Artigo de Flávio Bastos: Páscoa: renascer para a vida! - | Artigos do Clube
 
Páscoa: renascer para a vida!  
   

Páscoa: renascer para a vida!

Autor Flávio Bastos - flavio01bastos@gmail.com


"Pedi e vos será dado; buscai e achareis; batei e vos será aberto, pois todo o que pede recebe; o que busca acha e ao que bate se lhe abrirá". (Mt 7, 7-8)

O simbolismo da Páscoa nos remete ao calvário de Jesus Cristo. A dor física e o sofrimento psíquico experienciado pelo flagelo que o conduziu à cruxificação, à morte e à ressurreição, serve-nos como exemplo, porque reflete os ciclos vitais de cada um de nós. Experiências repletas de dor, sofrimento, morte e renascimento.

No entanto, a diferença de Cristo para nós está na sua obra edificada no bem e no amor incondicional. No seu exemplo de espírito iluminado que reencarnou com a missão divina de transmitir-nos a verdade como forma de libertação de nossas imperfeições para podermos atingir a felicidade plena...
A libertação do espírito pela qual Cristo tanto alertou os apóstolos e as multidões em suas pregações, encontra-se no simbolismo da Páscoa, ou seja, nascer, viver, evoluir, morrer, para nascer novamente... e assim, sucessivamente, até atingir a perfeição espiritual e completar o ciclo reencarnatório.

Na verdade, inconscientemente nos identificamos com o calvário de Cristo, pois a dor física, o sofrimento psíquico e o sentimento de injustiça sempre nos acompanharam no peregrinar da existência física. Assim como, pelo mesmo motivo, nos identificamos com os algozes de Jesus através da maldade e do sentimento de culpa que também tem sido antigas companhias do homem.
Contudo, a mensagem cristã está direcionada ao "lado" ainda obscuro do ser humano, a consciência divina, que desperta através da prática do bem, da caridade e do amor incondicional a todas as criaturas do universo.
Cristo deixou-nos o seu exemplo, e a Páscoa é motivo de reflexão para cada um de nós. Reflexão no sentido de que a experiência terrena possa ser cada vez menos sofrida e dolorida, bastando para isso, que pratiquemos o bem e o amor que o mestre nos ensinou. Energia que encontra-se ainda praticamente inativa e esquecida no lado sombrio de nossa alma.

Páscoa é vida, morte e renascimento. Mas acima de tudo, Páscoa é oportunidade de (re)nascermos para a busca consciente da cura da dor física e do sofrimento psíquico... assim como simbolizou Jesus, a trajetória humana através da via crucis.
O seu exemplo de libertação serve para que despertemos o lado obscuro da alma e ingressemos em uma nova sintonia. A sintonia que nos trará lucidez, discernimento e conhecimento para impulsionarmos a nossa evolução espiritual.

Portanto, aproveitemos mais esta data para revermos os pedidos do Cristo, para "renovarmos" nossas atitudes, como disse Celso Martins no livro "Em busca do homem novo": "Que surja o homem NOVO a partir do homem VELHO. Que o homem velho, coberto de egoísmo, de orgulho, de vaidade, de preconceito, ou seja, coberto de ignorância e inobservância às leis divinas, possa surgir, para ventura de todos nós, como homem novo, gerado sob o influxo revitalizante das palavras e dos exemplos de Jesus Cristo, o grande esquecido por muitos de nós, que se agitam na presente sociedade tecnológica, na atual civilização dita e havida como cristã".

E conclui, Celso Martins: "Que este homem novo seja um soldado da paz neste mundo em guerras. Um lavrador do bem neste planeta de indiferença e insensibilidade. Um paladino da justiça neste orbe de injustiças sociais e tiranias econômicas, políticas e/ou militares. Um defensor da verdade num plano onde imperam a mentira e o preconceito tantas e tantas vezes em concluios sinistros com as superstições, crendices  e o fanatismo irracional. Que este homem novo, anseio de todos nós, seja um operário da caridade, como entendia Jesus: Benevolência para com todos, perdão das ofensas, indulgência para com as imperfeições alheias".

Feliz Páscoa a todos!

Psicoterapeuta Interdimensional

www.flaviobastos.com



Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: flavio01bastos@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 02/04/2010
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.