Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade



Amor é para ser compatível  
Home > Autoconhecimento
Amor é para ser compatível

por Andrea Pavlovitsch


Nos filmes, tudo parece perfeito: mocinho e mocinha se conhecem em circunstâncias inusitadas. Apaixonam-se à primeira vista por uma coincidência do destino. Eles se estranham no começo, mas depois o coração fala mais alto do que uma única diferença/impedimento que existe, que se resolve ao longo da trama. No final, sempre tem uma cena romântica no aeroporto/ porto/ táxi e eles decidem que, apesar de incompatíveis, amam-se e vai dar tudo certo.
Fim. Nunca se perguntou por que as comédias românticas nunca têm sequência? Como o filme “Meu Primeiro Amor 2” que mostra a menina se apaixonando por outro menino. Espera! Isso não seria meu segundo amor? (se não assistiu, nem perca seu tempo).
As comédias românticas, as novelas e principalmente os contos da Disney não têm sequência. A princesa casou com o príncipe, legal. E aí, o que rolou depois? Eles não fazem porque, na verdade, ninguém quer saber da realidade.

Nossa visão de amor romântico vem de longa data, mas se exasperou com a Disney e suas princesas encantadas em busca do amor verdadeiro. Por mais que você diga que sua mãe nunca leu “A Bela Adormecida” para você dormir, isso não interessa muito. Porque o paradigma ficou na cabeça de cada um nós, como uma verdade suprema e inteligente.
Ninguém se pergunta se é isso mesmo? Se o amor é mesmo abdicar, abrir mão, morar em outro reino, deixar de ser uma coisa para ser outra?

Eu pensava que esse era um “mal” somente das mulheres, mas vejo que muitos homens ainda acreditam nisso. Confundimos amor com desejo, atração sexual, por exemplo. Queremos ser as mocinhas e os heróis dos filmes, sempre deixando claro que o amor só é impossível para quem não for atrás dele, assim com a fúria de um Thor. E no final, o que vemos, são legiões de pessoas absolutamente frustradas, procurando um Santo Graal que simplesmente não existe.

As pessoas são só isso mesmo, pessoas. E por mais que sintamos nosso coração pulsar por aquele "boy magia" que trabalha na sala ao lado, ainda tem uma mente mandando em tudo. Sim, a atração é real e, muitas vezes, o sentimento também. Mas até que ponto vale a pena abrir mão de paz de espírito, por exemplo, para se encaixar numa realidade com alguém apaixonante, mas incompatível?

Minha mãe, na minha adolescência, me falou uma frase cruel, mas muito elucidativa. Ela tinha uma amiga chamada Beth que tinha se casado, anos antes, com o grande amor da sua vida. Na ocasião, nem sei por que, minha mãe, que não a via desde o casamento, conseguiu seu telefone e combinou de visitá-la. Fui junto.
Quando chegamos a uma casa fria e escondida numa vila da periferia, vimos uma mulher de cabelos loiros, com a raiz toda por fazer, fumando um cigarro na porta. Ela não via um pente há tempos e já vi moradoras de rua mais bem vestidas. Ela tinha um ar triste, melancólico e, descobrimos depois, sofria de depressão.
Minha mãe saiu de lá chocada e me contou que ela tinha se casado com o homem da vida dela. Que ela teve um casamento dos sonhos, o vestido de noiva mais bonito que ela já vira e quase 400 convidados comendo coquetel de camarão ao som de YMCI. O que tinha dado errado?
“O amor não é tudo”, disse a minha mãe, na sabedoria de quem não tinha realizado o mesmo feito, mas tinha um casamento feliz, uma boa casa, filhos legais (eu incluída) e zero depressão.
Pode parecer cruel, mas amor não é uma casinha branca e uma cerca. Amor é algo que vai sendo construído com uma pessoa com quem sejamos verdadeiramente compatíveis. Alguém que tenha os mesmos valores. Alguém que goste de coisas parecidas ou, pelo menos, saiba respeitar as suas escolhas. E, principalmente, amor no sentido romântico, não é tudo.
Não adianta esperar o cara casado se separar para ficarem juntos. Isso até acontece, mas é bem raro. Não adianta querer que ele ou ela mudem seu jeito “explosivo” ou que passem a ser pessoas mais bem resolvidas que isso não vai acontecer, a não ser que a pessoa realmente queira. E, principalmente, não desperdice a sua vida com alguém que foi muito claro em dizer “eu não te quero”. Isso é só uma maneira de manter a mente, extasiada por esses paradigmas holiwoodianos, dentro de um cercadinho de infelicidade.
Amor é para ser compatível e, não, não é para ser cego. Felicidade é algo que você constrói em você e para você e não tem nada a ver com o quanto de amor alguém pode ou não lhe dar. Vamos limpar a cabeça e ser verdadeiramente felizes. Mais amor, decente e real, por favor.

Texto Revisado




Compartilhe

Autor: Andrea Pavlovitsch   
Terapeuta porque adora ajudar as pessoa a se entenderem. Escritora pelo mesmo motivo. Apaixonada por moda, dança, canto e toda forma de arte. Adora pão de queijo com café e não pretende mudar o mundo, mas, quem sabe, uma pequena parte da visão que temos dele. Para mais informações: www.facebook.com/andreapavlo www.andreapavlovitsch.com 
E-mail: contato@andreapavlovitsch.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Publicado em 24/08/2017

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 42 – I – AUMENTO
Momento de crescimento, que significa melhora não só no aspecto material mas também no espiritual. Ele acontece quando as ações e, acima de tudo, os sacrifícios são feitos em favor dos outros.


energia
Runas: Eihwas
50% já está conquistado, o resto e com você. Aja!


22
Numerologia: Idealismo
Dia para dedicar-se a obras que beneficiem todos ao seu redor. As atitudes devem ser abrangentes enfocando grupos de pessoas. Mantenha os pés firmes no chão e aja de forma a melhorar as coisas para os outros.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 

+ Lidos da Semana anterior
1. Aniversário do Brasil 2017: o que vem por aí?
2. Como fazer um homem ficar obcecado por você...
3. Como saber quando alguém não está tão a fim de você!
4. Guia dos Cristais e seus Poderes Curativos
5. Você está confuso? Não sabe que caminho seguir? Siga o fio de Ariadne!
6. As Profecias de Chico Xavier
7. Limão para tratar o Sistema Digestivo
8. Até quando vale a pena lutar por um amor?


 
© Copyright 2000 - 2017 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade