Artigo de Andrea Pavlovitsch: Como encontrar o homem (ou a mulher) certo(a) - | Artigos do Clube
 
Como encontrar o homem (ou a mulher) certo(a)  
   

Como encontrar o homem (ou a mulher) certo(a)

Autor Andrea Pavlovitsch - contato@andreapavlovitsch.com


Precisamos entender uma verdade universal: o que soltamos, atraímos de volta. Não tem jeito. As coisas que realmente pensamos sobre nós mesmos, sobre o mundo, aquelas “verdades” nas quais acreditamos, é isso que fará a nossa vida.

Muita gente não entende essa verdade e isso é realmente difícil de captar. Se eu acredito, por exemplo, que todos os homens são galinhas, automaticamente eu atrairei homens galinhas. Não por uma conjunção mágica, mas porque a minha mente só vai reconhecer as tags #homem #relacionamento e #amor, quando vir um que seja galinha. Todos os outros homens que passarem pela minha frente ficarão invisíveis, mesmo que seja um cara legal e que quer algo só com você (e principalmente esses).

Aí você se relaciona, por conta disso, só com homens galinhas. É traída uma vez após a outra e chega à conclusão de que você sempre esteve certa: todos os homens são galinhas. É a tal da profecia autorrealizável.

Assim, nossa mente é como o Google. Dependendo do que colocamos para ela achar, ela acha. Experimente começar a mudar essas crenças ou até a entender de onde elas vieram. Isso, aliás, é bem importante.

No caso da premissa “todos os homens são galinhas” você pode ter ouvido isso aos cinco anos da sua mãe, enquanto ela chorava porque seu pai tinha olhado para a bunda da vizinha. Ou pode ter visto numa novela, que você gostava muito, em que a mocinha chora porque achou que o namorado a traiu com a vilã (que no final das contas armou para ela achar isso). Não necessariamente as nossas “verdades” advém de um trauma de infância, aliás bem poucas vem disso. A maioria é construída com aquilo que lemos, ouvimos e das conversas que temos.

Como é a vida amorosa das pessoas ao seu redor? Você tem só amigas casadas e felizes? Ou até solteiras bem resolvidas? Como foi o casamento dos seus pais ou cuidadores? Com que tipo de casais você se identifica? A cultura enfia muita porcaria na nossa cabeça. De que um homem tem que ser “assim e assim”, senão não quero. Desde que tenha dinheiro até que seja mais alto que você. É muita bobagem em detrimento do que realmente as pessoas são por dentro. É aí que precisamos começar a focar.

Que tipo de revista você lê? Que filmes mais gosta? É aí que estarão as tags que fazem a sua mente funcionar da maneira errada. Reavalie isso e comece a procurar o que realmente o seu coração deseja de um homem. É um começo muito bom. Acredite!

Texto Revisado



Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Andrea Pavlovitsch   
Terapeuta porque adora ajudar as pessoa a se entenderem. Escritora pelo mesmo motivo. Apaixonada por moda, dança, canto e toda forma de arte. Adora pão de queijo com café e não pretende mudar o mundo, mas, quem sabe, uma pequena parte da visão que temos dele. Para mais informações: www.facebook.com/andreapavlo www.andreapavlovitsch.com
E-mail: contato@andreapavlovitsch.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 15/07/2017
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.