Somos Todos UM - HOME
O seu Portal de Autoconhecimento e Espiritualidade


Previsões Astrológicas para o Brasil 2008  
Home > Astrologia

Previsões Astrológicas para o Brasil 2008

por Graziella Marraccini


Análise feita sobre o Mapa do Brasil Independência
07 de setembro de 1822, por volta das 16:15 hs. em São Paulo

Sempre que um ano novo se aproxima, costumo publicar uma analise feita sobre o Mapa do Brasil, mapa este elaborado para o dia da proclamação de sua Independência (momento do nascimento da nação). Esse estudo visa orientar os leitores no sentido de aproveitar as influências astrais favoráveis e evitar, na medida do possível, aquilo que as influências desfavoráveis podem provocar no ano vindouro. Desta forma pretendo também ajudar os leitores a nos integrar no carma coletivo de maneira consciente, atuando com nosso livre-arbítrio e fazendo nossas escolhas pessoais.

Ao preparar as Previsões Astrológicas anuais - não somente de países, mas também de indivíduos - os astrólogos usam vários métodos, todos ensinados pela astrologia desde seus primórdios e consagradas e comprovadas pelas estatísticas: direções primárias, secundárias, trânsitos planetários e lunações, são as principais.

Para facilitar a compreensão de nossos leitores, faremos uma síntese para não nos delongar no 'astrologês' que resulta muitas vezes obscuro para muitos.

Nas Direções Primárias e Secundárias o estudo é baseado no movimento imaginário do Sol, do ASC (Ascendente), do MC (Meio do céu) e da Lua, enquanto que nos trânsitos planetários o estudo é realizado sobre os movimentos reais dos planetas no céu, durante o ano em questão e sua relação com o Mapa do Brasil que nos serve de base. As lunações (ou seja, as Luas Novas e as Luas Cheias), os eclipses lunares e solares confirmam os estudos anteriores.

O Brasil nasceu em 7 de setembro de 1822, às 16:15h, em São Paulo. Possui o Sol em Virgem, na cúspide da Casa VIII, a Lua em conjunção com Júpiter em Gêmeos, na Casa IV, o Ascendente a 22º de Aquário e o MC a 20º51 de Escorpião; portanto, inicia 2008 com 185 anos e quatro meses de vida como nação.

Nos primeiros meses do ano, até maio, um aspecto tenso entre a Lua progredida e o Sol indica que nosso governante (o presidente Lula, no caso, e o executivo em geral) estará sofrendo com uma perda de popularidade e prestigio.
A partir de maio, um aspecto mais benéfico, desta vez com o MC pode indicar uma melhora da imagem de nossos governantes, talvez por causa de investimentos anunciados e da retomada dos trabalhos no congresso (depois do carnaval!) e de medidas mais favoráveis, como investimentos e obras públicas.
No entanto, a partir de julho e até o final do ano, as coisas se complicam, especialmente no que diz respeito ao relacionamento do governo com a imprensa e os meios de comunicação de maneira geral. Os assuntos em pauta poderão ser relativos às finanças do governo, investimentos, bancos, tarifas, etc. Poderemos assistir novamente a denuncias de corrupção e desvio de dinheiro publico.

No entanto, um bom aspecto com Vênus, a partir de julho, também está a indicar um período mais favorável especialmente aos tratados e acordos internacionais, dando destaque também aos assuntos de moda e o mundo artístico, festas e comemorações folclóricas e populares. Ou seja, como sempre, não faltarão motivações para festejos e júbilos que também podem ser relativos aos comícios políticos que começarão a pipocar pelo país.

Ao analisarmos os trânsitos planetários, levamos em conta a posição astronômica atual dos planetas e sua relação com o Mapa do Brasil Independência. (Ver o Mapa do Brasil Independência no site). Os trânsitos planetários são muitas vezes extremamente esclarecedores quanto às energias que estarão influenciando o Brasil como um todo. Diferentemente das Direções que são movimentos imaginários do Sol, ASC, MC e principalmente da Lua, sobre o Mapa da Independência, os trânsitos parecem ter uma influencia mais direta, já que são baseados numa energia gerada no momento atual. Nas previsões mundiais, de maneira geral, eles parecem agir de forma muito evidente.
Em matéria de trânsitos planetários o Brasil começará o ano ainda sob o impacto da conjunção entre Júpiter e Plutão, já descrita nas Previsões de 2007. As mudanças ocorridas no Congresso Nacional, principalmente no Senado, fazem parte da energia gerada por essa conjunção que, no entanto, virá consolidar algumas mudanças que serão benéficas para o país a longo prazo. Endurecem as posições dos partidos de oposição e o governo irá governar com mais dificuldade.

Plutão transita no signo de Capricórnio a partir de janeiro de 2008, mas retrograda ainda em Sagitário entre julho e novembro, ou seja, na segunda metade do ano. De qualquer maneira, ele influencia ambos os signos durante o ano todo e principalmente a Casa XI do mapa do Brasil.

Nesses últimos anos o poderoso planeta Plutão já esteve influenciando a grande mudança política ocorrida (pela primeira vez tivemos um partido como o PT no governo) e as reviravoltas históricas que aconteceram em nosso país em nível de governo e que modificaram profundamente todo o sistema executivo e os partidos do poder. Um dos efeitos transformadores deste planeta age também no sentido de fazer vir à tona a podridão e a corrupção que existem escondidas por debaixo do pano. De fato, assistimos nestes últimos anos a uma tentativa de limpeza no ambiente político, executivo e legislativo do Brasil e nunca como antes se viu tanta corrupção, tanta falcatrua no ambiente do governo. Até o presidente do Senado acabou coberto de lama! E por causa de um assunto sexual! Coisas de Plutão.
O signo de Sagitário se relaciona com as leis, o judiciário, os países estrangeiros e a diplomacia, o alto clero, as faculdades e os concursos públicos. A passagem de Plutão por esse signo provocou uma transformação nos conceitos dessas áreas e também fez vir à tona assuntos escondidos em todos esses campos. A podridão não mais ficou por baixo do pano! Agora, Plutão começa a influenciar os planetas Netuno e Urano que se encontram na cúspide da Casa XI do mapa do Brasil e é isso que pode estar influenciando principalmente as mudanças partidárias, provocando reviravoltas no ambiente político do país. A Casa XI, tradicionalmente ligada ao signo de Aquário, representa também os membros do congresso, os sindicatos e partidos políticos de esquerda, o legislativo e o parlamento. Esse signo tem analogia também com a ciência e a tecnologia, as descobertas científicas, os projetos de longo prazo e esse aspecto poderá nos presentear com belíssimas descobertas, especialmente na área da genética, transplantes e pesquisa de DNA. O aspecto entre Urano e Netuno do mapa natal (estes planetas em Capricórnio) se intensifica nos primeiros meses e ainda avança em todo 2008, indicando que ainda veremos os assuntos relacionados acima muito focalizados pela mídia e de maneira surpreendente.

Capricórnio é um signo relacionado astrológicamente com a Casa X, que representa os governantes e as classes dirigentes, a administração publica e privada das grandes empresas, os chefes de maneira geral e as personalidade de destaque do país. O Brasil tem parte deste signo ainda na Casa XI da qual falamos anteriormente.
De fevereiro a junho um aspecto benéfico, mas suave, indica uma melhora na indústria de maneira geral. Marte, sendo regente de 2008, também esquentará os assuntos ligados à industria. No entanto o país ainda passará por algumas desilusões especialmente em matéria das grandes reformas, tão faladas e nunca realizadas! O signo de Capricórnio é também ligado à federação das indústrias, às grandes corporações que estarão passando por uma reestruturação em 2008, talvez entrando numa verdadeira queda de braço com o Governo. Existe uma tendência ao retorno do paternalismo, ou seja, de uma política protecionista por causa desse trânsito de Plutão, mas isso durará muitos anos (aprox. 18 anos) e ao longo desse período as transformações serão muitas e atingirão todos os países da Terra, mas de maneira especial aqueles países que são mais fortes politicamente, como Rússia, China, e USA.

Netuno transita no signo de Aquário já no Ascendente do país. Este planeta transita durante 12 anos num signo e ingressou em Aquário em novembro de 1998. O Brasil tem a Casa II (Casa do dinheiro) no signo de Peixes, de quem Netuno é regente, tem tradicionalmente analogia com o Carma coletivo, focalizando então os assuntos ligados às prisões, hospitais, e lugares de confinamento, salientando a condição dos oprimidos e excluídos da sociedade, pobres, desvalidos e minorias raciais, como os índios, por exemplo. Os pescadores e os assuntos do mar também são ligados a essa Casa, e também o são os assuntos ligados ao contrabando, tráfico de drogas e máfias de todo tipo. Por essa razão esses temas ainda estarão fazendo parte de nossa responsabilidade cármica coletiva e não serão facilmente resolvidos, a não ser através de uma mobilização da sociedade como um todo. Aliás, os movimentos sociais irão se intensificar, seja em beneficio do planeta e da coletividade, seja em beneficio dos animais, flora e fauna terrestre. ONGs e outros movimentos sociais terão um papel importante neste momento de expiação coletiva. Nosso povo precisará se mobilizar ainda mais de forma coletiva, demonstrando seu espírito de responsabilidade social, especialmente em relação ao solo e preservação ambiental. Netuno é o planeta do onírico, do sonho, da fé, da inspiração e da criatividade no seu lado positivo, mas o lado negativo deste planeta pode ser dos piores: ele evidencia todos os vícios da humanidade, os problemas sociais, o mundo do crime, das drogas, dos seqüestros, da violência, da pirataria, das transgressões e das máfias. Não há meio termo com esse planeta: no sentido inferior ele estimula os vícios, no sentido material, ele estimula a criatividade. Netuno aumenta o risco de epidemias e envenenamentos, contaminação das águas, contaminação dos mananciais, falta ou excesso de água, perigo de afogamentos e naufrágios. O país tem grande parte do signo de Peixes na Casa I e possui portanto um misto de Aquário e de Peixes em sua personalidade. Peixes é o signo do misticismo, da fé, de religiosidade, da generosidade e da hospitalidade, mas também das ilusões, da dissimulação e da criminalidade.

Netuno forma uma oposição com Vênus o ano inteiro mas com menos intensidade do que em 2007. Vênus está relacionado aos produtos femininos, com a moda e os cosméticos, com o mundo artístico, museus, cinema e teatro, festas e motivações sociais. O aspecto favorece as desilusões e desapontamento neste campo, mesmo vendendo bem nossos produtos femininos lá fora, ainda temos problemas com outra relação de Vênus que é ligada à prostituição e ao sexo fácil com os quais somos identificados pelos turistas.

A passagem de Netuno em oposição a Vênus favorece também os suicídios, as fugas das prisões, as mortes por contaminação e epidemias, e também salienta ainda mais os grandes problemas sociais, especialmente aqueles ligados à saúde, à alimentação e à moradia, ganhando destaque as ações sociais (tipo Bolsa Família) que serão marcos importantes de uma política de esquerda.

Outros assuntos ainda em destaque, além de nossas reservas hídricas (onde certamente serão em pauta os investimentos em usinas hidroelétricas: desvio do rio São Francisco, mananciais, etc.. ) ainda focalizaremos o gás e outros recursos provenientes da cana de açúcar como o álcool. Netuno rege também os produtos tóxicos e o fumo, e por essa razão aumentarão os perigos de contaminação, poluição e contágio e aumentarão os preços destes produtos que serão também destaque na mídia. O fumo também sofrerá campanhas negativas e será objeto de medidas de restrição.

Urano, também em transito no Ascendente do Brasil (Casa I) já nos mostrou a `esquerdização` que o nosso país está tomando nestes últimos anos. Urano (que fica aprox. 8 anos num signo e ingressou em Peixes em janeiro de 2004) é um planeta de ações súbitas, reviravoltas imprevistas, e é considerado maléfico, rebelde, violento e destrutivo, causando mudanças radicais, rebeliões, separações e muita destruição repentina. Até o tempo tem estado assim, rebelde e imprevisível! A Casa I zodiacal tem analogia com o povo, a Nação como individuo, ou seja, com a identidade nacional, a relação entre os Estados, as relações étnicas e sociais, a personalidade coletiva do Brasil. Urano pode indicar um aumento dos conflitos internos do país, salientando os assuntos ligados aos sindicatos e partidos de esquerda, e focalizando as relações entre os Estados e entre estes e o Governo. O aspecto indica ainda cisões partidárias como aquelas que já vivenciamos no ano passado o que, em ano de eleição se farão ainda mais evidentes. As atitudes do Brasil em relação aos outros países também serão tensas e muitas vezes radicais. O Sol do Brasil em Virgem tem analogia com a palavra Ordem que existe em nossa bandeira, e o Progresso com o Ascendente Aquário, e não é por coincidência! Sempre teremos um papel de vanguarda em muitos campos, especialmente na ciência e tecnologia e na aviação. Como povo, porém, podemos pensar em fazer o futuro acontecer hoje e não deixar que isto seja somente um sonho utópico, que nunca acontece. A oposição de Urano com o Sol termina em março e retoma sua intensidade novamente em setembro, mas bem mais fraca.
Como o Sol é representativo dos nossos governantes, a oposição de Urano com o Sol indica um aumento das greves e manifestações públicas de descontentamento e pode mostrar uma desestruturação dos partidos de oposição.

