Artigo de Fatima Bittencourt: Generosidade sem testemunha - | Artigos do Clube
 
Generosidade sem testemunha  
   

Generosidade sem testemunha

Autor Fatima Bittencourt - fatimabittenc@gmail.com


Fixe a atenção em si mesmo, seja consciente em cada instante do que pensa, sente, deseja e faz.
Termine sempre o que começar.
Faça o que estiver fazendo da melhor maneira possível.
Não se prenda a nada que com o tempo venha a lhe destruir.
Desenvolva sua generosidade sem testemunhas.
Trate cada pessoa como um parente próximo.
Arrume o que desarrumou.
Aprenda a receber, agradeça cada dom.
Pare de se autodefinir.
Não minta, nem roube, pois estarás mentindo e roubando a si mesmo.
Ajude seu próximo sem deixá-lo dependente.
Faça planos de trabalho e cumpra-os.
Não ocupe muito espaço. Não faças ruídos nem gestos desnecessários.
Não se deixe impressionar por personalidades fortes.
Não se aproprie de nada nem de ninguém.
Não seduza. Coma e durma estritamente o necessário.
Não fale apenas de seus problemas pessoais.
Não emita juízos nem críticas quando desconhece a maior parte dos fatos.
Respeite os contratos que firmaste.
Seja pontual.
Não inveje os bens ou o sucesso do próximo.
Fale só o necessário.
Não pense nos benefícios que virão da sua obra.
Nunca faça ameaças. Realize suas promessas.
Coloque-se no lugar do outro em uma discussão.
Admita que alguém o supera. Não elimine, mas transforme.
Vença seus medos, cada um deles é um desejo camuflado.
Ajude o outro a ajudar-se a si mesmo.
Vença suas antipatias e aproxime-se das pessoas que você deseja rejeitar.
Não reaja ao que digam de bom ou mau sobre você.
Transforme seu orgulho em humildade.
Transforme sua raiva em criatividade.
Transforme sua apatia em respeito pela beleza.
Transforme sua inveja em admiração pelos valores do outro.
Não se vanglorie nem se insulte.
Trate o que não lhe pertence como se lhe pertencesse. Não se queixe.
Desenvolva a sua imaginação. Não dê ordens só pelo prazer de ser obedecido.
Pague pelos serviços que lhe prestam. Não faça propaganda de suas obras ou ideias.
Não tente despertar, nos outros em relação a você, emoções como piedade, admiração, simpatia, cumplicidade.
Não contraia dívidas. Compre e pague em seguida.
Se ofender alguém, peça desculpas. Se ofender alguém publicamente, peça perdão publicamente também.
Se perceber que falou algo errado, não insista no erro por orgulho e desista imediatamente dos seus propósitos.
Não defenda suas ideias antigas só pelo fato de ter sido você quem as enunciou.
Não conserve objetos inúteis. Não se enfeite com as ideias alheias.
Não preste contas a ninguém, seja o seu próprio juiz com sua consciência.
Nunca se defina pelo o que possui.
Nunca fale de você sem conceder-se a possibilidade de mudança. Aceite que nada é seu.

Quando pedirem a sua opinião sobre alguém, fale somente de suas qualidades.
Quando você ficar doente, em lugar de odiar esse mal, considere-o como seu mestre.
Não olhe dissimuladamente, olhe fixamente.
Não esqueça seus mortos, mas dê a eles um lugar limitado que lhes impeça de invadir a sua vida.
Em sua casa, reserve sempre um espaço ao sagrado.
Quando você realizar um serviço, não ressalte seus esforços.
Se decidir trabalhar para alguém, trate de fazer com prazer. Se você tem dúvida entre fazer ou não fazer, arrisque-se e faça.
Não queira ser tudo e admita que busca em outros o que você não pode dar, como no outro, seu próprio espelho.
Quando alguém quiser competir, chame para cooperar.
Viva dos seus próprios ganhos. Não exalte as suas fraquezas.
Obtenha para repartir.
Se você está meditando e alguém se aproxima, coloque-o para meditar também. 


Meditem, Meditem...

Texto Revisado



Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Fatima Bittencourt   
Psicóloga há mais de 25 anos, Fundadora do Grupo Sanare, Casa Azul e Solar dos Budas. Sua base teórica e vivencial reúne a filosofia oriental, neurociência e psicologia integrada. Oferece consultoria e atendimento psicoterápico clínico.
E-mail: fatimabittenc@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 19/06/2017
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.