Esqueci a senha
 

 
Bookmark and Share

GRAVIDEZ ESPIRITUAL

por Dárcio Cavallini - contato@institutobiosegredo.com.br

Achei tão interessante o caso de uma paciente que me procurou para atendimento que resolvi relatar nesta coluna para o esclarecimento de todos que possam se sintonizar num assunto tão ilógico, irracional e ao mesmo tão fascinante...

A apometria realmente é uma técnica terapêutica que vem para ficar, modificar e ajudar a medicina tradicional nos diagnósticos que hoje em dia não têm identificação, apesar dos sintomas que os pacientes apresentam.

A jovem, beirando seus 30 anos no corpo deformado pela obesidade aparente, apresentava um quadro de ansiedade que nem precisava ser examinada na mesa quantiônica para perceber a gravidade. Casada com um "senhor" bem mais velho e que já havia passado por um primeiro casamento, veio até o consultório, atendendo aos apelos do marido que havia acabado de passar pelo tratamento de apometria e como havia conseguido uma melhora considerável em suas dificuldades, resolver insistir com a atual esposa para que mesmo não acreditando "nessas coisas" viesse nos procurar, ao menos para uma consulta.

Creio que não preciso descrever a cena ao recebê-la no dia da consulta. O caminho "árduo" entre a sala de espera e o gabinete foi longo, pelo arrastar obrigatório de seus pés sustentando seu pesado corpo como se estivesse indo de encontro ao matadouro.

Finalmente, chegamos. Ofereci-lhe a cadeira e de frente para mim, com olhar indagador e ao mesmo tempo assustado, ouvia atentamente o que lhe dizia e com gestos automáticos respondia e executava o que pedia para o devido exame.

Após as pesquisas de praxe que realizo para identificar o estado emocional, mental e espiritual do assistido perguntei-lhe categoricamente: "A senhora está grávida de quanto tempo?".

Ela arregalou os olhos me encarando com olhar de poucos amigos e me respondeu: "EU NÃO ESTOU GRÁVIDA!".

A senhora tem certeza? foi a próxima pergunta. Ela (imaginem sua cara) reafirmou categoricamente a negativa.  

Tomei um susto e acreditei que pelo "mico" estava vivendo uma interferência espiritual intrusa sem precedentes em minha carreira. Em todo caso, como já são muitos anos de "janela" e confio plenamente nas entidades Divinas que me amparam neste trabalho, resolvi enfiar minha cabeça novamente na mesa quantiônica e refazer a pesquisa.

Minha suspeita medrosa estava certa. E meu diagnóstico também. Ela definitivamente estava grávida! E como dizer-lhe novamente?

Como sou fiel aos meus princípios e lúcido em minhas intuições, pelo menos até agora, resolvi reafirmar o diagnóstico. E a resposta foi taxativa e desta vez cheia de uma energia de raiva indescritível com uma justificativa de que até poderia pensar em engravidar, mas antes precisava emagrecer, pois só assim não perderia o controle sobre seu próprio peso.

Sustentei o diagnóstico e passei a informar o processo de uma gravidez no campo espiritual antes que se torne efetiva no campo físico.

Não entendeu muito bem, mas, saiu de lá razoavelmente conformada com sua gravidez "espiritual".

No dia marcado para apometria, passou por tratamento num grupo em que eu não estava trabalhando. E como nada acontece por acaso, no dia seguinte, ao chegar ao instituto, para minha surpresa, fui abordado pela pessoa que encaminhou o marido ao primeiro tratamento e ansiosa me relatou a surpresa do atendimento.

Claro, que pelo mico que eu acreditava ter passado com meu diagnóstico já havia informado a ela o ocorrido. E ela, com aspecto jocoso e ao mesmo tempo feliz, pela descoberta da veracidade do trabalho que realizamos, contou-me que a esposa ao chegar em casa, aliviada mas ao mesmo tempo confusa, exigia informações do marido que não sabia como responder ao que foi perguntar a ela.

O grupo assim que iniciou o atendimento de apometria, captou o espírito de um menino que se dizia pronto para nascer e que a mãe, a assistida, já estava grávida, porém, só reconhecia o fato nos sonhos e que ao despertar pela manhã se comportava alheia ao fato o que o aborrecia profundamente e, portanto, ele exigia que ela comesse muito para poder alimentá-lo, durante o dia, e armazenasse a alimentação no seu corpo físico para satisfazer as necessidades dele espírito.

Para mim foi um alivio! Entendi que o "mico" se passou somente na minha cabeça e que mais uma vez tinha que agradecer pelo amparo e proteção que recebo de meus amigos espirituais.

A orientação do grupo para a assistida foi a seguinte:

"Engravide ou carregue o peso dessa criança por toda esta encarnação".

Moral da história?

Existem muitos pactos que fizemos em encarnações anteriores que precisamos cumprir nesta vida terrena para poder dar continuidade em nossa caminhada espiritual evolutiva.

Nesse caso, um pacto de vida! A oportunidade de um espírito poder cumprir também seu papel neste planeta por uma existência.

Se não fosse o excesso de gordura no seu corpo físico, talvez ela não fosse buscar a ajuda espiritual apesar da insistência do marido e dos muitos médicos e laboratórios pelos quais passou na tentativa de emagracer sem obter resultados positivos.

Escolher seu futuro pertence ao seu direito de escolher seus passos pelo uso de seu livre arbítrio. E em razão de sua decisão resolve um processo kármico ou arranja mais um comprometimento para a próxima encarnação.

E você que está lendo este artigo, pensa que é por acaso?

Qual sua dificuldade com seu corpo físico?

Saúde, amor ou dinheiro?

Quantos e quais foram os pactos de vidas anteriores que estão gravados em seu DNA espiritual e que estão hoje interferindo no seu humor, na sua felicidade, abundância, prosperidade ou na sua saúde física?

Você não sabe porque são manifestações inconscientes de seu próprio corpo causal ou de amigos espirituais que apesar de lhe causar desconforto ou dor estão te ajudando a encontrar o melhor caminho para realizar a grande tarefa de sua existência terrena que é sua MISSÃO COMO SER DIVINO.

Não demore muito para procurar ajuda, pois quanto mais cedo identificado o problema mais fácil a solução.

E, se não está feliz ou satisfeito é porque os critérios que está usando para tomar suas decisões não estão dando certo. Vai continuar do mesmo jeito ou vai tentar encontrar um jeito novo de agir?

Texto revisado



por Dárcio Cavallini   
Terapeuta do INSTITUTO BIO SEGREDO, com cursos de especialização em Filosofia, Metafísica da Saúde, Reiki, Apometria, Impulsoterapia, Radiestesia, Radiônica e Quantionica, além de Cromoterapia, hipnose, Leader Training, Bioprogramação Mental, entre outros. Atua terapeuticamente e ministando cursos principalmente de Apometria e Biotoque.
Lido 4001 vezes, 58 votos positivos e 3 votos negativos.   
E-mail: contato@institutobiosegredo.com.br
Visite o Site do autor

Gostou deste Artigo?
Sim Não    
Imprimir
este Artigo
Enviar para
um amigo
Outros Artigos
deste autor


© Copyright 2000-2014 SOMOS TODOS UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PRINCIPAL ARTIGOS
LOGAR PRODUTOS
ASSINAR SERVIÇOS
PARTICIPANTES EVENTOS