Esqueci a senha
 

 
O AMOR É RECÍPROCO!
Bookmark and Share

O AMOR É RECÍPROCO!

por Carmem FARAGE - carmemfarage@gmail.com

CARTA ZEN

25 de junho de 2011

Amigos,
Recebi este texto e fiquei aqui matutando sobre ele:

"O amor é sempre recíproco", dizia Lacan. O que significa?... Repete-se esta frase sem compreendê-la ou compreendendo-a mal. Ela não quer dizer que é suficiente amar alguém para que ele vos ame. Isso seria absurdo. Quer dizer: "Se eu te amo é que tu és amável. Sou eu que amo, mas tu, tu também estás envolvido, porque há em ti alguma coisa que me faz te amar. É recíproco porque existe um vai-e-vem: o amor que tenho por ti é efeito do retorno da causa do amor que tu és para mim. Portanto, tu não estás aí à toa. Meu amor por ti não é só assunto meu, mas teu também. Meu amor diz alguma coisa de ti que talvez tu mesmo não conheças". Isso não assegura, de forma alguma, que ao amor de um responderá o amor do outro: isso, quando isso se produz, é sempre da ordem do milagre, não é calculável por antecipação.

Recebi este texto e fiquei aqui matutando sobre ele. Nos últimos dias, tive experiências tão profundas com pessoas que, aparentemente, seriam impenetráveis! Mas, a compreensão de si mesmo que pude lhes proporcionar através da terapia e o amor que senti ao projetar meu desejo de ajudar, modificou tudo e eu pude ver diante dos meus olhos, transformações profundas que poderíamos classificar como sendo da ordem do impossível.

Isto me faz pensar. Muito. Quero, para sempre, me manter neste estado amoroso. Sei que o dia-a-dia obnubila tudo, desfaz nosso estado amoroso. Quando vemos, estamos com raiva da vizinha desagradável, das buzinas no transito, da obra na calçada, da falta de dinheiro!...

Mas, se consigo manter, o máximo possível, este estado amoroso em que me encontro, sei que a vida fará maior sentido. Sei que o universo criará para mim tudo aquilo que necessito para cumprir minha missão pessoal. E, principalmente, sei que como terapeuta, poderei ajudar às pessoas de forma plena.

Quero sentir, com todos os sentidos visíveis e invisíveis, o amor que carrego em mim. Estou tão feliz, me sinto tão em paz! Quero me lembrar bem de como ele transforma o impossível em luz. Quero mudar o mundo com minha descoberta: o amor pode mudar tudo!

Na minha experiência, posso ver a reciprocidade do amor. Ele vai e vem. Não há quem não possa ser atingido quando há amor.

Penso no meu passado, e nos meus equívocos. Penso na inabilidade em lidar com as pessoas, achando que elas, simplesmente, tinham que aderir ao que eu "sabia" que era o certo. Quanto equívoco!
Se eu pudesse voltar atrás, faria diferente. Sei que vai passar um ciclo, e que tudo vai se ajustar novamente. Meus erros do passado voltarão diante dos meus olhos. E hoje, neste estado de espírito em que me encontro, posso fazer diferente. Posso deixar as pessoas livres e ao mesmo tempo, ajudá-las a enxergar o que precisam para conseguirem se encontrar. Posso sentir muito amor, e me satisfazer com isso, sem exigir nada do outro. Apenas com um único propósito: amar!

Hoje entendo porque nasci nesta vida para ser uma terapeuta. Que oportunidade maravilhosa eu tenho!

E não é que Lacan tinha razão?

Mas não só Lacan pensou isso. Para Platão, "o amor é a ânsia da própria realização", a pura realização se faz quando a vontade humana tende do Bem para o Belo, da beleza física para a espiritual, e o indivíduo ocupa-se da pura contemplação da beleza, o amor platônico.
Compreendo que o amor platônico é o amor sublimado, que nos impulsiona à vida. Que nos dá sentido e auto-compreensão.
Narciso amou a si mesmo e morreu sem conhecer o amor puro! Este que nos transforma ao transformar o outro!
Um abraço a todos, e boa semana!

Texto revisado




por Carmem FARAGE   
Psicóloga e psicanalista, especialista em regressão de memória, Acupuntura e Medicina Chinesa e formação independente em Reiki Usui Tibetano, Apometria Clínica, Parapsicologia e Mediunidade. Criadora da TERAPIA LUMNI.
Lido 4485 vezes, 16 votos positivos e 1 votos negativos.   
E-mail: carmemfarage@gmail.com
Visite o Site do autor
Gostou deste Artigo?
Sim Não    
Imprimir
este Artigo
Enviar para
um amigo
Outros Artigos
deste autor


© Copyright 2000-2014 SOMOS TODOS UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PRINCIPAL ARTIGOS
LOGAR PRODUTOS
ASSINAR SERVIÇOS
PARTICIPANTES EVENTOS