Artigo de Flávio Bastos: Viver é trocar energias! - | Artigos do Clube
 
Viver é trocar energias!  
   

Viver é trocar energias!

Autor Flávio Bastos - flavio01bastos@gmail.com


"Tratai todos os homens da mesma maneira que gostarìeis que eles vos tratassem".
(Jesus Cristo)


Trocamos muito mais energia do que podemos imaginar, e o conceito de energia transcende à "propriedade de um sistema material que lhe permite realizar trabalho", conforme nos informa o dicionário.

Trocamos energia principalmente no olhar, no beijo, no abraço, no ato de respirar e até na conversa com um desconhecido através do contato de auras, que é a energia que envolve o nosso corpo físico.

AURA E PENSAMENTO

A aura, na verdade, é a energia que além de nos identificar perante o universo, revela o estágio evolutivo ao qual nos encontramos. É por intermédio do pensamento que sintonizamos com seres afins, por isso a importância de cultivarmos bons pensamentos e paz de espírito, base para uma frequência vibratória de bom nível.

MEDIUNIDADE

Os médiuns ou sensitivos sentem as energias espirituais ou físicas bem mais do que o indivíduo que não possui essa faculdade desenvolvida. A mediunidade-esponja, por exemplo, conhecida pelo fato de seu portador "absorver" as energias que encontram-se nos ambientes, ou pelo contato físico como um abraço ou um aperto de mão, exige estudo, conhecimento e autocontrole para que o médium não sinta desconforto ao aproximar-se de certos ambientes ou pessoas.

Por outro lado, independentemente do indivíduo ser ou não médium, a busca do equilíbrio baseado na escolha de saudáveis energias na interação pessoal e social é a fórmula de se adquirir a sensação de bem-estar na vida.

A energia que harmoniza está presente em todos os atos de solidariedade e caridade com o próximo. Está presente no ato sexual quando este é realizado com entrega mútua e amor. Encontra-se presente também no beijo carinhoso, no abraço fraternal, na mão estendida e em todos os gestos onde não haja "segunda intenções".

ENERGIA SEXUAL

Nada compara-se à energia da atração sexual, onde muita energia química e espiritual entram no jogo da conquista e do estímulo que desencadeia a intensa energia da paixão. Por isso, até hoje confundimos paixão com amor. Não compreendemos as suas divisas energéticas pelo fato do envolvimento gerar um turbilhão de sentimentos e emoções que nos fazem flutuar e sair fora de nossa "órbita normal". Por esse motivo, idealizamos a alma gêmea como modelo de relacionamento eterno. Uma prova de que, inconscientemente, buscamos uma relação que una as energias da paixão e do amor em completa harmonia.

Na energia sexual, através da sexualidade, revelamos a nossa capacidade criativa e transcendental. No ato sexual, canalizamos os nossos desejos, muitas vezes reprimidos e comungamos carne e espírito na intensidade do toque e da entrega.

LIVRE ARBÍTRIO

Viver é trocar energias e se as nossas escolhas contemplarem a harmonia, estaremos naturalmente protegidos contra a tentativa de energias invasoras que possam nos desestabilizar. Contudo, o livre arbítrio permanece orientando as nossas escolhas, tanto para a energia que nos harmoniza como para a energia que nos desarmoniza. A opção será sempre nossa!

A minha intenção ao escrever esse artigo, conspira a favor ou contra mim. Tudo é uma questão de fluência energética no âmbito do pensamento e das intenções manifestas ou imanifestas que existem por trás de cada escolha que fazemos pela orientação do livre arbítrio.

A intenção é uma energia a qual desconhecemos, ou seja, não imaginamos o quanto a sua ação na prática ou via pensamento pode ajudar ou prejudicar pessoas.

AMBIENTE DO LAR 

No nível doméstico, o ambiente encontra-se saturado de energias que carregamos conosco após um dia ou uma noite de contatos com outras energias. Nesse sentido, o Espiritismo orienta que o Evangelho no lar ou o hábito diário de elevar o pensamento através de uma prece espontânea, ajudam a "limpar" o ambiente no qual residimos.
O OLHAR

O olhar humano é significativo na emissão ou intercâmbio de energias relacionadas ao jogo de sedução e conquista amorosa, bem como nas relações que representam autoridade e hierarquia, como entre pai e filho, patrão e empregado, oficial e soldado, entre outros. Embora estabeleça um vínculo entre duas ou mais pessoas, essa energia torna-se imperceptível aos nossos sentidos normais.

CONCLUSÃO

Viver é trocar energias positivas ou negativas, sendo que cabe a nós escolher as energias que iremos trocar com o ambiente, com as pessoas de nosso convívio ou com desconhecidos. Portanto, não espere mais para abraçar e ser abraçado, beijar e ser beijado, elogiar e ser elogiado, porque toda troca nesse nível gera uma energia que se multiplicada é capaz de transformar realidades ao espalhar luz e consciência onde havia sombra e inconsciência. 

Texto revisado



Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: flavio01bastos@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 02/09/2010
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.