Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade



Amor, apego, desejo  
Home > Autoconhecimento
Amor, apego, desejo

por Patricia Marques Barros


Recentemente, assisti a um vídeo (logo abaixo deste artigo) do Lama Michel Rimpoche, intitulado “Quais são as diferenças entre amor, apego e desejo?” Neste artigo, pretendo apenas tecer alguns comentários a respeito dos ensinamentos do Lama.

Segundo Michel Rimpoche, amar verdadeiramente é desejar a felicidade do outro, não importando se o ser amado está ao meu lado ou não, se ama outra pessoa ou não. O amor incondicional não espera recompensa alguma, além da felicidade do outro e da simples alegria de amar. Este é um sentimento muito nobre e puro. Lembrei-me de uma cena do filme “Divã”, na qual o personagem de Lília Cabral agradece ao ex-marido, pois ele quis partilhar a vida com ela e lhe deu dois filhos lindos. Uma atitude muito madura e que é uma demonstração de amor. É preciso sabedoria, maturidade e desapego para reconhecer que em certos casos já passou o período em que um casal deveria permanecer unido. E claro que é possível que um casal decida de forma amigável que cada um deve seguir o seu caminho. Isso é o ideal, não é verdade?

Quanto ao apego, este sentimento está presente se eu não aceito de maneira alguma que o outro se vá. “Não posso viver sem você...” - é uma frase muitas vezes repetida. É claro que existe o apego saudável, pois este sentimento (como todos os outros) tem a sua função. Se uma mãe não sentisse apego em relação ao seu filho, como poderia dar conta da difícil tarefa de criar e educar uma criança? Tudo tem o seu limite, a sua devida medida. Então, como observou Michel Rimpoche, está tudo bem se alguém não quer que o seu companheiro vá embora. Mas é importante que esta pessoa sinta-se completa com ou sem o seu parceiro.


E quanto ao desejo? São tantas as histórias lamentáveis que envolvem a paixão… Mas é claro que o desejo tem a sua função: unir os casais. Então, este sentimento pode ser saudável. A paixão precisa estar presente para que exista o mistério, o encantamento, a poesia, a beleza, o ardor, o êxtase que vem da sagrada energia sexual… Mais uma vez é uma questão da emoção estar presente na justa medida. Sem paixão, um relacionamento pode fenecer. Por outro lado, se uma pessoa for exageradamente apaixonada por outra, isto pode ter uma série de consequências nefastas. Então, é importante que a paixão surja de uma maneira saudável. Se eu me apaixono porque sinto que falta algo em mim e procuro isto no outro, as consequências só podem ser negativas. A carência não traz nada de bom, pelo contrário – só causa sofrimento para mim e para o outro. Mas se a paixão, o encantamento é um transbordar, é a consciência da beleza, da poesia que existe em mim e também no outro, então é diferente. Este sentimento pode levar a um relacionamento em que há o compartilhar, a expansão, o crescimento… Neste sentido, apaixonar-se é ver Deus no outro e deslumbrar-se.
Eu observei que a carência não traz nada de bom, mas preciso fazer uma retificação. Todos nós precisamos de amor. Mais uma vez, é uma questão do sentimento estar presente na justa medida. E é claro que devemos procurar o amor em primeiro lugar dentro de nós mesmos (a única pessoa que tem a obrigação de me amar sou eu... -abro um sorriso ao escrever isto) e na conexão com o amor de Deus. Então, estaremos em contato com a Fonte de provisão infinita. Carência? Não mais! Tenho que sorrir mais uma vez.

Texto Revisado




Compartilhe

Autor: Patricia Marques Barros   
Sou jornalista e advogada. Atualmente sou funcionária pública. Sempre me interessei por questões que envolvem comportamento e o desenvolvimento pessoal. Espero contribuir um pouco para o bem-estar e felicidade de algumas pessoas! 
E-mail: patricia234@ig.com.br
Visite o Site do autor e leia mais artigos.


Publicado em 9/9/2017

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.


 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 42 – I – AUMENTO
Momento de crescimento, que significa melhora não só no aspecto material mas também no espiritual. Ele acontece quando as ações e, acima de tudo, os sacrifícios são feitos em favor dos outros.


energia
Runas: Eihwas
50% já está conquistado, o resto e com você. Aja!


22
Numerologia: Idealismo
Dia para dedicar-se a obras que beneficiem todos ao seu redor. As atitudes devem ser abrangentes enfocando grupos de pessoas. Mantenha os pés firmes no chão e aja de forma a melhorar as coisas para os outros.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 

+ Lidos da Semana anterior
1. Aniversário do Brasil 2017: o que vem por aí?
2. Como fazer um homem ficar obcecado por você...
3. Como saber quando alguém não está tão a fim de você!
4. Guia dos Cristais e seus Poderes Curativos
5. Você está confuso? Não sabe que caminho seguir? Siga o fio de Ariadne!
6. As Profecias de Chico Xavier
7. Limão para tratar o Sistema Digestivo
8. Até quando vale a pena lutar por um amor?


 
© Copyright 2000 - 2017 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade