ser e no existir entre semelhantes. Mas para tal é imprescindível que tenhamos a consciência de que somos arquipélago rodeado por um imenso oceano de descobertas e possibilidades. Um oceano mais do que receptivo, um oceano convidativo e aberto a quem tem um real e verdadeiro compromisso com a vida.

okss

Publicado em 3/22/2017



Compartilhe

Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia. 
E-mail: flavio01bastos@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 55 – FENG – ABUNDÂNCIA
Dia favorável para realizar coisas importantes e úteis para si mesmo e para os outros. Aproveite o momento.


energia
Runas: Berkano
Fertilidade, crescimento de situações estagnadas.


27
Numerologia: Plenitude
Dia para concluir tudo que for possível e planejar metas futuras. Combata qualquer sensação de derrota e cultive o otimismo e a autoconfiança. Aja de boa vontade e não deixe que o dia termine antes de resolver conflitos.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 

+ Lidos da Semana anterior
1. Como fazer um homem ficar obcecado por você...
2. A Oração do Perdão
3. Como saber quando alguém não está tão a fim de você!
4. Os quatro elementos no mapa astrológico
5. Quer alcançar seus objetivos? Invista em autoconhecimento!
6. Limão para tratar o Sistema Digestivo
7. Meu problema é que sou sincera demais!
8. A quem você deseja agradar?


 
© Copyright 2000 - 2017 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade