Esqueci a senha
 

 
DEPRESSÃO, MELANCOLIA E MANIA SOB A ÓPTICA PSICANALÍTICA
Bookmark and Share

DEPRESSÃO, MELANCOLIA E MANIA SOB A ÓPTICA PSICANALÍTICA

por Priscila de Faria Gaspar - priscilagaspar@terra.com.br

A psicanálise diferencia-se de outros enfoques psicopatológicos justamente porque faz uma distinção entre o plano dos sintomas e o plano latente da estrutura de personalidade que não é diretamente acessível à consciência. Ou seja, a abordagem psicanalítica foca-se mais na estrutura que está sob os sintomas aparentes. Há também uma distinção para o uso dos termos depressão e melancolia, sendo a primeira um sinal clínico ou sintoma e a segunda uma característica que pode estar vinculada a uma manifestação psicótica na qual o sujeito está incapacitado de enxergar a realidade. A psiquiatria adotou o termo depressão e praticamente não usa a palavra melancolia, que permanece em uso em algumas correntes psicanalíticas. A psiquiatria agrupa quadros distintos na categoria dos Distúrbios Afetivos ou Transtornos do Humor, em função da prescrição de medicamentos antidepressivos tanto para casos psicóticos de melancolia, como para as depressões leves ou mesmo para as reações de luto frente a uma perda real.
A melancolia caracteriza-se por acentuada depressão, desgosto, muitas vezes com inibição motora e idéias de autodestruição que podem levar ao suicídio. Ao contrário, a mania caracteriza-se por excitação eufórica do humor e agitação motora. Nos quadros maníacos o sujeito pode supervalorizar-se e fazer coisas que normalmente não faria, pois distorce a realidade de modo a não enxergar os riscos e perigos embutidos em suas ações. A alternância entre esses estados caracteriza o quadro de melancolia-mania, também denominado psicose maníaco-depressiva, transtorno do humor bipolar ou ciclotimia. Essas manifestações podem variar em freqüência (tempo de duração de cada fase) e amplitude (grau de intensidade de cada uma delas). Em muitos casos, o paciente alterna os quadros maníacos e depressivos a intervalos cada vez mais curtos, porém há aqueles que apresentam apenas um episódio maníaco e um depressivo ao longo de toda a vida.
Em 1895, Freud esboçou algumas hipóteses acerca do mecanismo psíquico da melancolia, salientando que a característica mais notável da melancolia é a sua tendência a se transformar em mania. Observou que, tanto os quadros de melancolia quanto os de mania consistem em desordens lutando contra um mesmo tipo de complexo. As defesas maníacas protegem o ego do desespero total e muitas vezes consistem na única forma de superar o sofrimento, uma vez que a resolução da depressão é muito lenta. Dessa forma, para a psicanálise, independente de o paciente estar numa fase melancólica ou maníaca, sob os sintomas aparentemente opostos encontra-se a mesma estrutura psíquica que precisa ser tratada.
As oscilações do humor, embora variem em freqüência e amplitude, visam restituir a normalidade do funcionamento psíquico, embora em alguns casos persistam ao longo da vida e possam agravar-se. Talvez a maior dificuldade na melancolia e na mania seja a de diferenciar o normal e o patológico, uma vez que reações de luto frente às perdas e oscilações de humor são ocorrências naturais na vida humana. Todos nós passamos por fases em que estamos mais empolgados ou mais desanimados e essa flutuação é absolutamente normal. Cabe ao próprio sujeito perceber o grau de prejuízo que essa oscilação traz para sua vida, identificando o momento de buscar auxílio profissional adequado.

Priscila de Faria Gaspar é Psicanalista com abordagem psicossomática.

Atendimento à Rua Domingos Vieira, 343, sala 1103. Santa Efigênia - Belo Horizonte

Casos especiais atende on line por e-mail, msn ou skype
Contato:(31)3415-8269 cel.(31)9312-8269 ou priscilagaspar@terra.com.br



por Priscila de Faria Gaspar   
Priscila de Faria Gaspar é Psicanalista, Terapeuta de Regressão e Terapeuta de Casais, com especialização em Sexualidade Humana. Atende em psicoterapia individual e de casal, à Rua Domingos Vieira, 343, sala 1103 - Santa Efigênia - Belo Horizonte - MG Contato: (31)9312-8269 priscilagaspar@terra.com.br
Lido 4124 vezes, 21 votos positivos e 0 votos negativos.   
E-mail: priscilagaspar@terra.com.br
Visite o Site do autor

Gostou deste Artigo?
Sim Não    
Imprimir
este Artigo
Enviar para
um amigo
Outros Artigos
deste autor


© Copyright 2000-2014 SOMOS TODOS UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
PRINCIPAL ARTIGOS
LOGAR PRODUTOS
ASSINAR SERVIÇOS
PARTICIPANTES EVENTOS