Discernimento... - Affonso Celso Gonçalves Jr. | Artigos do Clube
 
Discernimento...  
   

Discernimento...

Autor Affonso Celso Gonçalves Jr. - affonso133@hotmail.com


Afinal, o que é discernimento ou como podemos aplicá-lo em nossa caminhada? Discernimento é a ação ou faculdade de discernir ou possuir juízo, entendimento ou critério. Acredito que a melhor forma de aplicarmos o conceito de discernimento em nossa jornada é entendendo e compreendendo o que é verdadeiramente a capacidade de discernir e, para isso, se faz necessário primeiramente a obtenção do conhecimento sobre tudo o que nos rodeia.

Para que possamos ter discernimento sobre tudo aquilo que nos cerca, necessitamos de muita reflexão para que nossos passos sejam seguros e nossas decisões nunca sejam precipitadas.

Nosso discernimento vai muito além das tomadas de decisões, pois envolve equilíbrio para sabermos o melhor momento de buscar aquilo que desejamos em nossa vida. Nosso equilíbrio emocional está diretamente relacionado com o discernimento que se faz necessário em nossas escolhas sejam elas profissionais ou pessoais. Nossa vida profissional ou pessoal necessita de discernimento para sabermos a hora certa de arriscar ou de aguardar novas possibilidades. Na ciência, os cientistas devem possuir um discernimento aguçado, para poder avaliar os prós e contras de cada tecnologia descoberta e desenvolvida, estudando sempre a melhor aplicabilidade de tudo isso em nosso mundo conturbado.

Outra importante aplicabilidade da capacidade de discernir corretamente sobre as atividades e atitudes próprias ou alheias, está relacionada à vontade que os seres humanos possuem em julgar os outros. Julgar tem a princípio, a idéia de primeiramente observar os erros alheios e apontá-los, sem o cuidado e a sensibilidade em verificar se, aquele que aponta, não comete ou não cometeu o mesmo erro. Nunca devemos esquecer que aquele que está discernindo sobre seu próprio erro está admitindo sua fraqueza e desta forma, não está permitindo que outros irmãos venham a cometer o mesmo equívoco.

Muito cuidado ao julgar seu companheiro de jornada, pois dificilmente não cometemos erros semelhantes em algum momento de nossa caminhada. Justamente no momento em que julgamos ou somos julgados é que entendemos a necessidade do discernimento e do conhecimento da causa para que saibamos a força da conseqüência.

"Bem aventurado é aquele cujo discernimento o levou à sabedoria e no exercício da sabedoria à luz da fé em toda sua plenitude libertando-o dos grilhões de um porvir obscuro e temível". Ivan Teorilang



Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Affonso Celso Gonçalves Jr.   
Affonso Jr. é autor de diversos artigos na área espiritualista e reencarnacionista sendo que sempre coloca em seus textos parte de suas experiências, de suas emoções e de suas intuições. Escreve e colabora com diversos jornais, revistas e sites. É um estudioso da Alquimia, do Ocultismo e das Sociedades Secretas.
E-mail: affonso133@hotmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 25/08/2009
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM


© Copyright 2000-2016 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.