A sua verdade é cômoda?  
   

A sua verdade é cômoda?

Autor Marco Moura - marcomoura@dao.com.br


Sempre alguém tem algo a dizer. Temos a nossa opinião particular sobre os assuntos em questão e queremos que a nossa voz seja ouvida. Nisso, as pessoas vão despejando as suas verdades para os outros sem ao menos ouvirem o que estão realmente dizendo. Suas palavras expõem crenças arraigadas em suas mentes, em sua maioria criadas há anos de forma automática e, portanto, sem autenticidade. É muito mais cômodo fazer o movimento para fora, expressando as nossas verdades, do que o movimento para dentro, investigando-as. Dessa forma, o comodismo impera sobre a razão.

A nossa vida é o resultado desse comodismo. Observando os nossos hábitos, a nossa vida afetiva, religiosa e profissional, são revelados os padrões de comportamento aos quais damos continuidade. A maioria desses padrões não faz sentido, certamente. Não faz sentido o resultado que eles promovem. Não é a direção que vai de encontro à nossa felicidade.

A felicidade que buscamos não tem respaldo em meias-verdades. Tratam-se de verdades artificiais, verdades implantadas por crenças que aceitamos sem questionar. Tais crenças criam lentes em nossas vistas e só conseguimos enxergar a realidade de forma distorcida. Os nossos pensamentos baseiam-se nessas visões falsas e seguimos sem foco definido.

É preciso penetrar profundamente em nossas mentes para nos livrarmos dessas falsas verdades. O comodismo precisa ser totalmente erradicado, pois a cada passo em direção às profundezas da mente, há uma força dizendo que não dá para ir mais fundo. Se você ouvir essa voz, ou seja, se você se identificar com essa crença, você não será capaz de descobrir o seu potencial interior. A sua determinação deve ser mais forte do que tudo, pois ela é a única chance que existe para que a sua verdade essencial seja encontrada.

A cada respiração, esteja presente. Relaxe conscientemente e observe. A cada pensamento, esteja presente. Relaxe conscientemente e observe. O pensamento é resultado de um tensionamento. O relaxamento consciente impede os efeitos do comodismo. A cada relaxamento, a consciência ganha mais espaço até o ponto de se estar totalmente presente. Nesse estado de presença total, as crenças se desintegram e a verdade ganha um novo significado. Isso é meditação.

Marco Moura

Texto revisado


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação:
A sua verdade é cômoda?
5 4


Autor: Marco Moura   
Marco Moura desenvolve no Centro Cultural do Templo Tzong Kwan (Vila Mariana, São Paulo) atividades para o desenvolvimento integral de corpo e mente através de terapias orientais, meditação e artes marciais. Fisioterapeuta, faz atendimentos de Acupuntura; ministra aulas de Tai Chi Chuan, Kung Fu e Meditação.
E-mail: marcomoura@dao.com.br
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 02/05/2014
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2018 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.