Artigo de Daniele Alvim: Aura-Soma: Nós Somos as Cores que Escolhemos... - | Artigos do Clube
 
Aura-Soma: Nós Somos as Cores que Escolhemos...  
   

Aura-Soma: Nós Somos as Cores que Escolhemos...

Autor Daniele Alvim - danielealvim@hotmail.com


... E as Cores que escolhemos revelam as necessidades de nossa Alma. Somos Cor vibrando em variadas freqüências que expressam nossas características singulares e únicas, e que também estão associadas às energias arquetípicas dos signos do zodíaco. Estas revelam o que somos e como expressamos essa energia básica, nossos gostos e desgostos, e o conjunto de dons e talentos que já desenvolvemos ou que escolhemos melhor desenvolver nessa vida.

O trabalho com Aura-Soma é essencialmente vibracional/energético e suas ferramentas terapêuticas atuam equilibrando diretamente a aura e os chacras, pois se estes estiverem em desequilíbrio, todo o Ser também estará. Quando escolhemos as cores em uma consulta de Aura-Soma, neste exato momento nosso ser interno (que denominamos de Eu Superior ou Alma)irá revelar quais as cores, isto é, quais as freqüências vibratórias que precisa para reequilibrar-se.

Mas a Aura-Soma ainda vai além, e nos dá subsídios para descobrirmos quem somos em essência e de que forma podemos contribuir amorosamente com nossos dons únicos para transformarmos o mundo que está à nossa volta. E esta maravilhosa descoberta se faz através da seleção das cores pelas quais mais nos atraímos; em última análise, estas são as cores que estão em ressonância com nosso propósito de vida.

Os Óleos Equilibrium, atualmente contidos em 107 frascos de cristal são o "coração" da Aura-Soma. A partir de uma seleção de quatro frascos contendo estes óleos coloridos com as energias vivas das cores, aromas, cristais, minerais e plantas, podemos obter inúmeras informações que nos conduzem em direção a um maior autoconhecimento e autoconsciência, o que possibilita a cura em todos os níveis de nosso ser: emocional, físico, mental e espiritual.

Na realidade terapeuta e cliente irão atuar juntos nesta leitura, pois a seleção dos frascos pelo segundo já indica que ele mesmo sabe, através de seu Eu Superior, quais as respostas às suas questões e, conseqüentemente, o caminho interior que deverá percorrer e que o conduzirá à cura.

Em uma consulta de Aura-Soma se faz uma seleção de quatro frascos, estes com inúmeras combinações de cores. O primeiro é o que chamamos de “frasco da aura verdadeira”. Irá indicar qual a nossa principal missão nesta vida, levando em consideração o raio (cor) da alma no qual encarnamos, e quais os instrumentos que temos à nossa disposição — dons, talentos e virtudes — para que possamos desenvolver todo este potencial. Este frasco sinaliza os aspectos de alma que mais desenvolvemos em outras vidas e de que forma podemos usá-los a nosso favor.

Vicky Wall, a vidente e sensitiva inglesa que tornou possível o nascimento da Aura-Soma no mundo, percebia que a cor preferida de seus clientes sempre coincidiam com a cor do ponto de luz que Vicky via na região de seus umbigos (hara), e que ela percebia que nunca mudava. Esse ponto de luz é a expressão da própria alma. Por isso ela denominou essa cor preferida (e expressa na cor do primeiro frasco escolhido) de cor da aura verdadeira, pois, como dito acima, revela a freqüência vibratória principal do indivíduo e jamais se altera.

O segundo frasco é denominado de frasco do desafio. Este indicará quais os principais obstáculos que temos de transpor a fim de que possamos realizar plenamente o potencial do frasco da alma. Interpretando-o podemos enxergar a causa de nossos desequilíbrios, pois aí reside nossos pontos de maior vulnerabilidade, resistência e apego, que com freqüência chamamos de “defeitos”. E realmente estes obstáculos internos não deixam de ser grandes desafios uma vez que estão relacionados com o ego. Quando passamos a ter consciência de que determinados comportamentos negativos nos criam verdadeiros obstáculos e que não há nada que nos aconteça que não tenhamos criado, ainda que inconscientemente, mais chances teremos de criar bem–estar e felicidade para nossas vidas e daqueles que nos cercam.

Já o terceiro frasco indica o momento presente. Como estamos atualmente nos posicionando em relação aos nossos desafios e a missão que viemos desenvolver? Estamos mais perto de realizar nosso potencial de alma, já estamos desenvolvendo ou sequer temos consciência dele?

E, finalmente, o quarto frasco irá indicar o que esperamos do futuro e quais as energias que já estamos atraindo para nossas vidas como uma resultante do processo que estamos passando no momento presente, isto é, na Jornada de Alma expressa pelos quatro frascos escolhidos. Seria uma dádiva de nosso Eu Superior, uma mensagem de paz, esperança e otimismo.

As cores refletem um aspecto da LUZ. E Luz nada mais é do que a CONSCIÊNCIA - com a qual entramos em contato através de informação que nos chega e que acessamos externa ou internamente. Esta será uma Era em que teremos acesso à muita informação vinda de todos os níveis, principalmente dos mais sutis. Somente através da luz é que desbravamos nossas sombras interiores. E dentre outras inúmeras fontes de informação, a linguagem das cores é uma ótima ferramenta para o conhecimento de nós mesmos como seres humanos e deste universo abundantemente colorido que nos rodeia.


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Daniele Alvim   
Daniele Alvim é Escritora, Terapeuta e Professora de Aura-Soma
Visite seu Blog, Twitter e minha comunidade de Aura-Soma no Orkut.

E-mail: danielealvim@hotmail.com
Visite o Site do autor e leia mais artigos.

Publicado em 31/07/2008
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.