Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade



Como a culpa sabota os relacionamentos e a sua vida  
Home > Autoconhecimento
Como a culpa sabota os relacionamentos e a sua vida

por Andre Lima


Atendi uma cliente que se sentia muito culpada por ter acabado um relacionamento há alguns anos. Vamos chamá-la de Sônia (nome fictício). Sentia na época que realmente não gostava do rapaz e que essa era a melhor decisão a ser tomada. Entretanto, por se tratar de uma pessoa muito boa e que gostava bastante dela, Sônia sentia culpa pelo sofrimento causado ao ex-namorado. Ao terminar o namoro, em tom de mágoa, o rapaz falou que ela nunca conseguiria ser feliz com ninguém.

A mãe dela também gostava muito do rapaz e ficou com raiva e decepcionada com a filha pelo término do relacionamento. Também afirmou, por várias vezes, que Sônia nunca seria feliz com ninguém. Como consequência, surgiu uma intensa culpa: culpa por ter causado sofrimento ao rapaz, culpa por ter decepcionado à mãe e também ter lhe causado sofrimento.

Sônia desejava casar e ter filhos. Cinco anos se passaram. Entrou em três relacionamentos que não deram certo. Estranhamente, sentia que escolhia pessoas que ela no fundo sabia que não ia dar em nada a relação. Isso gerava frustração por não conseguir realizar o seu desejo. E a cada relacionamento desfeito, sua mãe reforçava: "Está vendo? você nunca vai ser feliz com ninguém, não deu valor àquele rapaz que era tão bom, olha aí o resultado, você está pagando agora".

Sônia sentia como se realmente estivesse pagando por algo e se perguntava até quando duraria aquele castigo. Enquanto isso, o rapaz já havia se casado e construído uma família.

Essas escolhas equivocadas de Sônia faziam parte de um processo de autopunição. A culpa a fazia sentir como se fosse uma pessoa muito má. Surgiu, então, o sentimento de que ela realmente jamais seria feliz com alguém, pois no fundo achava que não merecia. Essa força negativa inconsciente influenciava suas escolhas de uma forma profunda.

Quando nos sentimos culpados, de forma inconsciente, vamos buscar maneiras de punir a nós mesmos através de processos de autossabotagem. O castigo parece que vem de fora. Parece "karma", azar, coincidência, ou resultado da praga da mãe e do ex. Mas, na verdade, é a própria pessoa, de forma inconsciente, agindo de uma forma  que leva as coisas a darem errado.

Além de agirmos de forma sabotadora, também atrairemos situações negativas ao guardarmos maus sentimentos. O castigo só acaba quando há uma dissolução total da culpa e atingimos um estado de autoperdão.  

Enquanto essas emoções ficam guardadas no nosso inconsciente, nossos comportamentos são afetados. Às vezes, conseguimos enxergar comportamentos destrutivos, mas, mesmo assim, não conseguimos agir diferente. É a força emocional agindo por trás, mais forte do que a parte racional. Em outros casos, sutilmente agimos e fazemos escolhas que levam a resultados negativos e não percebemos.

Fica muito óbvio que acumular sentimentos de culpa é extremamente prejudicial. A tortura de guardar esse sentimento já faz parte do processo de autopunição. Muitas pessoas se sentem tão culpadas que não se permitem curar a culpa por achar que precisam guardar esse sofrimento para pagar pelo que fizeram. Elas deixam de buscar ajuda ou podem abandonar um trabalho terapêutico que tenha o poder de libertá-las. Essa autopunição pode durar uma vida inteira.

Que culpas você vem acumulando desde a sua infância? Culpa por ter sido injusto com alguém; por ter acabado um relacionamento; por não ter sido um bom filho; por não ter sido um bom pai/mãe; por ter sido cruel com alguém; por ter praticado bullying; por achar que permitiu um abuso sexual na infância; por ter praticado um aborto; por ter traído alguém no passado; por ter perdido uma oportunidade profissional; por ter escolhido uma carreira equivocada; por ter provocado um acidente; por ter causado algum trauma em alguém etc..

E de que forma será que você vem se punindo? Deixando passar oportunidades profissionais; criando um vida de muito trabalho; entrando em relacionamentos destrutivos; deixando de cuidar da saúde; comendo coisas que fazem mal ao seu corpo; bebendo em excesso; não se sentindo merecedor de uma vida mais confortável; bloqueando a sua criatividade; sabotando seus projetos pessoais... São muitas as maneiras que usamos para nos prejudicar.

Trabalhei com Sônia utilizando a *EFT (técnica para autolimpeza emocional, veja como receber um manual gratuito no final do artigo) para dissolver os sentimentos de culpa e não merecimento de um bom relacionamento. No final da sessão, ela relatou um alívio profundo, uma sensação de esvaziamento emocional completo. Investigamos detalhadamente as emoções e ela já não conseguia mais encontrar sentimentos negativos. Surgiu a sensação de compreensão de si mesma, compreensão e aceitação com relação às atitudes da mãe e do ex-namorado, e um estado de autoperdão.

Livre da culpa, certamente suas escolhas nos próximos relacionamentos serão bem mais saudáveis. Espero ouvir boas notícias de Sônia em breve. Recomendo que você utilize a autoaplicação da  EFT para se libertar das culpas que vêm carregando do passado. Torne sua vida mais leve e produtiva eliminando essa pesada carga emocional.

André Lima - EFT Practitioner. *EFT - Emotional Freedom Techniques - É a autoacupuntura emocional sem agulhas. Ensina a desbloquear a energia estagnada nos meridianos, de forma fácil, rápida e extremamente eficaz, proporcionando a cura para questões físicas emocionais. Você mesmo pode se autoaplicar o método. Para receber manual gratuito da técnica e já começar a se beneficiar, acesse:http://www.eftbr.com.br/manual-gratuito.asp e baixe o seu manual. 

Texto revisado

Publicado em 5/20/2013



Compartilhe

Autor: Andre Lima   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 31 – HSIEN – A INFLUÊNCIA
Momento de harmonia em que todas as forças do Universo participam do mesmo impulso de atração. É bom manter-se aberto e disponível para dar e receber.


energia
Runas: Odim
Dia para meditar. Autotransformação e evolução.


29
Numerologia: Receptividade
O dia hoje é para acordos. Desculpe-se se for necessário, mantenha a mente voltada para a solução de pequenos desentendimentos. Pratique a conciliação.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 

+ Lidos da Semana anterior
1. A sua vibração cria a realidade
2. Como fazer um homem ficar obcecado por você...
3. Como saber quando alguém não está tão a fim de você!
4. Atravessar a dor sem deixar-se capturar por ela
5. As 70 palavras mágicas que começam com P - Parte 2
6. Limão para tratar o Sistema Digestivo
7. Os nossos valores
8. Quem você pensa que é?

Faça parte do PDA

 
Voltar ao Topo
Siga-nos
Facebook Twitter Instagram Gogole Plus Youtube
Somos Todos Um é um parceiro do iG Delas
© Copyright 2000 - 2017 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade