Artigo de Marian Ma Dayamayi - Marta Magalhães: Como alcançar harmonia entre o coração e a mente - | Artigos do Clube
 

Como alcançar harmonia entre o coração e a mente

Autor Marian Ma Dayamayi - Marta Magalhães - mariansoluz11@gmail.com




Um dos fatores que nos levam ao estresse é o conflito; isto é, pensamos e sentimos coisas diferentes em relação à mesma situação. A nossa mente reage de uma forma e o nosso coração de outra. De fato, a maioria de nós vive em uma luta sem fim entre o ego e o eu, entre a mente e o coração, gerando confusão e sofrimento, e nos levando ao desequilíbrio, às doenças físicas, mentais e a todo tipo de insatisfação.

Apesar de parecer difícil, essa luta pode e deve ter fim pois, afinal, o objetivo da nossa existência é encontrar a paz e a felicidade. Podemos conseguir isso através do reconhecimento de quem somos verdadeiramente, alcançando assim o equilíbrio em todos os níveis do nosso ser, criando a harmonia entre a mente e o coração, para que juntos trabalhem efetivamente e afastem qualquer tipo de conflito, sofrimento ou angústia.

Para que fique mais fácil alcançar esse objetivo, é necessário conhecer qual é a função de cada um dos aspectos de nós mesmos.
Bem, o ser humano como parte intrínseca do Todo, é um indivíduo que atua tridimensionalmente quando encarnado, através de corpo, mente e espírito. O Espírito é a matriz criadora e mantenedora do Ser, e o alimenta sempre com sua Graça e Bem-aventurança para que alcance mais cedo ou mais tarde o entendimento de si mesmo, e passe a amar incondicionalmente a tudo e a todos, vivendo integralmente a Consciência da Unidade. É o Espírito, a Vontade Divina, que faz com que o corpo físico se manifeste, lhe dando condições e características próprias para lidar com o “mundo”. Na verdade o corpo é um sistema perfeito para que possamos evoluir através da experiência da vida.

A mente é um instrumento da nossa consciência, cuja função é fazer uma ponte entre corpo e espírito, decodificando as informações captadas pelos sentidos, que geram sensações, que por sua vez geram emoções e sentimentos; conduzindo-as depois à morada da nossa consciência, que no corpo físico é o coração. Já o nosso coração é uma caixa de ressonância da Presença Divina, que repercute apenas a Verdade, a direção e a conduta que precisamos tomar. Essa reverberação ou voz do coração é a chamada intuição.

Outra informação importante, mente e ego não são a mesma coisa. A terminologia usada por filosofias diferentes as vezes pode criar alguma confusão com isso, mas na verdade o ego é uma criação da mente; ou seja, o ego é uma fusão de ideias, crenças, padrões de comportamento, desejos e aversões criados pela nossa mente durante a vida. Outra coisa, é preciso entender que a mente não é só negativa, ela pode ser positiva se for limpa, livre e controlada. Bem, resumindo, o ego é a manifestação do nosso falso eu, da nossa personalidade, que é bastante cristalizada e difícil de ser esvanecida. É interessante observar como algumas pessoas tratam o ego como se fosse uma outra pessoa dentro de si...mas na verdade o ego é pura ilusão, são só as falsas crenças que devem ser dissolvidas pela conscientização do seu Eu verdadeiro.

Bem, para que a mente e o coração trabalhem juntos é preciso que a mente esteja serena, limpa e aberta, livre de julgamentos, e totalmente desapegada dos padrões limitadores e escravizantes do ego. Isso é possível através da prática da meditação, do silêncio, para que se possa ouvir sem interferências a intuição, a voz que vem do coração.

Outro exercício excelente que para que o nosso Eu verdadeiro se faça cada vez mais presente, é expandirmos o nosso chakra cardíaco através da compaixão e da irradiação do Amor; isso faz com que todos os outros chakras sejam equilibrados e energizados, desobstruindo os nossos canais energéticos e nos tornando mais capazes de ouvir o nosso coração. Podemos também durante a meditação, mentalizar a ligação entre o coração espiritual (chakra cardíaco) e a mente (6º chakra, ponto entre as sobrancelhas, local da nossa consciência crística). Visualizem um fio de luz dourada unindo os dois pontos e mentalizem a energia de ambos se cruzando, tornando a sua ligação mais real e fortalecida, para que então surja uma intuição mais clara.

A meditação, a prática constante do silêncio interior e a expansão do chakra cardíaco reforçam a conexão entre a mente e o coração, fazendo com que a harmonia entre ambos seja alcançada, fazendo surgir em nós um discernimento profundo e apurado.

A partir do momento em que a conexão entre a mente e o coração é criada, somos preenchidos por calma profunda e lucidez aguçada, quando então passamos a tomar decisões mais serenas e objetivas. Assim, todos os conflitos se vão e todas as circunstâncias da vida passam a ser vistas como fonte de entendimento, de oportunidade de elevação espiritual. A luta termina e a harmonia prevalece.

Namastê,

Márian

Conheça mais sobre o nosso trabalho: http://meditandosoluz.blogspot.com.br/p/servicos.html

Curta a nossa página no Facebook para ver sempre as nossas mensagens https://www.facebook.com/marian.soluz

O nosso perfil no Face é https://www.facebook.com/marian.soluz.5

Texto Revisado


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Marian Ma Dayamayi - Marta Magalhães   
Marian Ma Dayamayi é Professora de Meditação e Terapeuta Holística. Oferece Satsangs, Retiros Espirituais e Oficinas de Mandalas. Atendimentos Individuais presenciais e online. Informações (31) 98801-7838.
E-mail: mariansoluz11@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 29/07/2015
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.