Artigo de Ana Esmeralda Lucas: CURA PELA ÁGUA - | Artigos do Clube
 

CURA PELA ÁGUA

Autor Ana Esmeralda Lucas - nucleo@nucleoalquimico.com.br


O que se segue são trechos sobre a cura d’água publicados por uma associação médica japonesa.

Objetivo da cura: tratamento de uma ou outra das seguintes doenças.

- Dores de cabeça, hipertensão, anemia, artrite, reumatismo, paralisia facial, paralisia geral, obesidade, taquicardia (palpitação do coração), astenia (cansaço geral);
- Tosse, asma, bronquite, tuberculose;
- Meningite, doença hepática (fígado), uropatia (rins);
- Piose gástrica, diarréia (ulceração dos intestinos), prolapso retal (queda do órgão), constipação, hemorróidas;
- Diabetes;
- Oftalmologia: menorragia ou pálmica dos olhos, astenia (cansaço de vista);
- Otorrinolaringologia: zumbido nos ouvidos, rinite (infecção da garganta);
- Ginecologia: câncer do útero, menstruação irregular, leucorréia, câncer de mama.

Esta cura d’água pode parecer, para alguém, inconcebível mas os fatos comprovam que ela é recomendada.

Beber uma considerável quantidade de água de uma só vez torna o cólon mais eficaz para produzir mais sangue renovado, realidade reconhecida em termos médicos como hematopoese (formação de glóbulos sangüíneos). Isto é possível pela ativação das dobras das mucosas que se encontram no cólon e intestinos que absorvem os elementos nutritivos dos alimentos que ingerimos e os transformam em sangue novo e fresco.

Esta teoria foi publicada em um artigo escrito por um professor japonês de uma universidade de medicina, há sete anos.

Em geral, devido, à insuficiência do cólon o homem sente-se esgotado, adoece e dificilmente consegue se curar. O cólon de um adulto mede aproximadamente 2,5 m de comprimento podendo absorver os elementos nutritivos que o corpo recebe. Se o cólon estiver limpo, então, os alimentos que ingerimos várias vezes por dia serão completamente absorvidos pelas mucosas do cólon que os transforma em sangue novo e fresco para o organismo. Esse sangue novo se encarregará de curar as nossas doenças e ele é considerado como principal força do restabelecimento da saúde. Em outras palavras a cura d’água nos tornará sadios e prolongará a nossa vida.

História do autor

Encontrei, há trinta anos, um homem de uma certa idade. Esse homem, embora bastante idoso, parecia muito robusto e de uma saúde extraordinária. Eu o saudei e perguntei se ele sofria de algumas doenças. Ele me respondeu:

“Há muito tempo não sofro de nenhuma moléstia. Anos atrás quando eu tinha 20 anos sofria de gastrite (inflamação do estômago) e fiquei acamado por uns dez anos. Durante esse tempo me tratei com cinco médicos que me prescreveram todo tipo de remédio e injeção sem resultado. A seguir um velho amigo meu, médico, disse-me que poderia me ajudar; nenhum medicamento poderia me curar mas existia uma terapia que eu poderia experimentar. Perguntei do que se tratava e ele me ensinou: todas as manhãs, ao levantar, não lave a boca e beba 42 onças (aproximadamente seis copos de água ou 1,3 lt) de água. Evite comer antes de deitar.

Ele me deixou com esses ensinamentos. Segui suas instruções e bebi os seis copos de água. Em menos de uma hora, senti necessidade de urinar três vezes, comi meus grãos de cereais no almoço e há mais de dez anos nunca os tinha achado tão deliciosos. Na manhã seguinte, bebi a mesma quantidade de água. Evacuei, então, todos os resíduos estagnados nos meus intestinos. Estou com a idade de 68 anos. Desde esse tempo tenho sempre seguido a cura d’água e nunca mais fiquei doente, nem mesmo com resfriado.

Esta cura foi benéfica também para minha família. Quando meus filhos tiveram meningite, após ter utilizado a cura d’água todos recuperaram a saúde. Minha esposa há dez anos sofria do coração e estava muito gorda, com menos de cinco pés de altura (1,50 metros), pesava 120 kg. Após ter seguido a cura d’água, em menos de dez dias toda sua doença desapareceu. Após um espaço de dois meses, tinha conseguido emagrecer oito quilos.”

Pontos a considerar

Existem algumas particularidades que devemos observar a respeito da cura d’água. Uma pessoa que está doente pode achar difícil beber 6 copos de água de uma só vez, mas deve ter paciência e experimentar andar ou correr por alguns momentos (entre o 2. ou 3. copo para o próximo, fazer um espaço de alguns minutos). Poderá, então, conseguir tomar toda a quantidade de água exigida.

Após ter bebido toda água (6 copos), deve fazer exercícios durante vinte minutos, seja correndo ou jopping (o tradutor, por excelência, recomenda o jopping, isto é, pular no mesmo lugar, no quarto onde se dorme). Uma pessoa doente que não consegue levantar-se deveria, após tomar a água, fazer respiração profunda no leito e massagear o abdômen, o que ajuda a passagem da água no cólon, de modo a lavar as dobras da mucosa intestinal.

Pode acontecer que uma pessoa apresente clara ou tenha vontade de urinar uma vez ter absorvido a água. O arroz que eu comia parecia ter um sabor delicioso. Passados sete anos, esse professor da Universidade do Japão publicou uma tese sobre a função da hematopoese (formação dos glóbulos vermelhos) e até hoje sua teoria não foi contestada.

Tempo de duração da cura para cada doença

- Gastrite – a experiência prova que as pessoas que sofrem de gastrite obtém alívio após a cura d’água durante uma semana.
- Hipertensão – após um mês.
- Gastrenteroptose – queda do órgão, após três dias.
- Constipação – um dia.
- Diabetes – uma semana.
- Câncer – um mês.
- Pulmões, tuberculose – três meses.
- Artrite e reumatismo – as pessoas idosas que sofrem dessas doenças devem fazer a cura d’água 3 vezes por dia, durante uma semana, para obter a cura completa (não diz quais as horas durante o dia; talvez deva ser nos intervalos das refeições).

As pessoas que fazem a cura d’água podem beber, durante as refeições, a bebida habitual (que está acostumado), mas não deve tomá-la antes de duas horas após as refeições. Deve também evitar ingerir comida sólida antes de deitar, sobretudo massas.

Algumas considerações gerais

O muito ou pouco de água que se consegue tomar, principalmente no início, seguramente traz bons resultados. Aconselha-se aumentar aos poucos (se não conseguir da primeira vez), até chegar aos seis copos.

Aconselha-se, ainda, colocar a água que se vai beber de noite, num único recipiente de modo que os resíduos ou elementos químicos se depositem no fundo da vasilha, durante a noite.

Ana Esmeralda Lucas
Terapeuta Holística na área de Fitoterapia, Florais de Bach, Do-in, Naturopatia e Bioeletrografia (foto de Kirlian).
www.nucleoalquimico.com.br
nucleo@nucleoalquimico.com.br
(19) 3289-2936
Rua Christina Giordano Miguel, 250 - Barão Geraldo - Campinas - São Paulo

Texto revisado por Cris


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   

Autor: Ana Esmeralda Lucas   
Visite o Site do autor e leia mais artigos..   

Publicado em 24/09/2005
 

Deixe sua opinião sobre este artigo



Acessar seu Clube STUM
Faça
seu login


© Copyright 2000-2017 SOMOS TODOS UM - O conteúdo desta página é de exclusiva responsabilidade do Participante do Clube. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços oferecidos pelos associados do Clube, conforme termo de uso STUM.