Artigo de Bruno J. Gimenes: Como fazer um jardim? - | Artigos do Clube
 
Como fazer um jardim?  
   

Como fazer um jardim?

Autor Bruno J. Gimenes - bruno@luzdaserra.com.br


Um Jardim Suspenso, também chamado de Jardim Vertical, corresponde a uma interessante opção de decoração, sendo muito útil para aquelas pessoas que possuem pouco espaço para elaborar no ambiente um jardim convencional.

Jardim Suspenso

O Jardim Suspenso pode ser montado em apartamentos de espaço limitado nas varandas, por exemplo. Em alguns casos, os corredores e as paredes nas residências também correspondem a um bom local para um Jardim Suspenso. A possibilidade de elaborar um Jardim Vertical confere para o ambiente um espaço voltado para a natureza e também com um aspecto visual arrojado e muito interessante.

Como fazer um jardim

Basta ter criatividade. Existem inúmeras maneiras para a montagem e a elaboração de um Jardim Vertical, até mesmo a utilização de garrafas pet serve como material para a criação e ornamentação deles. As garrafas pet, inclusive, constituem uma alternativa de caráter bastante ecológico para esse tipo de jardim.

É possível também fazer a utilização de blocos de concreto para a montagem de um Jardim Vertical. Em determinados casos, a utilização de pequenos vasos também é pertinente. Inclusive os vasos podem ser fixados, por exemplo, na parede, criando assim um visual ao mesmo tempo elegante e diferenciado.

Treliças de ferro ou treliças feitas de madeira também constituem uma boa opção de suporte para um Jardim Vertical.

Além dos vasos, a utilização de caixotes de madeira também é uma alternativa interessante. Eles podem ser fixados na parede ou, se preferir, é possível construir um suporte de madeira para eles.

Os canos PVC também podem servir como material para um Jardim Suspenso, já que eles possuem os mais variados tamanhos e dimensões.

Plantas para um Jardim Vertical

Além de várias possibilidades e suportes de montagem, um Jardim Vertical também possibilita a utilização dos mais variados tipos de plantas. Os blocos e vasos que contam com menos profundidade, por exemplo, são os materiais que requerem mais cuidado na hora de fazer a opção das espécies de plantas. Nesse caso, é pertinente escolher aquelas plantas que apresentam raízes mais superficiais, tais como a peperômia, o lamabri-roxo, entre outras.

É sempre interessante ter em mente que em um Jardim Suspenso não é aconselhável colocar plantas de grandes raízes, pois elas podem se tornar pesadas demais para a estrutura.

É necessário levar em conta também o local e o grau de incidência de luz do sol. Em Jardins Suspensos nas fachadas de prédios, por exemplo, algumas espécies não são viáveis.

Nesse caso, exemplos de plantas para locais com sol pleno são a russélia, o aspargo, a liríope, a hera-inglesa, a tilândsia, entre outras.

Plantas em todo lugar

A falta de espaço não é mais desculpa para não montar um jardim. Os Jardins Verticais são versáteis justamente por causa da sua adaptação aos ambientes mais apertados.

No entanto, sempre que for montar um Jardim Vertical, é bom prestar atenção na incidência de luz do local, bem como nas espécies de plantas que serão colocadas nele. Elementos como a irrigação, drenagem, adubação devem estar sempre em dia.

Baixe o e-book "Chaves para Ativar o Poder Oculto das Ervas" e descubra como as plantas podem tratar as dores da alma, mudar a prosperidade, ajudar sua família >> Clique Aqui

Muita Luz!
Bruno Gimenes



Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Bruno J. Gimenes   
Professor e palestrante, ministra cursos e palestras pelo Brasil.
E-mail: bruno@luzdaserra.com.br
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 18/08/2016
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.