A Torre: queda e reconstrução  
   

A Torre: queda e reconstrução

Autor Valéria Centeville - valtvp@gmail.com


A carta da Torre chega até você para falar sobre a necessidade de rever alguma situação na sua vida. Pode ser o trabalho, um relacionamento ou mesmo sua saúde. Você pode estar passando por um momento difícil em que “a casa caiu” ou você sente que ela pode cair a qualquer momento. Ela diz para você olhar para dentro de si mesmo e se conectar com a sua essência divina, buscando orientações do seu Eu Superior.
Você pode ter perdido o seu grande amor, seu emprego, sua saúde ou algo que você considerava muito importante. Talvez esse não seja o seu caso e você pode estar apenas revendo a sua vida, observando quais são as suas necessidades atuais e descartando aquilo que já não lhe serve mais.
Seja lá como for, um raio de luz desce do céu e ilumina aquilo que estava escuro. Você descobre algo inesperado que faz com que você reveja suas crenças, valores e necessidades.
O momento pede para que você tenha calma, respirando fundo e pedindo ao seu Eu Superior para que lhe traga clareza e discernimento. Neste momento, é muito importante confiar em Deus e em si mesmo e lembrar que nada acontece por acaso. Tudo o que chamamos de Mal serve para o nosso aprendizado e para a nossa evolução. Há males que vêm para o bem.
A carta da Torre pede para que você se liberte das ilusões e busque sentir o que é Verdadeiro. Pede para que busque a verdade dentro de si mesmo.
Um relacionamento baseado apenas na paixão e atração sexual não pode durar por muito tempo. Um trabalho que traz sofrimento pra você cedo ou tarde irá fazer com que você caia em depressão. Estresse, tristeza, irritação constante, culpa ou medo frequentes irão trazer doenças para a sua vida. É necessário pensar sobre aquilo que lhe traz felicidade e o que não lhe traz. Desde que nascemos e até mesmo antes do nosso nascimento estamos construindo nossa vida, personalidade e futuro. Se usarmos areia de praia para construirmos um castelo, ele certamente irá desmoronar, mais cedo ou mais tarde.

Da mesma maneira, se construirmos nossa vida baseados em falsidades, competições, orgulho ou vingança, também iremos desmoronar em algum momento, criando uma depressão, síndrome do pânico ou outras doenças. Esse é o caso de uma pessoa que segue uma carreira apenas para alcançar dinheiro e poder, mas que não a realiza com amor porque não tem vocação para esta profissão. É o caso de uma pessoa que se casa apenas por interesse financeiro e não ama seu companheiro ou companheira. Cedo ou tarde, estará infeliz. As cartas do Tarô nos ajudam a olharmos para dentro de nós mesmos e a encontrarmos a nossa Verdade. Através delas, podemos descobrir onde estamos errando e como podemos reconstruir nossas vidas e alcançarmos a Felicidade. O “mal” sempre serve ao bem e, cedo ou tarde, a verdade aparece.
A verdadeira felicidade somente pode ser construída se estiver baseada no Amor. Amor pela profissão, amor por si mesmo, amor pela vida, amor pelo seu companheiro ou companheira. Com amor e confiança em Deus e em si mesmo, tudo se resolve.

A Divindade que existe em mim saúda e honra a Divindade que existe em você!
Namastê!

Gostou? Então você pode curtir e compartilhar!
Fazer o bem sempre faz bem!
Gratidão, paz e luz, Valéria Centeville e Leonel Vicente -Tarólogos e Terapeutas
Consultas presenciais e à distância, via Skype e Telefone. 

Whatsapps: 11 9 8444 9975 e 11 9 9824 2584
valtvp@gmail.com
www.povodooriente.net
www.terapiadevidaspassadas.com

Texto Revisado



Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação:
A Torre: queda e reconstrução
5 1


Autor: Valéria Centeville   
Terapia de vidas passadas. Captação mediúnica. Terapia Reencarnacionista. Terapia Regressiva. Hipnoterapia (hipnose). Terapia Espiritual. Terapia Floral. Canalizações de mensagens dos mentores espirituais. Orientação espiritual. Tarô cigano.
E-mail: valtvp@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 08/01/2018
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2018 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.