Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade


Os Temperamentos segundo Hipócrates  
Home > Psicologia

Os Temperamentos segundo Hipócrates

por Ana Cecília Amado Sette


Os temperamentos foram formulados por Hipócrates (o pai da medicina) seis séculos AC.
O sábio médico grego classificava os doentes em quatro tipos, cada um dos quais apresentava uma hipertrofia ou o desenvolvimento excessivo de um sistema ou função. Nossos estados fisiológicos estão estreitamente ligados ao nosso comportamento.
No ser humano existem quatro aparelhos anatômicos fundamentais, que são a base para determinar os temperamentos:



O estudo dos Temperamentos torna-se indispensável para a Grafologia, pois corresponde a um estado particular que tem muitas repercussões no caráter e permite um conhecimento mais profundo do ser humano. O termo Temperamento vem do latim "temperamentum" de "tempere", combinar em justas proporções.
O temperamento é inato, é o modo de ser que temos constitucionalmente, produzidos pela herança. O indivíduo nasce com um temperamento determinado que está também ligado à sua fisiologia.

TODOS NÓS TEMOS OS QUATRO TEMPERAMENTOS,
COM GRADUAÇÕES E PREDOMINÂNCIAS DE ALGUNS.

Todos nós temos qualidades e defeitos, portanto não podemos analisar uma pessoa na sua totalidade sem conhecer profundamente a teoria dos Temperamentos, a Grafologia, as características da grafia que determinam o Temperamento Dominante e a proporção de cada um deles. É necessário especificar que não existe nenhum temperamento em estado puro, sempre há um que domina, sendo muito difícil apresentarmos dois deles numa mesma equivalência. Cada um de nós possui a sua própria dosagem.
Vamos descrever cada um dos Temperamentos, iniciando pelo Nervoso.

NERVOSO OU MELANCÓLICO

Existem dois tipos de pessoas com este Temperamento: o Sensitivo e o Intelectual.
O Nervoso Sensitivo é muito impaciente, muitas vezes instável e se descontrola com facilidade. Por outro lado o Nervoso Intelectual tem a força de vontade dominada pelo intelecto; sendo assim, tem maior equilíbrio e autocontrole.

Tipo físico do nervoso
O rosto do Nervoso revela certa finura de traços e um perfil com sinuosidades abundante. O nariz, na parte superior aparenta uma convexidade acentuada.
Seu perfil denota rapidez em seus movimentos, agudeza de espírito, sensibilidade alerta, inquietação e uma curiosidade ativa, um modo de realizar com tendência a improvisação.
O abdômen é sem resistência, dando a impressão de debilidade. Calvo da fronte para a nuca
Orelhas grandes e descoladas. Pescoço comprido e fino, possui um crânio bulboso e um queixo pontiagudo. Quase sempre seu rosto é pequeno, nariz estreito, lábios bem finos e voltados para dentro. São propensos a tiques e possuem o tórax estreito.

Características da personalidade
O indivíduo de Temperamento Nervoso caracteriza-se pelo comportamento irritável, impressionável, receptivo e subjetivo, além de versátil. É curioso e indagador, mas inconstante em suas ações. Como é muito susceptível, se ofende com facilidade, pois se acha muito importante. Vive reprimindo seus sentimentos.Tranca-se em si por medo, e normalmente prefere receber a doar. Podem ser propensos à inveja e ao ciúme.Sua manifestação da sensualidade pode ser reprimida ou recalcada. Possui uma inteligência viva, tem imaginação criativa, espírito complicado, é confuso no plano emocional e sujeito a excessos. É bravo, emotivo, inconstante, caprichoso, desconfiado e tímido.
Exagera nas manifestações afetivas, e sua força e vontade oscila entre altos e baixos, muitas vezes começa e não termina as tarefas. É inquieto, irritável, crítico. Tem dificuldade para perdoar as ofensas, podendo ser vingativo e rancoroso. Não tolera críticas e tem freqüente sentimento de inferioridade. Procura impressionar com notícias inesperadas, para chamar a atenção. Rebela-se contra o ambiente e sente-se inadaptado ao mundo. O Nervoso tem tendência à úlcera, pois é pessoa que geralmente “guarda” ressentimentos e mágoas.
São ótimos jogadores de xadrez.

Características profissionais
Tem aptidão para tarefas detalhistas, minuciosas ou de improvisação rápida, tem bastante intuição. Gosta de “surpreender” os que o rodeiam. Maneja com habilidade objetos finos e delicados. Não se adapta a tarefas que exijam automatismo, seja motriz ou mental. Se a tarefa exigir continuidade fazem-na, mas caso venha a se cansar - pois a monotonia o aborrece - necessita movimentar-se constantemente. Tem necessidade da presença dos outros para atuar. Tem o espírito complicado, vai por atalhos e não pelo caminho reto. Trabalha em ritmo desigual, é mais mental do que afetivo, tem reações vivas e rápidas. O tônus vital é fraco, pois descarrega a emotividade sob seus próprios nervos.

O Nervoso sensitivo, como chefe é muito impaciente, muitas vezes instável e se descontrola com facilidade. Quando ele fica com raiva de uma pessoa, perde a perspectiva com relação às qualidades desta pessoa.
Se for Nervoso intelectual a força de vontade é dominada pelo intelecto; sendo assim tem maior equilíbrio e autocontrole. Sua escrita é mais firme, com semi-ângulos e não tão desigual quanto a do sensitivo, pois são mais reflexivos e sabem se concentrar.
Sua função psíquica principal é sentir e intuir, raramente perceber. O Nervoso é emotivo de pensamento intuitivo, secundário e introvertido.
Apto para a área financeira, computação, enfermeiro, dentista, advogado, copeiro, historiador, escritor, pintor.

Para motivar o nervoso:
Devemos utilizar argumentos que mostrem novidades.
Dar-lhe dados que podem constituir uma surpresa.
O nervoso gosta de escolher o insólito, o novo, o inesperado, aquilo que ninguém tem.
Deve-se satisfazer seu afã pela curiosidade.

A grafia do Nervoso é muito desigual, inconstante, desordenada, estreita, às vezes confusa, ascendente, maiúsculas muito altas ou muito pequenas. Deixa uma impressão de agitação.
Quase sempre a grafia é rápida, com os pingos em forma de acentos agudos. As barras dos “t”, são colocadas mais para o alto, compridas, finas e pontudinhas; voltadas para direita, o que corresponde a um revide agressivo perante uma suposta ofensa. Tem um orgulho mais sutil, percebido através das maiúsculas altas.
A grafia freqüentemente é pontuda, pequena, desigual na altura, largura, inclinação, alinhamento e pressão. Os espaços entre as letras são desiguais assim como a velocidade e a ligação entre as letras.
Nota-se o orgulho em certas maiúsculas levantadas. A inclinação das letras é desigual, hesitante ou à esquerda.
Sua força de vontade é irregular e manifesta-se através de uma escrita movimentada, agitada, sem ordem de direção, se ele for sensitivo.

A grafia do Nervoso intelectual: é mais firme, com semi-ângulos e não tão desigual quanto a do sensitivo, pois são mais reflexivos, sua força de vontade é dominada pelo intelecto; sendo assim tem maior equilíbrio e autocontrole.

A criança de Temperamento Nervoso: é instável, muda continuamente de humor e conseqüentemente tem dificuldade para concentrar-se. Tem necessidade de afeto, e é necessário dar-lhe muito carinho para que a sua insegurança seja amenizada e não se torne constante. A criança nervosa que enfrente a uma angústia não come, perde o apetite.
Vive um pouco fora da realidade, imersa nos seus sonhos e fantasias. É ciumenta e inclinada a rivalidades com os irmãos. Como conseqüência de sua timidez costuma mentir um pouco. Sofre por não poder se destacar como gostaria. Como é muito impressionável fica mais segura e feliz em ambientes que lhe proporcionem essa segurança.
Como é contraditória, às vezes sente-se desconsertada e quando menos se espera começa a chorar. Em geral é boa aluna, principalmente quando os educadores sabem compreender sua sensibilidade. Faltam vontade e constância. É muito curiosa o que a estimula ao conhecimento e descobrimento das coisas.
Na sua expressão gráfica: os movimentos são arrítmicos e a pressão fraca. Letras desiguais no tamanho e inclinação, linhas ascendentes, barras do “t” muito finas e largas. Pela sua falta de concentração esquece constantemente de cortar os “t”, pingar os "i".

Não se precipite para tentar se “achar” ! Aguarde o próximo Temperamento: falaremos do Sanguíneo que possui características bem diferentes do Nervoso.

Compartilhe


Ana Cecília Amado Sette é especialista em Grafologia, com mais de trinta anos de experiência em aplicação da Análise Grafológica, com ênfase em Seleção de Pessoal.
Atende pessoas e empresas em São Paulo.
Conheça os auto-testes de Grafologia
Email: anacecilia@amadosette.com.br
Visite o Site do Autor

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.
 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 03 – CHUN – DIFICULDADE INICIAL
O início de todas as coisas é freqüentemente trabalhoso e difícil. Mas basta manter-se paciente e perseverar.


energia
Runas: Sowilo
Seja transparente. Dia excelente , força vital e sucesso.


19
Numerologia: Originalidade
Mudanças ha muito consideradas podem ser bem feitas hoje. Seja diferente e original. Este é o dia para o exercício da individualidade.
Experimente o novo e o ainda não tentado. Mantenha-se independente e decisivo e, sobretudo, tenha coragem de agir de acordo com os seus sonhos.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 

+ Lidos da Semana anterior
1. Aniversário do Brasil 2017: o que vem por aí?
2. Como fazer um homem ficar obcecado por você...
3. Como saber quando alguém não está tão a fim de você!
4. Guia dos Cristais e seus Poderes Curativos
5. Você está confuso? Não sabe que caminho seguir? Siga o fio de Ariadne!
6. As Profecias de Chico Xavier
7. Limão para tratar o Sistema Digestivo
8. Até quando vale a pena lutar por um amor?


 
© Copyright 2000 - 2017 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade