Esqueci a senha
 

 
Bookmark and Share

O que é Psicoterapia Reencarnacionista?

por Mauro Kwitko - mauroabpr@gmail.com

É uma nova Escola de Psicologia baseada na Reencarnação, iniciada em Porto Alegre com o Dr. Mauro Kwitko recebendo-a de um Grupo de Seres do Plano Astral, dirigidos pelo Samuel. Atualmente é uma Associação, a Associação Brasileira de Psicoterapia reencarnacionista (www.abpr.org) e está com Cursos de Formação em vários estados do Brasil: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Sergipe e Ceará. No site do Dr. Mauro encontram-se os caminhos para informações e inscrições nos Cursos: www.maurokwitko.com.br

O psicoterapeuta reencarnacionista não se atém apenas a essa encarnação e trabalha com o paciente a sua busca da evolução espiritual, mostrando desde a 1ª consulta que nossas inferioridades e negatividades constituem a finalidade das encarnações.
O foco das consultas é sempre o real aproveitamento de uma encarnação. A grande diferença entre a Psicoterapia Reencarnacionista e a Psicologia tradicional, que se limita apenas a essa vida, está em como ouvimos a história do paciente, em como interpretamos o que ele nos diz e como vamos trabalhar o material analisado. Ao invés de procurarmos na infância o que gerou essas características inferiores, quem foram os “vilões” ou as “situações-vilãs” que aparentemente criaram no paciente a mágoa, a raiva, a sensação de inferioridade, os medos, etc., raciocinamos em termos de uma personalidade congênita, pois sabemos que nossas características, pensamentos e sentimentos são anteriores à essa atual encarnação. Os “vilões” e as “situações-vilãs” são elementos do Karma, os gatilhos necessários para o afloramento do que veio para ser melhorado ou eliminado.

O psicoterapeuta reencarnacionista deve manter-se atento à pergunta “Por quê?” e a infância do paciente deve ser analisada como a continuação da encarnação passada, e todos os seus elementos de análise devem levar em consideração o merecimento e a necessidade. O pilar básico é a Personalidade Congênita, ou seja, nós somos um Espírito que volta à Terra com uma personalidade, tendências, hábitos, e aí está embutido o que viemos melhorar ou curar em nós. Aí está a nossa proposta de Reforma Íntima.

O merecimento não deve ser confundido com culpa e castigo, pois esses conceitos “religiosos” foram criados pelos homens e não existem na Justiça Divina. E a Justiça Divina não deve ser confundida com a justiça de um homem barbudo sentado lá em cima, nos condenando, nos premiando, pois isso também foi criado pelos homens e não existe. O merecimento é baseado na Lei do Retorno (Karma) em que simplesmente nós recebemos de volta da Harmonia Universal (que aqui na Terra chamam de Deus) o que fizemos, de negativo ou positivo.
A necessidade é o que precisamos encontrar (pessoas e situações) para que aflorem as nossas imperfeições, para que saibamos o que temos de melhorar, ou curar, em nós.

O psicoterapeuta reencarnacionista deve escutar a história do seu paciente perguntando-se internamente “Por quê?”. Por que veio filho daquela mãe? Por que veio filho daquele pai? Por que reencarnou em uma família pobre? Por que reencarnou em uma família rica? Por que veio numa “casca” bonita? Por que veio numa “casca” feia? Por que um defeito congênito? Por que sua mãe ou seu pai gostam mais de um irmão ou irmã do que dele(a)? Por que gostam mais dele(a) do que de outro filho(a)? Por que veio para passar por tal situação?

Desde a 1ª consulta em Psicoterapia Reencarnacionista começamos a buscar entender a finalidade da encarnação do paciente, um trabalho que prossegue nas demais consultas. Mas é preciso que o psicoterapeuta reencarnacionista conheça e transmita aos seus pacientes a noção de que, se estamos inseridos dentro de uma estrutura perfeita, de uma Harmonia Universal, e estamos recebendo, na nossa infância ou no decorrer da vida, situações que não nos parecem boas, que nos fazem mal, que afloram em nós como sentimentos de raiva, de mágoa, etc., devemos nos questionar porque a Perfeição, Deus, está nos oferecendo isso. E ao invés de nos vitimizarmos e cairmos na tristeza ou no ódio, devemos entender que tudo segue a Lei do Retorno; ou seja, a Perfeição nos devolve o que fizemos, numa retribuição inevitável e natural. Isso não quer dizer que somos julgados e “Alguém” lá em cima diz: “Mande aquele para uma mãe ruim!”, “Mande aquele para uma família pobre!”, “Aquele deve morrer bem jovem!”, “Aquele vai nascer defeituoso!”, etc.
Não é isso, não é para castigar e, sim, para aprendermos, é um benefício, embora raramente percebamos isso. É uma questão de estarmos inseridos dentro de uma Estrutura Energética Perfeita, que nos devolve o que fazemos, que nos faz retornar, automaticamente, o semelhante aos nossos atos, pensamentos e sentimentos. E isso se aplica ao que fizemos de negativo e de positivo, de ruim e de bom. Também vamos encontrando os seres aos quais estamos ligados energeticamente, por cordões positivos ou negativos. Tudo isso faz com que se estruture uma infância para nós, os pais, os irmãos e outras pessoas e a nossa vida terrena vá transcorrendo com fatos e situações atreladas a essas questões de Karma, de reencontros, de necessidade, de merecimento.

Não existe castigo e sim oportunidades de aprendizado, de crescimento, de purificação, durante milhares e milhares de anos, neste planeta. Tenho escutado centenas de relatos de regressões de pessoas que sofrem bastante nessa vida e encontram a origem do seu sofrimento lá atrás, muitas vezes há séculos, e entendem então realmente essa lei universal, a Lei da Ação e Reação. Quando fazemos alguém sofrer, quem sente é quem sofre, pois o agente do sofrimento sempre acredita que tem razão para seu ato, e a Perfeição, então, automaticamente, lhe devolve esse ato para que, em passando por ele, perceba que não deve causar mal a ninguém. O sofrimento ensina o que é errado para quem sofre, quem é espancado aprende que espancar dói, quem é abandonado, aprende que abandono dói... Tudo o que fazemos, retorna para nós na mesma proporção, tanto as coisas erradas como as certas, isso é o Karma, é a verdadeira Justiça Divina.

Nas 2ªs feiras à noite, às 21h, o Dr. Mauro tem um Programa na Internet, o “Como Aproveitar a Sua Encarnação”, através do site: www.redevisao.net Nele, clicar em TV Rede Visão. Ali podem ser entendidos melhor os princípios dessa nova Escola de Psicologia.

Texto revisado por: Cris


por Mauro Kwitko   
CURSO DE FORMAÇÃO EM PSICOTERAPIA REENCARNACIONISTA E REGRESSÃO TERAPÊUTICA 2014/2015 - Inscrições abertas
Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Brasília, Recife e Salvador
Informações - www.portalmaurokwitko.com.br - www.portalabpr.org - www.julianavergutz.com.br

Lido 4260 vezes, 113 votos positivos e 2 votos negativos.   
E-mail: mauroabpr@gmail.com
Visite o Site do autor

Gostou deste Artigo?
Sim Não    
Imprimir
este Artigo
Enviar para
um amigo
Outros Artigos
deste autor


© Copyright 2000-2014 SOMOS TODOS UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PRINCIPAL ARTIGOS
LOGAR PRODUTOS
ASSINAR SERVIÇOS
PARTICIPANTES EVENTOS