A oposição entre Urano e Mercúrio está indicando conflitos com a imprensa, especialmente entre abril e setembro, quando as críticas se farão mais contundentes. Haverá necessidade de estimular o comercio e o Brasil poderá precisar engrossar a voz para defender nossos direitos no comércio internacional. Os assuntos da educação (especialmente a básica) também serão focalizados pela mídia.

Em junho e julho podem se tornar públicas mais roubalheiras e falcatruas relacionadas com as finanças do país. Urano costuma abrir as caixas pretas. Como um cristal multifacetado e cheio de luz, entra nos lugares mais obscuros (no fundo do poço) e consegue mostrar aquilo que se teima em esconder! Deste ponto de vista ele nos oferece um grande serviço, não é mesmo? Mas para aproveitarmos bem esse aspecto a mobilização precisa ser coletiva e não individual já que este planeta, regente de Aquário, rege a coletividade, os grupos sociais e não focaliza o individuo. Neste período podem acontecer novamente problemas no campo da aviação, (acidentes com aviões, problemas nos aeroportos, acidentes de trens, o problema das motocicletas, etc..) e podemos assistir ainda a muitas greves e manifestações de rebeldia e anarquia. O governo precisará focalizar esses assuntos com novos investimentos em aeroportos e nos transportes de maneira geral, ajudando também o comércio exterior e os relacionamentos internacionais. Os países vizinhos poderão ser causa de preocupações inclusive em nossas fronteiras.

Saturno já transita em Virgem e influencia o Sol nos primeiros meses do ano mas não com muita intensidade. Esta passagem do Sol no signo onde o Brasil tem o Sol pode indicar derrotas do governo. O aspecto 'pior' - a conjunção com o Sol - acontece depois de agosto e irá durar um ano inteiro! O Sol é sinônimo do governante e quando o Sol é afetado por um trânsito difícil é o governante que sofre, pois será muito cobrado e poderá perder sua popularidade ou pelo menos terá que enfrentar um período de cobranças por parte da opinião pública. Em astrologia mundial Saturno é considerado o Pai Cobrador Cósmico, portanto serão pedras no caminho de Lula! Creio que ele chegará no final do seu mandato não somente com dores nos ombros (lembram?) mas também nos joelhos, nas articulações e bem mais envelhecido! Ele precisará de toda a força interior de um escorpiano para superar esse momento difícil.

O signo de Virgem tem analogia com o funcionalismo público, com a organização e aprimoramento dos serviços públicos, com os meios de produção, a agricultura (especialmente os pequenos agricultores, mas em geral também à fauna e flora), com a ciência e tecnologia, com as ações destinadas à preservação da natureza, com os assuntos ligados à previdência e à classe trabalhadora em geral, especialmente no ensino publico básico. Todas essas áreas acabarão sendo destaque na mídia e poderão ser moralizadas pela ação cobradora de Saturno. Está na hora do governo focalizar com seriedade esses assuntos! Um pouquinho de ordem será ótimo para nosso país, tão carente nesse campo. Mas para que isto aconteça será necessária uma tomada de responsabilidades e de ações práticas por parte do governo e também da opinião publica. Já que este é um ano regido por Marte: que tal todos levantarmos a voz e brigarmos por nossos direitos?

Até agosto, ainda estaremos sob a influência de uma quadratura de Saturno com a Lua e com Júpiter, indicando que realmente o povo irá se mobilizar e se sentirá mais responsável pelos acontecimentos e participará mais, cobrando atitudes mais práticas e responsáveis do governo. Como já expliquei, em Astrologia mundial, a Lua representa o povo e o Brasil tem a Lua em conjunção com Júpiter, o que explica também o ar jovial e alegre de nosso povo, as atitudes otimistas e generosas, o seu bom humor e ar brincalhão! Mas também pode explicar a dificuldade do povo enfrentar a realidade com seriedade, fazendo piada de tudo e tentando empurrar os problemas com a barriga. Júpiter, o planeta benéfico, é também considerado o planeta da expansão, do otimismo, dos relacionamentos, e confere ao nosso povo muitas qualidades, mas também confere defeitos: a falta de seriedade aparece às vezes em primeiro lugar. O ex Presidente da França Charles de Gaulle disse certa vez, ao citar o país, que este 'não era um país sério'! Bem, às vezes eu penso que ele tinha razão, mas podemos mudar isso, sem perder nossas qualidades, não é mesmo?

Afinal, o virginiano (e o pais é virginiano) é um ser muito responsável e trabalhador, portanto, a passagem de Saturno sobre o Sol do país, em quadratura com a Lua e com Júpiter, pode nos trazer de volta esse senso de responsabilidade que anda fazendo falta ultimamente! O povo precisará aprender a cobrar mais seriedade de seus governantes. O período será ótimo para saldar dívidas, para conseguir trabalho, parta se firmar profissionalmente, para fazer planos de longo prazo, e fará com que as pessoas tomem consciência de que não adianta colocar o carro na frente dos bois, mas que é preciso trabalhar duro para conseguir alcançar os seus objetivos. Quem sabe o povo brasileiro aprenderá a ser mais responsável também com seu voto! Afinal, ainda é possível acabar com aqueles políticos corruptos que teimam em permanecer agarrados às tetas do governo, mamando sem piedade, usando o dinheiro publico em beneficio próprio e em detrimento do povo tão necessitado. São essas atitudes de nossos políticos que ainda fazem parecer o Brasil como um país do terceiro mundo!

Entre fevereiro e julho, um bom aspecto de Saturno com Urano e Netuno indica que poderemos ainda pensar em reformas, estaremos alcançando marcos na tecnologia, nas ciências, porém poderá haver um desaquecimento da indústria, ou pelo menos, haverá muita cobrança e muitas queixas dos industriais sobre esses itens. Os assuntos ligados aos mananciais e recursos hídricos em geral serão objeto de leis e haverá movimentos sociais seja em beneficio da natureza que em benefício dos menos favorecidos.

Podemos esperar dois anos e meio de amadurecimento para o Brasil e creio que isso será muito bom para o país, pois necessitamos de gente séria que leve adiante os projetos políticos com responsabilidade. Onde foi parar a responsabilidade fiscal! Os impostos escorchantes continuarão a recair sobre os trabalhadores?

Vamos analisar agora o trânsito de Júpiter. Júpiter termina no inicio de 2008 sua conjunção com Plutão - este exatamente em conjunção com Urano e Netuno do mapa Natal. Tudo aquilo que assistimos no Congresso, aquelas manobras contra ou favor de Renan Calheiros, aquelas articulações por baixo do pano, (não preciso me delongar sobre o assunto, não é?) ainda estarão respingando nos primeiros momentos de 2008, quando o Congresso reabrirá. No entanto, a energia muda já em fevereiro.

Júpiter transita o ano inteiro em Capricórnio e isso será muito bom para o país. Este planeta benéfico cria uma sensação de otimismo e de expansão e abre espaço para os relacionamentos internacionais, melhorando as exportações e fazendo um contraponto com Saturno, tão restritivo. O bom aspecto com o Sol - fevereiro e março e novamente de junho a novembro - indica muito otimismo com boas notícias de crescimento econômico. O foco ainda estará nos projetos sociais, nos investimentos, nos novos empreendimentos. A mídia ainda destacará assuntos sobre aposentadoria e poupança, corrupção e outros males sociais; falaremos ainda em divisas externas e em milagre brasileiro. A religiosidade também estará sendo focalizada e também os assuntos ligados aos cemitérios e à morte em geral. Outro assunto importante será relativo ao turismo que ganhará medidas importantes. Isso poderá ser favorável à Ministra do Turismo Marta Suplicy.

De abril a junho, Júpiter forma um bom aspecto com Mercúrio: assuntos ligados à educação, faculdades, ensino, estarão em pauta. O comercio exterior ganhará destaque da mídia (ampliação e melhorias nos portos e transportes de cargas em geral), e também o intercâmbio com outros países e os assuntos ligados à educação, às faculdades e ao ensino de maneira geral serão comentados juntamente com os assuntos ligados à comunicação, (correio - telefones - imprensa) e também aos projetos e investimentos que estarão em pauta principalmente até outubro, período das eleições municipais (como sempre esses assuntos são grandes carros eleitorais!). Alias, esse é um aspecto que irá focalizar muito as eleições onde a mídia terá o papel principal, naturalmente!

ECLIPSES DE 2008
Dois eclipses Lunares e dois Solares acontecem a cada ano. Um eclipse do Sol é um fenômeno de rara beleza, privilégio dos seres que habitam o Planeta Terra. Trata-se do resultado de uma interessante coincidência entre as dimensões do nosso satélite natural, a Lua, e a distância à nossa estrela, o Sol. A Lua tem um diâmetro de aproximadamente 3.476 km e encontra-se a uma distância média de 384.400 km da Terra. O Sol, que tem um diâmetro de 1.392.000 km (cerca de 400 vezes maior do que a Lua), fica a uma distância de 150 milhões de km, ou seja, aproximadamente 400 vezes mais distante do que a Lua. Como conseqüência, os diâmetros aparentes do Sol e da Lua, vistos a partir da Terra são muito próximos. Um eclipse ocorre sempre que a Terra, a Lua e o Sol estão perfeitamente alinhados. Os eclipses solares podem ser totais, parciais ou anulares.

Os eclipses lunares sempre foram considerados maléficos, pois estimulam ao máximo o lado psíquico da mente humana. A Lua sempre foi relacionada com as cerimônias de magia, especialmente em épocas antigas quando os homens viviam mais em comunhão com nosso planeta e buscavam despertar com as cerimônias lunares a fertilidade da Terra que cultivavam e que lhes dava alimento. Para que o eclipse lunar ocorra, é necessário que a Terra projete sua sombra sobre a Lua que vai perdendo seu brilho aos poucos. Para que isso ocorra é necessário que o alinhamento entre a Terra, a Lua e o Sol sejam exatos. Torna-se igualmente necessário para este efeito que tanto a Terra como a Lua estejam posicionadas na linha dos nodos. Se assim acontecer temos reunidas as condições necessárias para a ocorrência de um eclipse. Se todo este alinhamento especial acontecer quando a Terra está entre o Sol e a Lua, observando-se a fase lunar de Lua cheia, acontece um eclipse lunar total que pode ser acompanhado por todos os observadores posicionados num mesmo hemisfério da Terra em que seja noite.

Se o posicionamento da Lua ou da Terra não for exatamente na linha dos nodos, desde que não haja um desvio muito significativo, deixaremos de ter a possibilidade de observar um eclipse lunar total, podendo observar um eclipse parcial ou penumbral. Temos então três tipos possíveis de eclipses lunares: totais, parciais e penumbrais.

Analise dos eclipses sobre o Mapa do Brasil Independência:

Eclipse Solar anular em 07 de fevereiro de 2008 às 0:44 h - Hora Legal (de verão).
O Sol se encontra a 18º de Aquário e a Lua se alinha com ele e com a Terra. O Eclipse anular deixa entrever o circulo solar entorno da Lua. Em conjunção com o Sol ainda teremos Mercúrio e Netuno, além do Nodo Lunar.
Como este eclipse cai na Casa XII ou quase no Ascendente do Brasil (ou seja, em sua primeira Casa) ele poderia ser considerado bastante importante, pois focalizará os acontecimentos destas duas casas. No entanto, não será visto do Brasil, mas principalmente na Antártica, parte da Austrália e Nova Zelândia, e outras partes do Pacífico Sul.
Os assuntos da Casa XII são aqueles relacionados com a saúde publica em geral e os assuntos da Casa I são principalmente os acontecimentos coletivos. Talvez a proximidade do carnaval seja um deles.

Eclipse Lunar total de 21 de fevereiro de 2008 às 0:30 h hora Legal (de verão).
Este eclipse total será visto em todo o Brasil, nas Americas e na Europa ocidental, e parte da África. A Lua estará a poucos graus de Saturno que acabará aparecendo bem luminoso a nordeste da Lua. Saturno estará em retrogradação o que não é muito bom, pois indica uma grande possibilidade de acontecimentos com alto índice de mortandade. Por outro lado, esse eclipse cai na Casa II do Mapa do Brasil o que indica que teremos, nos primeiros meses do ano, algum acontecimento importante ainda ligado às finanças, como estabelecimentos financeiros e Banco Central. Saturno talvez indique que algo neste campo estará sendo moralizado! Tomara!!!!

Eclipse Solar total em 1º de agosto de 2008 às 06:12 h Hora Legal
Não será visível no Brasil mas somente na Russia, Mongolia, Canadá e toda a região gelada do Ártico. Provavelmente, somente esses países terão acontecimentos importantes ligados aos seus dirigentes (quem sabe algo acontece de ruim com o presidente da Rússia!!!)
E claro que em mundial os eclipses são importantes para a Terra como um todo, mas não afetarão diretamente nosso país. Nós temos a Casa VII em Leão e o planeta Vênus está nesta casa. O Eclipse acontecerá sobre Vênus podendo indicar problemas com os países fronteiriços nos próximos seis meses.

Eclipse Lunar parcial: 16 de agosto de 2008 às 18:16 h Hora Legal.
Este eclipse iniciará no momento em que a Lua subir no horizonte leste. Ele será visto em todo o Brasil, na África e Índia, Austrália e Japão.
A Lua estará em conjunção com Netuno em Aquário, em oposição ao Sol em Leão. Como o Brasil possui Aquário no Ascendente. Este eclipse cairá no Ascendente do país, portanto será bastante importante. Os acontecimentos dos seis meses sucessivos ao eclipse focalizarão principalmente os projetos que o governo estará lançando visando principalmente as eleições municipais. Mas não criem ilusões com esses fogos de artifício lançados para deslumbrar e desviar a atenção sobre as misérias de nossos pais! Netuno parece ter este efeito sobre a coletividade. Novamente seremos ludibriados com promessas que não serão cumpridas?

Bem, para resumir, diria que 2008 será um ano de trabalho, muito trabalho, mas que no final estaremos todos nos sentindo bastante esperançosos com o rumo que nosso país estará tomando. Acompanhem as previsões também nos outros artigos publicados no STUM.

UM FELIZ 2008 cheio de prosperidade e paz!
São Paulo, 1º de dezembro de 2007

Compartilhe


Graziella Marraccini é astróloga, taróloga, cabalista e estudiosa de ciências ocultas e dirige a Sirius Astrology.
Clique aqui e faça seu mapa astral on-line. Atende em seu consultório em São Paulo com hora marcada no horário comercial.
Para atendimentos e consultas, visite o site pessoal da autora: www.astrosirius.com.br.
Email: contato@astrosirius.com.br
Visite o Site do Autor

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.
 
Energias para Hoje

energia
I-Ching: 54 - KUEI MEI – A JOVEM QUE SE CASA
Evite qualquer decisão ditada pela paixão.


energia
Runas: Tiwaz
Remoção de obstáculos, vitória através de lutas.


24
Numerologia: Equilíbrio
Procure estabelecer um ritmo harmônico em sua vida, evite precipitações e correrias e arrume tempo para dedicar-se aos que ama dialogue, faça trocas pratique a compreensão.
 
 
Horóscopo da Semana
Áries Áries Libra Libra
Touro Touro Escorpião Escorpião
Gêmeos Gêmeos Sagitário Sagitário
Câncer Câncer Capricórnio Capricórnio
Leão Leão Aquário Aquário
Virgem Virgem Peixes Peixes
 

+ Lidos da Semana anterior
1. Como fazer um homem ficar obcecado por você...
2. A Oração do Perdão
3. Como saber quando alguém não está tão a fim de você!
4. Os quatro elementos no mapa astrológico
5. Quer alcançar seus objetivos? Invista em autoconhecimento!
6. Limão para tratar o Sistema Digestivo
7. Meu problema é que sou sincera demais!
8. A quem você deseja agradar?


 
© Copyright 2000 - 2017 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade