Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade



Desacelerar para arrumar!  
Home > Autoconhecimento
Desacelerar para arrumar!

por Paulo Salvio Antolini


Também poderíamos dar o título de “Roda viva”, ou seja, aquela situação que gira, gira e não nos dá muito espaço para alterarmos o rumo das coisas. Há situações em nossas vidas que, após iniciadas, seguem mesmo contra nossa vontade. E aqui já se comete o primeiro engano: “Contra a nossa vontade”.

Eis o relato de uma pessoa: "Certa noite cheguei em casa e me deparei com o carro do vizinho fechando minha garagem. Como chovia muito, buzinei várias vezes até ele sair. A partir de então só discussões. Ele se sentiu ofendido por eu não ter tocado a campainha". Ficou claro que chegar ou sair de casa passou a ser um momento de tensão, pois quando se encontravam o vizinho fazia comentários ríspidos. Às vezes um mal entendido gera um mal-estar que, se não interrompido, terá continuidade desnecessária. A pessoa conseguiu interromper esse ciclo, não mais respondendo às provocações, apenas dizia um “bom dia” ou “boa noite”. Disse que sua maior dificuldade foi não revidar, pois exigiu grande autocontrole, principalmente, desprender-se do orgulho.

O desacelerar foi interromper o “combustível” que eram as respostas dadas às provocações, mesmo o outro continuando. Veio a fase de só o vizinho, depois o dele não falar e também não responder os cumprimentos e, atualmente, até trocam algumas frases cordiais.

Eis outro caso. Gerente de uma próspera indústria, era sempre criticado por seu diretor imediato que desejava sua função para alguém de seu círculo de amizades, apenas não podia ser direto na substituição porque o diretor geral da unidade sabia da competência do atual gerente.

Esse gerente foi percebendo que a situação não iria mudar. Inconformado, inicialmente, procurou a terapia visando descobrir uma forma de lidar com a situação. Foi quando descobriu que se quisesse uma mudança, ela teria que ser sua. Inicialmente, com tristeza, mas na sequência se animando, pois descobriu que o mercado de trabalho existia, passou a buscar uma nova colocação. De imediato, cortou todos os gastos menos necessários, não trocou o carro como era seu plano, adiou a viagem à Disney e foi então chamado para outra empresa. O salário era inferior ao que ganhava, no entanto, havia condições de crescimento. Aceitou e então pediu demissão de onde estava. O desacelerar nesse caso foi o adiar planos que exigiriam sua permanência no emprego em que estava, pois teria que arcar com os gastos. Ao fazê-lo pode alterar o rumo dos acontecimentos, não ficando à mercê da vida.

Quantas vezes as pessoas ao enfrentarem situações que lhes são aversivas permanecem nelas, achando que essas situações é que têm de mudar. Não observam os fatos de que não há nada que possam fazer para desencadear essas mudanças e, mesmo assim, continuam insistindo, reclamando, sendo infelizes e não fazem uma pausa para perceberem que, se querem mudanças, depende apenas de cada uma.
Não é possível ocorrer mudanças externas sem que antes tenha ocorrido mudanças internas. Identificou situações que desagradam, que incomodam, que não constroem e que não podem ser deixadas abruptamente, então use o “desacelerar para arrumar”! É uma transformação gradual, porém, eficaz. Também exige o desprendimento do imediatismo.

Nas coisas mais simples isso pode ser aplicado. Uma gerente estava sendo cobrada constantemente por não ter ainda revisado todas as pastas de documentos de um arquivo. Segundo ela, eram mais de quinhentas pastas e precisaria de mais de um mês seguido para fazê-lo. Sugeri a ela que estipulasse olhar um número de pastas por dia. Em menos de três meses, ela já tinha revisado mais de trezentas pastas. “Quando você me falou para estipular um pouco por dia, eu desacelerei, pois não seria nunca possível ficar afastada de minhas funções por prazo tão longo”.

Para tudo que queremos podemos nos preparar. A criança vai à escola para que um dia esteja apta a fazer uma cirurgia cerebral ou dirigir um foguete. Desacelerar significa fazer o que precisa ser feito sem querer que aconteça com um simples estalar de dedos.

E lembre-se: A vida só muda se você mudar!

Texto Revisado




Compartilhe

Autor: Paulo Salvio Antolini   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   
Publicado em 8/28/2017

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 54 - KUEI MEI – A JOVEM QUE SE CASA
Evite qualquer decisão ditada pela paixão.


energia
Runas: Tiwaz
Remoção de obstáculos, vitória através de lutas.


24
Numerologia: Equilíbrio
Procure estabelecer um ritmo harmônico em sua vida, evite precipitações e correrias e arrume tempo para dedicar-se aos que ama dialogue, faça trocas pratique a compreensão.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 

+ Lidos da Semana anterior
1. Como fazer um homem ficar obcecado por você...
2. Aniversário do Brasil 2017: o que vem por aí?
3. A Importância da Data de Nascimento
4. Guia dos Cristais e seus Poderes Curativos
5. Como saber quando alguém não está tão a fim de você!
6. As Profecias de Chico Xavier
7. Mulheres amadas e Homens admirados: a engrenagem que funciona!
8. Limão para tratar o Sistema Digestivo


 
© Copyright 2000 - 2017 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade