Esqueci a senha
 

 
Bookmark and Share

Prosperidade e Abundância: A Lei da Doação

por Daniele Alvim - danielealvim@hotmail.com

"Olá, Filho da Terra! Conheces o segredo da doação?
Quanto mais distribuíres, mais receberás, pois assim é a natureza.
Olá, Filho da Terra! Acreditas em colher o que semeaste?
Uma gota de sabedoria trará a verdade e tu em verdade conhecerás."


Carta 43, Cerimônia da Doação, do livro "As Cartas do Caminho Sagrado", de Jamie Sans.

A prática da doação é imprescindível para que possamos ter sucesso na vida e, conseqüentemente, atrairmos prosperidade e abundância em tudo o que fizemos.

Deepak Chopra nos ensina isso em seu livro As Sete Leis Espirituais do Sucesso:

"Dê um presente em todo lugar que for, a todos que encontrar; esse presente pode ser um cumprimento, uma flor, uma oração. Ofereça sempre alguma coisa às pessoas com que entrar em contato. Estará, assim, desencadeando o processo de circulação de energia, de alegria, de riquezas, de abundância, na sua vida e na vida de outras pessoas. Agradeça as dádivas que a vida oferece. E esteja aberto para receber. Deseje em silêncio, felicidade e muita alegria toda vez que encontrar alguém."

Na "Oração pela Paz" atribuída a São Francisco lemos:

(...) “Ó Mestre,
Fazei que eu procure mais
consolar que ser consolado;
compreender que ser compreendido;
amar que ser amado.
Pois é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado” (...)


Ao contrário do que podemos imaginar, quando damos algo de nós, não estamos perdendo, mas ganhando, porque toda a energia que pomos em movimento no universo acaba voltando invariavelmente para nós. Porém, este ato de dar deverá ser espontâneo, isto é, deverá corresponder a um ato de vontade livre e sem que se espere nada em troca porque, se esperamos algo em troca, o ato perde o caráter de doação e com isso a sua autenticidade.

No ato de dar colocamos a nossa energia em movimento e ela pode fluir livremente, abrindo os nossos caminhos e retornando através das mais variadas formas. Isso também é verdadeiro no que tange à energia monetária: quanto mais ela circular, tanto melhor para gerar oportunidades e riquezas.

Por detrás do ato de doar também há uma atitude de fé de quem o faz. Só podemos nos desfazer de coisas importantes para nós em benefício do próximo quando temos certeza de que não estamos perdendo nada, quando temos fé de que o universo sempre nos proverá daquilo que precisamos e que, por isso, podemos compartilhar tudo o que temos.

Mas não são somente os bens materiais que podemos compartilhar. Os nossos dons, talentos e qualidades que generosamente repartimos com os seres vivos que nos cercam nos fazem sentir preenchidos, íntegros e com a sensação de que estamos cumprindo a nossa missão primeira aqui na Terra, que é a de ajudar o próximo em seu desenvolvimento. Uma palavra acolhedora, uma visita inesperada, um abraço apertado, um simples telefonema, uma mensagem por e-mail, pode mudar a vida de alguém.

Um dos aspectos que mais tenho observado em minha vida é a atuação da lei do retorno no aspecto da abundância material. E, invariavelmente, aquelas pessoas mais desprendidas, mais generosas, que doam mais de si, além de mais felizes são mais prósperas. Para elas não há problemas materiais (a maioria das que eu conheço é de classe média) e seu sentimento é de total preenchimento de suas vidas nesse aspecto. Elas simplesmente têm fé de que conseguirão o que precisarem e quando precisarem e, aliado a isso, são desapegadas em todos os sentidos.

Por outro lado, conheço pessoas que em seu egoísmo, ainda que possam ter momentos prósperos na vida, estes não se mantêm. Essas pessoas geralmente reclamam constantemente daquilo que não possuem e por isso não dão nada a ninguém, pois acreditam que se elas mesmas não têm nada não podem dar nada também. Na realidade o que estas pessoas precisam fazer é doar mais, dar mais, se desapegar, se desprender do que têm para que a energia de troca volte a fluir em suas vidas. Quando queremos tudo só para nós mesmos a nossa energia estagna e junto com ela, a nossa vida.

Li em algum lugar o seguinte: "Aquele que dá, na realidade, recebe. Aquele que recebe fica em dívida com aquele que dá. Quando damos ao outro, damos a nós mesmos e o universo fica em dívida conosco."

Teríamos que abordar agora um outro aspecto sobre a lei da prosperidade e abundância, que é a gratidão. E sobre isso falarei no nosso próximo encontro.

“Faça o bem, não importa a quem!”

Texto revisado por Cris


por Daniele Alvim   
Daniele Alvim é Escritora, Terapeuta e Professora de Aura-Soma
Visite seu Blog, Twitter e minha comunidade de Aura-Soma no Orkut.

Lido 6049 vezes, 95 votos positivos e 0 votos negativos.   
E-mail: danielealvim@hotmail.com
Visite o Site do autor

Gostou deste Artigo?
Sim Não    
Imprimir
este Artigo
Enviar para
um amigo
Outros Artigos
deste autor


© Copyright 2000-2014 SOMOS TODOS UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PRINCIPAL ARTIGOS
LOGAR PRODUTOS
ASSINAR SERVIÇOS
PARTICIPANTES EVENTOS