Artigo de Flávio Bastos: Pra baixo todo santo ajuda? - | Artigos do Clube
 
Pra baixo todo santo ajuda?  
   

Pra baixo todo santo ajuda?

Autor Flávio Bastos - flavio01bastos@gmail.com


“A roda da lei – ou Dhamachakra – corresponde ao ciclo de morte e renascimento ao qual está preso todo ser, até o instante em que alcança a iuminação e se liberta do ciclo”. (Budismo)

Independentemente de crença religiosa, os santos representam uma fonte de luz para a humanidade, e o que faz alguém ser santo é a condição de ter alcançado um elevado grau de espiritualidade.

Sabe-se que o fenômeno mediúnico foi marcante na vida dos iluminados canonizados pela Igreja, conforme nos informa Clóvis Tavares em seu livro "Mediunidade dos Santos". Segundo a pesquisa realizada pelo autor, entre outros santos, Santa Teresa Galani possuía a mediunidade da vidência. Santa Margarida Alacoque era dotada da mediunidade da vidência e da audiência. São Pedro de Alcântara era portador da faculdade mediúnica da cura, premonição e levitação. Santa Margarida de Cartona exercia a mediunidade da vidência. São João Crisóstomos tinha o dom da psicografia. Santa Brígida era uma médium que levava a efeito a vidência, a audiência, a psicografia, a levitação, a premonição e a cura. Santa Clara de Montefalco punha em ação a vidência, o desdobramento e a projeção de consciência xenoglossia (falar línguas estrangeiras desconhecidas ao médium), premonição e cura. São Eucarpio, São Trofimo, Santa Joana D´arc, São Francisco de Assis professavam a audiência. Santo Antonio de Pádua exercitava-se na premonição e na cura.

Minha avó paterna era devota de Santo Antonio e adepta de uma filosofia de vida quase que franciscana. Lembro-me das muitas vezes em que alguém da família perdia um objeto de uso pessoal, ou algo mais importante que extraviava-se. De repente... lá estava a velhinha a acender uma vela, ajoelhada e concentrada numa prece em frente à estatueta do Santo.

Era infalível e impressionante! Não lembro de uma situação em que após esse ritual religioso, o objeto extraviado não fosse rapidamente encontrado, ou que, após comunicado de outras pessoas, o objeto aparecesse esquecido ou perdido em outro local...

A teoria das sucessivas reencarnações do espírito, reconhece a existência de espíritos que evoluíram acima da média em suas experiências terrenas e que atingiram a iluminação, porque a bondade de um indivíduo não é medida pela sua fidelidade religiosa, e sim, pela sua verdadeira humildade e dedicação a um ideal de paz, amor e caridade ao próximo.

Minha saudosa avó, apesar da descendência de família tradicional, tornou-se, com o passar de sua experiência vital, uma pessoa humilde, ou seja, sem ostentar, sem impor o seu ego e, principalmente, sem falar mal de ninguém.

Observava-se que com a sua inabalável fé cristã e com a sua amorosa energia direcionada à família e amigos, especialmente aos netos e bisnetos, aos quais chamava carinhosamente de “santos e santinhos”, respectivamente, ela atingira um certo nível de serenidade espiritual...

“Santos”, portanto, são todos os benfeitores espirituais, que independentemente de suas crenças ou fé religiosa do passado, ajudam ou tentam ajudar-nos nos momentos em que, ao solicitarmos auxílio, sintonizamos com eles através do pensamento elevado. Santos são os espíritos canonizados pela Igreja e que passaram por minucioso processo de avaliação em que os quesitos bondade, humildade e caridade foram instrumentos básicos na construção de suas obras. Santos são seres iluminados que acompanham os trabalhos mediúnicos nas casas de religião voltadas para a prática do bem e do Amor em Seu Nome...

Apesar da ação do tempo em seu corpo de 88 anos, minha avó nunca se queixava de dores físicas ou se lamuriava pelo fato de viver “sozinha” em um apartamento. Lúcida, memória perfeita, recebia com alegria a todos os parentes e amigos que fossem visitá-la.

Conforme Jesus informou a respeito dos eleitos, o santo exatamente se caracteriza pela prática desinteressada do amor para com todas as criaturas, e o próprio Cristo não se referiu a nenhuma crença religiosa, por ocasião do sermão profético, quando falou dos eleitos...

Quando, repentínamente, ocorreu a sua passagem de plano, fiquei um tempo a sós com a minha avó na capela mortuária do hospital. Era madrugada. Seu semblante sereno permanecia o mesmo... mas aquele leve sorriso ficara para sempre registrado na minha memória, como a dizer-me: “Meu neto, não tenhas medo da morte. Eu não morri, simplesmente retornei para o lugar de onde vim. Lugar onde nos reencontraremos algum dia. Estou em absoluta paz... não te preocupes comigo!”

Passados cerca de um mês de sua passagem, a velhinha apareceu em sonho com a mesma aparência que encontrava-se quando partiu: serena. A mensagem simples, terna e objetiva, procurava transmitir segurança e fé a seus familiares e amigos: “Não se preocupem comigo, meus amados! Estou bem e sigo tranqüila a minha caminhada. Agora, na companhia de nossos amigos deste lado. Amor eterno!”

Nos últimos seis anos, a minha avó manifestou-se em três passagens mediúnicas na casa espírita onde trabalho. Sempre amorosa e pontual em suas mensagens dirigidas à família... e sempre envolta, conforme relato dos médiuns, em uma luminosidade própria...

Enfim, “santos” são espíritos evoluídos que orientam – de uma forma ou de outra – o homem no caminho do Bem. E nesse sentido, conforme a interpretação das Leis Divinas, da situação em si e, principalmente, do merecimento da pessoa que invoca a sua ajuda através do pensamento elevado, todo espírito de luz ajuda... ou no mínimo, tenta ajudar.

Quanto a minha avó? Talvez seja um espírito desperto que tenha encontrado o longo caminho da iluminação.

Psicoterapeuta Interdimensional.
link
  

Texto revisado



Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Flávio Bastos   
Flavio Bastos é criador intuitivo da Psicoterapia Interdimensional (PI) e psicanalista clínico. Outros cursos: Terapia Regressiva Evolutiva, Psicoterapia Reencarnacionista, Terapia Floral, Psicoterapia Holística, Parapsicologia, Capacitação em Dependência Química, Hipnose e Auto-hipnose e Dimensão Espiritual na Psicologia e Psicoterapia.
E-mail: flavio01bastos@gmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 17/02/2010
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.