Artigo de Daniele Alvim: Quem Somos? De onde Viemos? Para Onde Vamos? - Parte II - | Artigos do Clube
 
 
   

Quem Somos? De onde Viemos? Para Onde Vamos? - Parte II

Autor Daniele Alvim - danielealvim@hotmail.com


Esmeralda do Coração: Abertura amorosa

Ao mesmo tempo em que levamos o amor e a atenção à Estrela da Encarnação, à área dourada localizada no hara, começa-se a desabrochar a “rosa” do coração. Este portal, localizado no chacra cardíaco, é um ponto luminoso também chamado de Esmeralda do Coração. Este é um ponto chave de conexão entre as estrelas que estão abaixo do cardíaco e a que esta acima.

Ao ativarmos a energia verde-esmeralda do chacra cardíaco, através da energia rosa do amor incondicional, sentimo-nos conectados com tudo ao redor e assim a sincronicidade começa a operar em nossas vidas. Aquela sensação de estar no lugar certo, no momento certo, fazendo o que desejamos, começa a se tornar realidade.

Começamos a perceber que não há necessidade de fazermos qualquer esforço para obtermos o que almejamos, pois estamos no caminho certo e em sintonia com a nossa própria Verdade. No desabrochar deste processo começamos a compreender melhor a nossa missão e a forma de desenvolvê-la.

Ananda Khanda: Qual a minha missão?

O chacra ananda khanda, localizado do lado direito do peito, na altura da clavícula, é denominado de chacra da individuação e sua vibração é a energia turquesa. Este aspecto da consciência se traduz como a “expressão criativa do coração” e está associado ao processo de individuação da alma, aquela etapa evolutiva da vida em que começamos a nos perguntar: “Qual a minha verdadeira missão”? A ativação da energia turquesa torna a comunicação mais ampla, falando não só à mente, mas ao aspecto sentimental do ser expresso pela alma.

O turquesa também é a comunicação da sabedoria do espírito em sintonia com a sabedoria da alma, trazendo paz à comunicação interna. Neste momento passamos a ouvir e a comunicar a voz de nossa consciência superior acessada por meio da intuição. O contato com a energia turquesa faz soar a nossa vibração particular em ressonância com a Estrela da Encarnação. É o contato com a parte mais autêntica de nosso ser, o verdadeiro Eu, que se expressa de forma singular e criativa no mundo ao se conectar com a sua própria verdade interior. O acesso a essa profundeza do ser é feito pela conexão com a Esmeralda do Coração.

A Estrela da Alma: Para onde vou?

A Estrela da Alma localiza-se acima de nossa cabeça, na região magenta ou 8º chacra. Ao ativamos esta Estrela podemos ter acesso àquelas informações de todas as nossas existências nos mais diversos planetas, sistemas solares e galáxias, assim como acessarmos o potencial do ser plenamente realizado que viremos a ser. É o que se denomina de consciência monádica.

Ao acionarmos a Estrela da Alma, a energia magenta começa a descer pelo oitavo chacra, assim começamos a expressar o amor incondicional concreta e criativamente ao mesmo tempo em que também ativamos a energia turquesa através do chacra ananda khanda. A energia rosa sobe pelo chacra da terra e nutre a estrela da encarnação, encontrando-se com a magenta que desceu pelo oitavo chacra e passou pelo ananda khanda, no centro do Coração.

A consciência magenta é a consciência do amor divino e do amor colocado nas pequenas tarefas do dia-a-dia. Também simboliza o desejo pela perfeição e harmonia. Ao ativamos esta energia, acionamos mais ainda a Estrela da Encarnação e a Estrela da Terra, de forma que as três consciências ali contidas tornam-se uma só. Assim, as missões que desempenhamos como seres humanos, almas e mônadas, também se harmonizam e se fundem, o que significa que neste estágio nos tornamos seres plenamente realizados e passamos a funcionar como verdadeiros focos de consciência individualizada.

As Três Estrelas surgem simultaneamente no momento da concepção e as Estrelas da Alma e da Terra dão suporte ao desenvolvimento da Estrela da Encarnação. A energia amorosa estará sempre presente em todas as etapas de desenvolvimento da consciência, desde a ativação da Estrela da Terra, passando pela Estrela da Encarnação, Esmeralda do Coração, Ananda Khanda e Estrela da Alma.

No contexto de uma Leitura de Aura-Soma pode-se considerar o potencial da Estrela da Encarnação através da análise da cor que aparece na porção inferior do primeiro frasco, a Estrela da Terra na parte superior do mesmo frasco e o potencial de expressão da Estrela da Alma como resultado da mistura das cores da porção superior e inferior do primeiro frasco.

Em nossos próximos artigos falaremos um pouco de cada uma das cores que compõem a aura humana, a influência de sua vibração em nossa consciência e de que forma podemos nos beneficiar delas no dia-a-dia para que possamos ter mais equilíbrio e bem-estar.

Amor e Paz,
Parte 1


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Daniele Alvim   
Daniele Alvim é Escritora, Terapeuta e Professora de Aura-Soma
Visite seu Blog, Twitter e minha comunidade de Aura-Soma no Orkut.

E-mail: danielealvim@hotmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 06/09/2007
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.