Esqueci a senha
 

 
Amor Verdadeiro é Comunhão de Almas
Bookmark and Share

Amor Verdadeiro é Comunhão de Almas

por Gisela Campiglia - gisela10@uol.com.br

O verdadeiro amor é a comunhão de duas almas que se unem para evoluir juntas.

Mas, o que a Alma tem? A Alma não tem nada, a Alma simplesmente É!
A Alma é a Luz da Vida em nós, a alma é eterna e o amor verdadeiro também.

O Critério de escolha utilizado no Amor Verdadeiro deve estar condicionado ao Ser, e não ao Ter. Porém, é comum que as pessoas utilizem um critério de escolha baseado no Ter. Escolher pela beleza, pelo dinheiro, pelo status. Essa prática limita a durabilidade da relação, pois o ter é temporário, incerto e superficial. Em nossa sociedade capitalista mecanicista, usualmente as pessoas se enganam no critério de escolha dos parceiros românticos, optando por aquelas pessoas que “tem muito”, mas não são nada. Esse fato leva a fragilidade das relações, que se acabam rapidamente, não há lucidez da real causa motivadora do início da união, assim sendo recebemos a visita da desilusão e o fim do romance se apresenta.

Quando a opção de escolha é alicerçada na beleza do parceiro(a), o tempo vai quebrar esse pilar de sustentação do relacionamento, pois beleza física vai embora com os anos. O dinheiro pode faltar em algumas fases de nossa vida, a empresa do amado (a) pode ir à falência, demissões repentinas podem acontecer a qualquer pessoa. As relações baseadas no dinheiro se acabam, quando o dinheiro acaba, ou seja, acabou o dinheiro do parceiro (a), acabou o amor.

Dinheiro ajuda muito, mas não é tudo. O dinheiro é importante e necessário, ele compra conforto, estudos, lazer. O dinheiro é um viabilizador material em nossa vida, sua importância é vital, pois vivemos na matéria. Mas o dinheiro não pode ser o viabilizador do relacionamento, o amor não é atributo da matéria, o verdadeiro amor não se compra.

Para vivermos uma relação amorosa plena e duradoura, devemos usar um critério de escolha baseada no Ser. Optar por um parceiro (a) bom caráter, inteligente, amoroso, divertido, sensível, são as qualidades que formam uma base sólida para o relacionamento amoroso, mesmo com o passar do tempo. O que pode nos ser retirado é o que temos, aquilo que somos já É em nós, ninguém e nem o tempo pode nos tirar.

Encontrar um parceiro (a) inteligente e rico, amoroso e bonito, poderoso e bem-humorado é melhor ainda. Mas a prioridade de escolha numa relação amorosa durável é vinculada ao Ser.

Texto revisado



por Gisela Campiglia   
Palestrante, estudo e pratico Auto conhecimento desde 1985, hoje compartilho essa Sabedoria. Formação: Psicologia Junguiana,Física Quântica, Bioenergia, Metafísica e Espiritualista.
Lido 1567 vezes, 12 votos positivos e 0 votos negativos.   
E-mail: gisela10@uol.com.br
Visite o Site do autor

Gostou deste Artigo?
Sim Não    
Imprimir
este Artigo
Enviar para
um amigo
Outros Artigos
deste autor


© Copyright 2000-2014 SOMOS TODOS UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PRINCIPAL ARTIGOS
LOGAR PRODUTOS
ASSINAR SERVIÇOS
PARTICIPANTES EVENTOS