Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade



Em busca da mente serena  
Home > Autoconhecimento
Em busca da mente serena

por Flávio Bastos


"Penso noventa e nove vezes e nada descubro; deixo de pensar, mergulho em profundo silêncio e eis que a verdade se me revela". (Albert Einstein)

Segundo os dicionários, a ausência de barulho chama-se "silêncio", que significa paz, sossego, calma, quietude, tranquilidade. Tranquilidade, por sua vez, é sinônimo de serenidade. Dessa forma, fecha-se um círculo imaginário de conceitos afins que sintetizam uma pequena parcela da experiência humana sobre a face da Terra.

No entanto, a experiência relacionada ao silêncio não foi suficiente para despertar no homem o seu profundo significado ainda desconhecido para a maioria da população terrestre.

Confundido com inércia, solidão, escuridão, isolamento, entre outros conceitos afins, o homem de todos os tempos demonstrou medo de envolver-se naquilo que subjetivamente ele considera as "armadilhas" do silêncio, preferindo preencher a sua mente com os afazeres do dia em convívio com os ruídos que emanam do burburinho humano.

O homem civilizado, morador de grandes centros urbanos, sabe muito bem o que é viver rodeado de barulho por todos os lados. Essa condição encontra-se incorporada ao seu modus vivendi, influenciando nas relações familiares, sociais e profissionais.

Com a inexperiência na relação com o silêncio, o homem moderno perde em qualidade de vida, pois perde uma ótima oportunidade de investir em si mesmo através do autoconhecimento.

Nesse sentido, por ser inadaptado à ausência de barulho, o homem ocidental não se sente à vontade quando tem a oportunidade de voltar-se para si mesmo e estabelecer contato com a sua natureza transcendental.

O medo do silêncio, inconscientemente associado à morte, cria um tabu difícil de ser apagado do inconsciente coletivo, fazendo do cidadão urbano um dependente psíquico do barulho.

Contudo, não há condicionamento que seja eterno, pois a história da humanidade é repleta de transformações e mudanças nas áreas do conhecimento e do comportamento.

A ciência, por exemplo, já admite a influência da prece e da meditação na recuperação de pacientes em tratamento médico. A espiritualização do indivíduo, baseada em práticas que exigem a introspecção e o silêncio como forma de conectar-se às dimensões mais elevadas de nossa consciência, começa a ganhar adeptos também no mundo ocidental.

Aos poucos, o homem do terceiro milênio, desprende-se do medo de encontrar no silêncio as suas próprias verdades. De inimigo oculto que se escondia nas sombras de uma dimensão desconhecida, o silêncio surge para fazer parte da vida do homem moderno como uma necessidade inquestionável.

Da mesma foma que as pessoas falantes ou os aparelhos de televisão e rádio comunicam, o silêncio também comunica. Basta estarmos perceptivos e receptivos ao seu contato que requer uma mente quieta para elaborar as sutis informações que recebemos de outras dimensões da natureza humana.

Quando elevamos a nossa sintonia através da energia amorosa que constrói, cura e liberta, o resultado dessa atitude consciente torna-se terapêutico e de efeito relaxante.

A terapia do silêncio é milenar, e os orientais sabem disso, tanto que até hoje a meditação é muito difundida entre eles. Cabe ao homem ocidental seguir o exemplo oriental adaptado ao século 21. A terapia do silêncio ensina-nos a ser mais humildes, tolerantes e verdadeiros uns com os outros, enquanto a convivência com o barulho, o frenético rítmo do cotidiano e a competitividade, influencia-nos a ser mais espertos, intolerantes e dissimulados nas relações interpessoais.

A mente serena, mesmo em meio a agitação do mundo moderno é indicativo de saúde integral, onde a espiritualização ocupa o seu espaço e qualifica a existência humana através do silêncio como inestimável aprendizado para a vida.

www.flaviobastos.com

Publicado em 26/05/2011



Compartilhe

Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos realizados: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Eteriatria Quântica, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia. 
E-mail: flaviolgb@terra.com.br
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 42 – I – AUMENTO
Momento de crescimento, que significa melhora não só no aspecto material mas também no espiritual. Ele acontece quando as ações e, acima de tudo, os sacrifícios são feitos em favor dos outros.


energia
Runas: Eihwas
50% já está conquistado, o resto e com você. Aja!


22
Numerologia: Idealismo
Dia para dedicar-se a obras que beneficiem todos ao seu redor. As atitudes devem ser abrangentes enfocando grupos de pessoas. Mantenha os pés firmes no chão e aja de forma a melhorar as coisas para os outros.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 

+ Lidos da Semana anterior
1. Como fazer um homem ficar obcecado por você...
2. Como saber quando alguém não está tão a fim de você!
3. 3 estratégias para deixar um homem completamente apaixonado por você!
4. As 70 palavras mágicas que começam com P - Parte 2
5. Limão para tratar o Sistema Digestivo
6. Quem procurar quando não estou bem?
7. Não existe coincidência no universo
8. 3 hábitos que você precisa eliminar agora se deseja ser feliz no amor!


 
© Copyright 2000 - 2017 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade